Zombie Cookbook: de onde vem a inspiração do grupo?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Débora Brandão, Fonte: Metal Media, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Monstros do pântano, caveiras, zumbis, mutilação, filmes B e um sarcasmo fora do comum. Esses nos parecem ser os ingredientes do Horror Death Metal produzido pelo grupo ZOMBIE COOKBOOK, mas será que é apenas isso? Para saber um pouco mais dessa banda que no último ano vem chamando atenção, fizemos uma espécie de contato imediato com os mortos-vivos do grupo.

Momentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outrosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1989

- O QUE LEVOU A BANDA ESCOLHER ESSE CAMINHO?

"Nós sempre, desde vivos, tínhamos esta tendência ao terror sabe. Tínhamos nossa banda, gostávamos de assistir filmes de terror, líamos muitos quadrinhos de terror. Quando vivos fazíamos sessões de cinema os famosos grindhouse na casa de algum dos membros da banda. E aí quando nos vimos estávamos deste jeito, mortos-vivos, podres, fedendo, a única lembrança boa que tínhamos daquela época era isto, terror, gore e Death Metal."

- QUAIS SAO AS INFLUÊNCIAS MUSICAIS DA BANDA?

"Nossas influências musicais são basicamente o Death Metal do final dos anos 80 e começo dos anos 90. Dentro disto criamos um padrão nosso de compor, misturando o que curtimos de Autopsy, Dismember, Entombed, Death, Carcass, Death Breath, entre tantas outras bandas de Death Metal com bandas do Thrash Metal, principalmente do Norte-Americano com bandas como Megadeth, Anthrax, Exodus, Slayer, Hirax. Juntado isso colocamos nossa cara nos vocais, bem mesclados de todos os tipos de gutural, agudos, vocais de hardcore. É como se tivéssemos colocado tudo em um liquidificador e batêssemos, mas fazendo uma mistura homogênea e harmônica."

- O QUANTO A IDENTIDADE VISUAL É IMPORTANTE PARA O GRUPO?

"É como ficamos depois de tanto apanharmos, de levarmos facadas, machadadas, queimaduras e de cozinhar um pouco a sete palmos abaixo do mangue. Na verdade nem estamos muito preocupados em esconder nossas cicatrizes, abcessos, feridas. É isso que somos mortos-vivos fazendo barulho e espalhando podreira por aí."

- MAIS ALGUM DETALHE SORDIDO A ADICIONAR?

"Queremos agradecer ao contato e ao carinho de todo mundo que está entrando em contato, pedindo material pra nós. Estamos vendo de cima do palco a resposta do público e tudo está sendo muito positivo. Ressaltando que logo, logo o Outside The Grave estará em mãos, faltam apenas alguns detalhes finais. Então saiam das tumbas e venham se juntar a nós na luta a favor dos mortos-vivos. Zombie Cookbook mais morto do que nunca!"

Confira o trailer de Outside The Grave:

Contato para shows e merchandise: zombie.cookbook666@gmail.com

Sites Relacionados:
www.myspace.com/zombiecookbook
www.metalmedia.com.br/zombiecookbook
www.orkut.com.br/Community?cmm=109316467
www.facebook.com/zcbofficial

Fonte: Metal Media




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Zombie Cookbook"


Momentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outrosMomentos bizarros
Histórias de Ozzy, Stones, Who e outros

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1989Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1989

Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Megadeth: Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu GomesMegadeth
Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu Gomes

Cristina Scabbia: Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!Cristina Scabbia
"Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Led Zeppelin: Milton Nascimento e Marina Machado em clássicoLed Zeppelin
Milton Nascimento e Marina Machado em clássico

Kurt Cobain: Como não se comportar numa festaKurt Cobain
Como não se comportar numa festa


Sobre Débora Brandão

Responsável pela Metal Media Management, cresceu ouvindo clássicos do Rock n' Roll e Heavy Metal por influência de seus pais. Em 2007 iniciou sua carreira na área da música trabalhando em uma gravadora nacional e fundando uma assessoria de comunicação voltada a bandas de Rock/Metal. Hoje, com grandes nomes no Roster, a Metal Media é uma das empresas que mais apoia e acredita no Metal Nacional.

Mais matérias de Débora Brandão no Whiplash.Net.