Doro Pesch: "Metal é liberdade, fazer o que quiser"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Renato Alves, Fonte: Blog Van do Halen
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/08/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O TimesSquare.com realizou uma entrevista com Doro Pesch.

438 acessosWarlock: Doro se reune a Tommy Bolan para tocar Triumph And Agony5000 acessosFotos de Infância: Steven Tyler, do Aerosmith

O que lhe inspirou a tocar Heavy Metal?

Fui inspirada quando vi meu primeiro show, aos 15 anos. Entrei em uma banda chamada Snakebite e depois no Warlock. Estávamos no lugar e momento certo. Era o começo da cena.

Se não fosse música, o que se imaginaria fazendo?

Fazer música é o que mais amo, mas também gosto de pintar, então diria pintora. Também fui artista gráfica antigamente. Fazia os logos e pôsteres dos nossos shows. Mas a cada dia amo mais e mais a música e quero fazer isso até o último dia de vida.

Como você descreveria seu estilo para quem nunca ouviu?

Está entre o Rock e o Metal. Tem baladas poderosas, que tocam o coração e a alma. É algo energético, passional e positivo. Quando comecei a primeira banda, não sabíamos que fazíamos Heavy Metal, era apenas o que gostávamos. Isso é Metal, liberdade, fazer o que você quer.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

438 acessosWarlock: Doro se reune a Tommy Bolan para tocar Triumph And Agony0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Doro Pesch"

Dia da MulherDia da Mulher
10 nomes femininos de destaque no hard rock

Corey TaylorCorey Taylor
Sonhando com sexo grupal com Lita Ford e Doro Pesch

KissKiss
As dez mais pesadas releituras de músicas da banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Doro Pesch"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Steven Tyler, do Aerosmith, muito antes da fama

Marilyn MansonMarilyn Manson
"Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!"

SlayerSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

5000 acessosKeith Richards: Metallica e Black Sabbath são "grandes piadas"5000 acessosEsquire: Integrantes do Metallica fingem ser do Led Zeppelin5000 acessosInspiração: 30 canções (não somente rock) para mantê-lo motivado5000 acessosThin Lizzy: Scott Gorham e as lembranças de Phil Lynott5000 acessosLinkin Park: um exemplo mostra que é a banda mais foda do mundo5000 acessosSerguei: comentários sobre a morte de Jimi Hendrix

Sobre João Renato Alves

27 anos, jornalista formado pela Universidade de Cruz Alta. Kissmaníaco inveterado, um verdadeiro apaixonado pela banda de Gene Simmons e Paul Stanley. Idolatra com quase a mesma paixão Queen, Van Halen e Black Sabbath. Aprecia desde o Rock dos anos 50 (Elvis, Little Richard, Chuck Berry, entre outros) e 60 (Beatles, Rolling Stones, The Who, Led Zeppelin...), Hard Rock dos 70's (AC/DC, Deep Purple, Alice Cooper...) e 80's (Mötley Crüe, Def Leppard, Europe, Talisman...), Metal Tradicional (Judas Priest, Dio, Ozzy...), NWOBHM (Iron Maiden, Saxon, Angel Witch...) e Thrash oitentista (Slayer, Destruction, Kreator...). Já teve um programa de rádio, chamado "Lavagem Cerebral", na Unicruz FM. Solteiro e seguidor das idéias de Gene Simmons em relação ao casamento.

Mais matérias de João Renato Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online