Def Leppard: as lições de vida dos anos oitenta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

A jornalista Jen Boyles do site CityPages.com conversou com o guitarrista do DEF LEPPARD, PHIL COLLEN recentemente. Um trecho da entrevista segue abaixo:

Iron Maiden: O que a equipe consome quando vai a um pub?Rock: A história dos primórdios aos anos 90

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

CP: A época do 'hair metal' nos anos 80 é fascinante. Você já teve cabelo armado com laquê? O que você achava das outras bandas da mesma época que rivalizavam com o Leppard?

Collen: "Eu pessoalmente nunca tive cabelão, mas alguns dos caras da minha banda sim. Eu nunca achei que fossemos parte daquilo. Olhando agora, eu acho que muitas das bandas que vieram depois daquela época, como o MÖTLEY CRÜE e o BON JOVI, não tinham a mesma essência e motivação. Tudo que eles queriam era ter certo tipo de visual. Como em todo tipo de gênero bem-sucedido, existem as bandas que sacam o espírito da coisa e um milhão pulando na moda e nunca de fato entendendo do que o gênero se trata. Com o rap, com as boy bands, com Britney Spears - eu amo a voz dela, mas ela queria ser Britney Spears tão desesperadamente - apenas faça-o de maneira natural. Eu excursionei com algumas daquelas bandas de hair metal e era tipo, nah. Eu realmente acho que o Mötley era de fato pra valer; eles tinham um lance próprio deles rolando, e muitas bandas os copiavam. Eu decidi não ser Maria-vai-com-as-outras. Eu parei de beber e fumar e foi tudo muito bom."

CP: Sendo alguém que lutou contra a bebida por muito tempo, você provavelmente viu os anos 80 e 90 repletos de lições de vida para você em particular.

Collen: "As maiores lições vieram depois de tudo aquilo. Naquela época, era muito jovem e estava correndo feito uma galinha sem cabeça. Quando você se torna um pouco mais experiente, você começa a entender as coisas de modo diferente. Eu costumava ficar muito chapado então eu parei de beber. Eu de fato odiava o que fazia, eu odiava não estar em controle de mim mesmo. Pega pra valer quando você fica um pouco mais velho e as coisas fazem mais sentido. Você não está agindo por impulso e pela natureza física da reação, você age pela experiência."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Def Leppard"


Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy MetalAlém do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal

Revista Época: as melhores músicas para tirar a roupaRevista Época
As melhores músicas para tirar a roupa


Iron Maiden: O que a equipe consome quando vai a um pub?Iron Maiden
O que a equipe consome quando vai a um pub?

Rock: A história dos primórdios aos anos 90Rock
A história dos primórdios aos anos 90


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL