Abril Pro Rock: Ratos de Porão, Exodus e Brujeria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por AD Luna, Fonte: Jornal do Commercio do Recife
Enviar Correções  

Além da comemoração da sua vigésima edição, o festival Abril pro Rock será palco, hoje, no Chevrolet Hall, das celebrações em torno das três décadas de vida do Ratos de Porão. O grupo nasceu em São Paulo, no início da década de 1980 e faz um som que une punk, hardcore e thrash metal. O RDP está presente em diversas coletâneas, possui 14 discos de estúdio e muitas histórias pra contar.

publicidade

No show do Recife, a banda focará o repertório nas músicas do disco Anarkophobia, lançado em 1990. "É uma comemoração dentro da outra: 30 anos nossos e 20 desse álbum", explica o vocalista João Gordo, 48 anos, em entrevista por telefone.

De acordo com ele, o lançamento desse disco foi bem marcante na época. Era o segundo da banda pela gravadora americana Roadrunner (que naquele tempo se chamava Roadracer Records) e o que os levou pela segunda vez à Alemanha. "Conseguimos engatar uma turnê europeia de quatro meses", rememora.

publicidade

Curiosamente, João Gordo também diz que esse foi um álbum que trouxe certas complicações. "O Anarkophobia foi todo composto por mim e por Jão (guitarrista, e único membro fundador do Ratos ainda na banda), enquanto os outros estavam no churrasco (risos). Mas demos um passo maior do que as pernas".

O problema maior aí, segundo o Gordo, é que eles atingiram o objetivo de fazer um disco com a pegada mais metálica, porém a coisa ficou difícil nos shows. "Comparado aos outros álbuns, as músicas do Anarko eram mais longas e commplexas. Resultado: a gente não conseguia tocá-las direito ao vivo", relembra o músico, entre gargalhadas.

publicidade

Já tem alguns bons anos que João Gordo é acusado de "traidor do movimento" por punks mais ortodoxos, devido à incursão do Ratos pelo metal e ao trabalho que o artista vem desenvolvento, inicialmente, na MTV e, atualmente, na Rede Record como apresentador. "Isso pra mim é uma ocupação como outra qualquer. A diferença é que eu trabalho pouco e ganho bem", debocha, para depois se mostrar mais sério e dizer que não pode se render ao capricho de radicais e deixar de dar conforto aos seus dois filhos pequenos.

publicidade

Entre os outros destaques desta noite, no Abril pro Rock, estão os shows do grupo americano de thrash metal Exodus - de onde veio o guitarrista Kirk Hammett, do Metallica - e da banda mexicana de grindcore Brujeria. Firetomb e Pandemmy - que aproveita a ocasião para lançar o EP Dialectic - representam Pernambuco no festival.

Confira a ordem das atrações da noite de hoje, no Abril pro Rock:

17h, abertura dos portões; 17h30, início dos shows
Pandemmy (PE)
Test (Test)
Firetomb (PE)
Hellbenders (GO)
Leptspirose (SP)
Cripple Bastards (Itália)
Ratos de Porão (SP)
Brujeria (México)
Exodus (EUA)

publicidade

Site do festival:
http://www.abrilprorock.com.br



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre AD Luna

AD Luna nasceu em 1971, em Porto Alegre, mas foi criado no Recife. Mora desde 2002, em São Paulo. É baterista das bandas Monjolo (SP) e TheSurfMotherfuckers (MG), que não tem praticamente nada a ver com heavy metal! Luna é formado em Jornalismo pela UFPE e é repórter, apresentador e gerente de conteúdo do Showlivre.com - portal de TV Web especializado em música. Apesar de curtir praticamente todo tipo de música, AD mantém a admiração e uma dívida de gratidão com o metal, estilo com o qual aprendeu a gostar de música com mais profundidade e paixão.

Mais matérias de AD Luna no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin