Almah: entrevista com Edu Falaschi na Roadie Crew

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por F. C., Fonte: Roadie Crew
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/11/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A edição Nº 154 do mês de novembro de 2011 da revista Roadie Crew (www.roadiecrew.net) traz uma entrevista com Edu Falaschi (Angra / Almah), feita por Thiago Rahal Mauro; confira alguns trechos:

2966 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro5000 acessosBeleza: as 25 mulheres mais sexy no Rock segundo o site Gigwise

Quando você sentiu que o Almah não era mais um projeto paralelo e sim uma banda com integrantes fixos?

Edu Falaschi: A minha intenção de tornar o Almah uma banda de verdade aconteceu quando o Angra teve a primeira ruptura, em 2007, e eu não sabia se eles iam continuar ou acabar naquele momento. Como as coisas estavam meio nebulosas dentro do gerenciamento do grupo - desde 2003, na verdade - comecei a pensar no meu futuro como artista e projetei o primeiro disco do Almah em 2006. Depois, chamei o Felipe Andreoli para me ajudar nessa empreitada. Até convidei o Aquiles Priester para alguns shows, mas ele estava dedicado ao Hangar, que é a sua banda do coração e não poderia continuar comigo. Eu queria músicos focados em fazer a banda crescer e criar algo novo.

Motion é, de fato, um álbum diferente e carrega características nunca vistas anteriormente em sua carreira. A faixa Soul Alight, por exemplo, tem influência do Death Metal...

Edu: Influência de Death é com o Paulo Schroeber (risos). Ele brinca que nasceu ecutando Helllhammer, a banda favorita dele. Aliás, Soul Alight tem mais ainda dessa característica. Devo concordar qeu Motion é um disco mais uniforme e nós sempre vamos ter três características daqui pra frente: peso, técnica e melodia. Este álbum define a nossa sonoridade como banda.

Um dos comentários mais frequentes sobre Motion é que você transparece tranquilidade, confiança e vontade na hora de cantar...

Edu: Digamos que este sou eu verdadeiramente cantando. Realmente, estou mais tranquilo e sem um peso nas costas, como você mencionou. Isso se deve pelo clima da banda, de amizade e companheirismo.

E o Almah vai cumprir toda a agenda até o final do ano?

Edu: Exatamente. Vamos fazer todas as apresentações programadas até a minha operação, principalmente porque as músicas tocadas nos shows são da maneira que gosto de cantar. O Angra está temporariamente parado para cuidar de problemas burocráticos. Após essa pausa nós vamos sentar, conversar e ver o que vai acontecer, mas os fãs podem ficar tranquilos que vou fazer o possível e o impossível para que tudo isso não acabe.

A entrevista completa pode ser conferida na edição Nº 154 do mês de novembro da revista Roadie Crew (www.roadiecrew.net).

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

AngraAngra
O peso de substituir Kiko Loureiro

2966 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro3480 acessosAngra: "É o melhor baixista com quem eu já trabalhei, um MONSTRO!"5000 acessosKiko Loureiro: "minha resposta para o Nando Moura"4363 acessosNando Moura: Kiko Loureiro, Megadeth e bondade0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

AngraAngra
Análise vocal de Fabio Lione

AngraAngra
Como fica "Carry On" nas vozes do Van Canto

Prog MetalProg Metal
Os 10 discos essenciais segundo o TeamRock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Edu Falaschi"0 acessosTodas as matérias sobre "Almah"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"


BelezaBeleza
As 25 mulheres mais sexy no Rock segundo o site Gigwise

Em vídeoEm vídeo
As 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano

Iron MaidenIron Maiden
Veja a banda como você não gostaria de vê-la

5000 acessosSlash: Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson5000 acessosRoadrunner: os melhores frontmen de todos os tempos5000 acessosUltraje a Rigor: Roger diz que foi tratado como lixo pela equipe dos Stones5000 acessosMetallica: Ouça a voz de Hetfield isolada em "Enter Sandman"5000 acessosMarilyn Manson: "perdi tudo por causa de Columbine"5000 acessosKerry King: desdenhando da qualidade dos guitarristas atuais

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre F. C.

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online