Unearthly: entrevista exclusiva para a Shock Box

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Julio Marcondes, Fonte: Rádio Shock Box, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

A banda de Black/Death Metal concedeu uma entrevista exclusiva para a web rádio Shock Box, onde comenta sobre o novo álbum "Flagellum Dei" recém lançado pela Shinigami Records. Leia um pedaço da entrevista:

Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãsKiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Shock Box: Fiquei muito impressionado com a qualidade do novo álbum, além das músicas, de todo cuidado que a banda teve com a gravação, com a parte gráfica e tudo que envolve "Flagellum Dei". Gostaria de saber como a banda tratou este lançamento.

Eregion: Tratamos desse álbum como um filho, desde a gestação, na parte minuciosa pra compor as músicas, as dobras de guitarra, os temas abordado nas letras, além de uma maneira de fazer com que esse álbum seja mais intimista e intimidador, para quem ouve a primeira vez se sentir impressionado com som, e para quem compra o CD, lê as letras e o encarte, se sentir parte daquele universo.

M. Mictian: A cada lançando novo do Unearthly procuramos sempre fazer o melhor e nos superar e desta vez não foi diferente, sabíamos que o "Age Of Chaos" (álbum de 2009) repercutiu muito bem e teríamos que superá-lo então demos o máximo de nós na hora de compor, arranjar, escrever as letras e produzir o encarte, nos dedicamos quase que integralmente para o "Flagellum Dei".

Shock Box: E sobre o processo de gravação, como foi gravar no Hertz Studio, na Polônia? Quanto tempo demorou esse processo? E como era o esquema de trabalho com os irmãos Wieslawski?

M. Mictian: Foi muito interessante a princípio as coisas por lá são muito profissionais, o cara simplesmente não chega e aperta o botão REC e foda-se, eles trabalham sempre auxiliando e mostrando a melhor maneira de fazer e gravar cada riff, cada detalhe da música e dá pra sentir logo de cara que algo muito bom no final da gravação vai acontecer e na verdade tínhamos certeza disso, pelos discos que já foram gravados e produzidos no Hertz, nós tínhamos em mãos um excelente disco e ele precisava de um estúdio e produtores que o transformassem em realidade.

Para ler a entrevista na íntegra, só acessar
www.radioshockbox.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Unearthly"


Death Metal: mais cinco álbuns nacionais que você deve escutarDeath Metal
Mais cinco álbuns nacionais que você deve escutar

Metal Nacional: Confira bandas que se destacaram em 2015Metal Nacional
Confira bandas que se destacaram em 2015


Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãsAnos 90
Bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs

Kiss: as 10 músicas mais demoníacas da bandaKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Chris Cornell: ele não dava sinais de que se mataria, diz esposaChris Cornell
Ele não dava sinais de que se mataria, diz esposa

Slipknot: Veja membros atuais sem máscaraSlipknot
Veja membros atuais sem máscara

Megadeth: Pepeu Gomes comenta convite e fala sobre Kiko LoureiroMegadeth
Pepeu Gomes comenta convite e fala sobre Kiko Loureiro

Andreas Kisser: o disco mais importante da carreira do SepulturaAndreas Kisser
O disco mais importante da carreira do Sepultura

Max Cavalera: até hoje não gosto de tomar banhoMax Cavalera
"até hoje não gosto de tomar banho"


Sobre Julio Marcondes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.