Metallica: CJ Ramone diz porque se recusou a tocar na banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Cabral, Fonte: virgula
Enviar correções  |  Comentários  | 


O ex-baixista dos Ramones C.J. Ramone revelou em 2011, em entrevista ao site Greatsouthernbrainfart.com, que recusou o convite para tocar no Metallica por duas vezes.
1278 acessosMetallica: a música preferida dos fãs nos shows ao vivo5000 acessosPantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

A razão seria a descoberta de que seu filho era portador de autismo, o que impediria sua permanência em turnês com a banda. “Eu fui convidado a entrar no Metallica não uma vez, mas duas. Quando Jason saiu, eles me chamaram. Passou um tempo e eles não estavam conseguindo achar alguém, então eles me convidaram de novo. Foi quando meu filho foi diagnosticado com autismo e eu não podia deixá-lo”, comentou o baixista.

"Johnny (Ramone) foi na verdade quem me arranjou a audição, porque ele era muito amigo do Kirk Hammett. Eu falei com o médico do meu filho, expliquei a oportunidade e disse que eu podia levar minha família nas turnês e até mesmo contratar uma enfermeira. O doutor me disse que meu filho precisava acordar no mesmo lugar todos os dias. Eu fiquei honrado por eles terem me chamado, mas não havia como eu fazer aquilo", disse.

Leia mais detalhes no link abaixo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 04 de outubro de 2011
Post de 07 de abril de 2013
Post de 17 de dezembro de 2014
Post de 19 de julho de 2016

MetallicaMetallica
A música preferida dos fãs nos shows ao vivo

241 acessosMeshuggah: e se "Bleed" tivesse a bateria de "St. Anger"?305 acessosMetallica: vídeo profissional de "Creeping Death" em Miami0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Heavy MetalHeavy Metal
Livro é obrigatório para os fãs do gênero

Axl RoseAxl Rose
Vocalista é o 1º da lista dos mais idiotas do rock

James HetfieldJames Hetfield
Em vídeo, as mudanças de 1980 até hoje

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Ramones"

PanteraPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Heavy MetalHeavy Metal
"Cristãos podem aprender muito com o gênero"

Top 5Top 5
Os roqueiros mais chatos da história

5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann5000 acessosGuns N' Roses: Pantera tocava todas as músicas do "Appetite For Destruction"4483 acessosDJ Ashba: falando sobre como foi entrar no Guns N' Roses5000 acessosSharon culpa Courtney Love pelo vício do filho

Sobre Marcos Cabral

Marcos Cabral, mineiro, vinte e poucos anos, estudante de música, e como muitos por aí conheceu o universo do rock ainda jovem por meio de bandas como Iron Maiden, Metallica, Ramones, Clash entre outras. Fã dos artistas Johnny Cash e Joey Ramone. Acredita na teoria de que a música é o melhor meio de expressar e passar informações, por ser uma linguagem universal. contato: amcmetalica@hotmail.com .

Mais matérias de Marcos Cabral no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online