Dream Theater: "novo álbum sairá em setembro", diz Jordan

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: noisecreep.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/05/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Jordan Rudess, o lendário tecladista do Dream Theater, recentemente falou ao Noisecreep direto de um estúdio de gravação em Long Island, Nova Iorque, onde a banda está finalizando o trabalho no seu último lançamento. "Estamos bem próximos de finalizar, e está incrível", ele disse. "Mixagem em junho, álbum lançado em setembro."

1103 acessosDream Theater: "Pull Me Under" é a mais importante da banda5000 acessosDossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatos

Mas, é claro, esse não é apenas qualquer álbum do Dream Theater. O disco será o primeiro sem o baterista co-fundador Mike Portnoy, que anunciou setembro passado que ele estava deixando a banda.

Portnoy, que deu um dempo para gravar e fazer turnê com o Avenged Sevenfold, queria que a banda fizesse uma longa pausa. Contudo os quatro outros membros discordaram e optaram por seguir adiante contratando um novo baterista.

Após um extenso processo de audição, que foi gravado e transmitido como uma mini-série em documentário, a banda selecionou Mike Mangini (Annihilator, Extreme, Steve Vai). Então o que Rudess espera do primeiro trabalho da banda na era post-Portnoy? "Acho que as pessoas ficarão muito satisfeitas", ele disse. "Todos estão tocando com inspiração, nós tomamos nosso tempo para trabalhar em algo especial, e eu acho que os fãs ficarão impressionados."

Rudess, que se mantém ocupado com discos solo e uma série de aplicativos para instrumentos sucesso de vendas com sua marca Morphwiz, estava extremamente feliz com a escolha de Mangini pela banda. "Vimos alguns grandes bateristas obviamente, mas o Mike chegou totalmente pronto, cheio de vontade e capaz de fazer esse trabalho. Para ele, o universo estava alinhado: isso era o futuro dele bem como nosso. Sabíamos disso e ele sabia disso. Sua forma de tocar, a energia em sua performance – desde o comecinho ficou claro para nós que havia compromisso com esse conceito extremamente sério conhecido por Dream Theater."

Mangini não se envolveu na composição do novo álbum; essa responsabilidade ficou com Rudess, o baixista John Myung, o vocalista James LaBrie, e o guitarrista John Petrucci, que também está na produção das sessões. "Foi interessante compor música sem um baterista", refletiu Rudess. "Diferente para nós e bem singular. Ainda, tínhamos o time de composição base no lugar. E essa experiência toda de lidar com a saída de Mike foi um enorme desafio para a banda. Mas nós queríamos tirar o positivo de toda essa mudança e usar isso como uma oportunidade de nos desafiarmos a produzir música realmente poderosa."

A mudança dramática na vida da banda afetou a nova música? "Tenho certeza que alguma intensidade foi canalizada para a música" disse Rudess. "Como músicos, sentimos o que está acontecendo a nosso redor, como todos músicos, e incorporamos essa energia em nosso processo criativo. Então trouxemos Mike Mangini e acrescentamos brilhantismo à mistura. A química é incrível e será divertido ver tudo desenvolver no palco."

A banda tem shows na Europa com início em julho. Até o outono Rudess disse que eles esperam está em turnê nos Estados Unidos. Enquanto isso, Rudess disse que ele sabe que haverá muito foco no Dream Theater com o início desse sério novo capítulo na carreira da banda. "Estamos animados", ele disse. "É como um novo começo para uma banda, e de outro lado, o som e a abordagem clássicos do Dream Theater ainda estão incólumes. Mike está incrivelmente preparado para o que vamos encarar e espero que os fãs também estejam preparados para o próximo capítulo, porque vai ser algo muito especial."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Dream TheaterDream Theater
"Pull Me Under" é a mais importante da banda, diz Petrucci

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Mike PortnoyMike Portnoy
O que fez ele ficar de saco cheio no Dream Theater

Dream TheaterDream Theater
Mangini ficou boquiaberto com The Astonishing

Regis TadeuRegis Tadeu
Comparando fãs do Dream Theater e Miley Cyrus

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"

Dossiê GNRDossiê GN'R
A versão do guitarrista Slash para os fatos

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

GhostGhost
Uma foto assustadora dos bastidores do RIR

5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosOzzy Osbourne: "O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"5000 acessosRock: as dez lendas mais macabras do gênero5000 acessosBlue Cheer: "Hendrix nos odiava, Morrison era fã, Joplin não largava Paul!"5000 acessosAC/DC: Tem dificuldades para entender a letra de "Back In Black"?5000 acessosAlice In Chains: 10 coisas que você (com certeza) não sabia sobre Layne Staley

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online