Metallica: Lars fala sobre influência do jazz (em inglês)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 21/09/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O baterista do METALLICA Lars Ulrich foi entrevistado e falou sobre seu amor pelo jazz na edição de ontem (terça-feira, 20 de setembro) do programa "Jamie Cullum" na Rádio BBC 2. Ulrich discutiu a influência de seu pai como músico de jazz e o impacto que o jazz e seu lar tiveram nos seus trabalhos futuros. Ouça o programa no link abaixo:
http://www.bbc.co.uk/iplayer/console/b0147j05

383 acessosMetallica: Cartazes edição limitada serão vendidos nessa quinta5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas

O pai de Ulrich, Torben, tocou clarinete no cenário dinamarquês em Copenhagen nos anos 50, fazendo conexão com Stan Getz e Dexter Gordon. Gordon foi padrinho de Lars.

Jamie disse ao NewsOnNews.net, "Bem antes de curtir jazz eu era fã de heavy metal. O METALLICA é uma banda que realmente fez muito por mim no início. Eu sempre foi me interessei na maestria técnica necessária para tocar tanto jazz quanto heavy metal. Quando descobri o Lars Ulrich, um dos fundadores do METALLICA, curte jazz eu tive de trazê-lo ao meu programa na Rádio 2."

Para mais informações, acesse o link a seguir:
http://www.bbc.co.uk/programmes/b00rr86v

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
James explica como ele cria os títulos das músicas

383 acessosMetallica: Cartazes edição limitada serão vendidos nessa quinta1256 acessosMetallica: Lars queria ver Phil Rudd tocando Enter Sandman0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

RavenRaven
James Hetfield pagou pau pra banda em show no Brasil

MetallicaMetallica
Uma impressionante versão de Master of Puppets

MetallicaMetallica
As dez melhores segundo a Ultimate Classic Rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

CuriosidadesCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

RockRock
As dez lendas mais macabras do gênero

5000 acessosSlipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscaras5000 acessosBizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James Dio5000 acessosStoner Rock: Um guia básico para o estilo4384 acessosAce Frehley: "Eu sou muito melhor que Tommy Thayer no palco"5000 acessosMegadeth: se Adler quiser, ele pode ser o baterista oficial5000 acessosElvis não morreu: seria este o Rei do Rock agora em 2017?

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online