Iggy Pop: novo álbum com covers em francês

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Facebook oficial
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 25/04/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

"A tout le monde", o americano sempre lembrado como vocalista dos STOOGES, um dos precursores do punk e talvez o mais louco roqueiro a sobreviver ao seu próprio estilo de vida, vai lançar mais um disco "esquisito".

175 acessosSgt. Pepper's: entrevista exclusiva com o Sargento Pimenta5000 acessosHeavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estilo

Seu último disco foi "Préliminaires", com forte influência do jazz de Nova Orleans e até mesmo uma cover de TOM JOBIM (How Insensitive). Você pode saber mais sobre esse disco nos endereços abaixo:

http://www.territoriodamusica.com/rockonline/resenhas/?c=285...
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u540961.sh...

Agora, o músico volta a cantar em francês, em novo disco a ser lançado em 9 de maio. O disco chama-se "Aprés" ("depois"), o que provavelmente se refere à tendência iniciada no disco anterior. Neste disco, mais covers de canções populares francesas, inclusive a imortalizada "La Vie En Rose", de Edith Piaf, e My Michele, dos BEATLES, que tem parte da letra originalmente em francês.

O astro também justificou o fato de a maioria das músicas ser em francês em um comunicado em sua página no facebook.

"Eu quis cantar algumas dessas canções eu mesmo, esperando trazer, através da minha voz, aos ouvintes, os sentimentos que eu mesmo senti. A maioria dessas músicas está em francês provavelmente porque foi a cultura francesa que resistiu com maior teimosia aos ataques mortais da máquina musical anglo-americana", disse ele.

O comunicado, na íntegra, você pode ler abaixo (em inglês).

https://www.facebook.com/notes/iggy-pop/iggy-pops-new-album-...

E o setlist do álbum será:

"Et Si Tu N'Existais Pas" (Joe Dassin)
"La Javanaise" (Serge Gainsbourg)
"Everybody's Talkin'" (Harry Nilsson)
"I'm Going Away Smiling" (Yoko Ono)
"La Vie En Rose" (Edith Piaf)
"Les Passantes" (Georges Brassens)
"Syracuse" (Henri Salvador)
"What Is This Thing Called Love?" (Cole Porter)
"Michelle" (The Beatles)
"Only the Lonely" (Frank Sinatra)

Este disco pode até não agradar a todos os fãs, acostumados com algo mais voraz ou preocupados com o direcionamente do astro atualmente, mas, com certeza, é algo a ser conferido com grande curiosidade.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

175 acessosSgt. Pepper's: entrevista exclusiva com o Sargento Pimenta102 acessosAlta Fidelidade: "Flowers in the dirt", um clássico do McCartney791 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada747 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha156 acessosAlta Fidelidade: Unboxing "Sgt Pepper's" 50 anos413 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

John LennonJohn Lennon
Yoko Ono diz que ele tinha desejos bissexuais

19661966
Diversos grupos no caminho que levaria à psicodelia

Rolling StoneRolling Stone
Dez canções para levantar o seu ânimo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Iggy Pop"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

Heavy MetalHeavy Metal
As 10 introduções mais matadoras do estilo

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
Tatuagens, política, strippers e atrizes pornô

David BowieDavid Bowie
Muito mais assustador do que Michael Jackson

5000 acessosMais Alto!: A diferença entre headbangers e humanos comuns5000 acessosCornos do Rock: a dor e o peso do chifre em três belas canções5000 acessosFotos de Infância: Avril Lavigne5000 acessosRachel Bolan: "nós despedimos Sebastian Bach"5000 acessosMustaine sobre Kiko: "É muito bom ter um parceiro novamente"5000 acessosDeep Purple: o exorcismo de Coverdale em "Stormbringer"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online