Dream Theater: filmagem feita por fã no Bospop Festival

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/07/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Uma filmagem feita por um fã da performance do Dream Theater em 10 de julho de 2011 no Bospop Festival, em Weert, Holanda, pode ser vista abaixo.

5000 acessosPortnoy: ele entende porque os caras do DT recusaram o convite5000 acessosPlanet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarra

“On the Backs of Angels”, a mais nova música do Dream Theater, está disponível para audição em streaming no canal da Roadrunner Records no YouTube. A faixa faz parte da “A Dramatic Turn of Events”, que está agendado para lançamento em 13 de setembro via Roadrunner Records. O CD foi mixado por Andy Wallace, que trabalhou previamente com Avenged Sevenfol, White Zombie, Rage Against the Machine, Sepultura, Slayer e Nirvana, entre muitos outros.

Em uma recente entrevista para o Music Radar, o guitarrista John Petrucci e o tecladista Jordan Rudess foram questionados se o novo baterista da banda, Mike Miangini, participou da composição do novo álbum. “Mike não compôs conosco,” respondeu Rudess. “Basicamente, entramos em estúdio e fizemos nossa parte. Compusemos as músicas e as mandamos para ele. Ele veio e fez a parte dele. Ele é incrível. Estou finalizando meus trabalhos nos teclados agora, e irei para o computador para ver como as coisas estão se delineando, e estou absolutamente sem fala. O cara não brinca em serviço!” (risos)

”Tínhamos as demos, estavam prontas, e ele as aprendeu e acrescentou algumas coisas dele,” afirmou Petrucci. “E cada vez que ele fazia algo, se eu dissesse, ‘Ei, pode fazer isso de novo?’ ele fazia, e saía perfeito. O cara é... Ele é demais! (risos) As pessoas não vão acreditar o quanto ele é bom.”

”Mas o que é realmente especial nele é que ele não é apenas técnico,” acrescentou Rudess. “Sim, ele toca as partes dele perfeitamente, mas ele vê tudo como um músico. Tudo o que ele faz tem alma e uma profundeza de sentimento.”

Quando perguntado sobre como não ter o ex-baterista do Dream Theater, Mike Portnoy, nas gravações e no processo de composição mudou a dinâmica da banda, Petrucci respondeu: “Foi muito mais calmo. (risos) O estilo de tocar de Mike Mangini é diferente. Ele toca de forma muito pesada, mas tem um groove bem profundo. Ele parece tocar “atrasado” na marcação do tempo da música – mas ele é exatamente preciso. Ele é extremamente direto, mas se ele faz algo técnico, não se perde, ele ainda está lá.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mike PortnoyMike Portnoy
Ele entende porque os caras do Dream Theater recusaram o convite

874 acessosNeno Fernando: Vocalista lança tributo ao Dream Theater305 acessosDarkos: os incríveis solos de guitarra de John Petrucci0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

19971997
15 discos de rock/metal que completam 20 anos de lançamento

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Dream TheaterDream Theater
Mangini mostra fotos da evolução de sua bateria

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"

News.com.auNews.com.au
Guns, Floyd, Lynyrd e Van Halen são os melhores solos?

Débil MetalDébil Metal
Quando os fãs assustam os ídolos

NirvanaNirvana
Krist Novoselic comenta o suicídio de Cobain

5000 acessosIndústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandas5000 acessosSolos: Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal5000 acessosÁrvore Genealógica do Metal e do Rock5000 acessosRock: ele não morreu, mas está morrendo, segundo pesquisa5000 acessosBlack Sabbath: filósofo escreve livro sobre as letras5000 acessosLoudwire: 10 discos fodas com capas toscas

Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online