Noel Gallagher: fãs não devem decidir o que é produzido

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/04/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A premissa de que a mercadologia da música contemporânea é que o consumidor verdadeiramente sabe o que ele ou ela quer, e por vezes já se manifestou sobre o assunto. E isso guia contratações, investimentos, e a construção da marca de um artista também. Mas e se o pêndulo tivesse balançado muito pra esse lado, e matado a arte de moldar tendências e correr riscos?

801 acessosU2: banda toca "Don't Look Back In Anger" com Noel Gallagher5000 acessosAC/DC: setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose

“O consumidor se tornou o todo-poderoso agora, e o consumidor é rei. Então o consumidor tem o que quer. Mas da maneira que eu vejo, o consumidor não queria Jimi Hendrix, mas o acolheu, e isso mudou o mundo. E o consumidor não queria o Sgt. Pepper’s, mas eles receberam isso, e tampouco queriam os Sex Pistols, mas levaram.

E agora há uma postura no ramo musical onde se pratica ‘vamos manter o consumidor feliz porque é isso que mantém a indústria se movimentando. ’”

Gallagher teceu os comentários antes de seu show no Coachella fim-de-semana passado. “O que mudou é a maneira pela qual as pessoas obtêm música e pagam «ou não» pela música. Isso mudou profundamente, e as pessoas que contratam bandas estão cientes disso, e então as regras do jogo mudaram.”

“Os discos agora são feitos por comitês e grupos de nichos.”

“Vamos colocar da seguinte maneira: se uma grife de moda é como uma gravadora – tipo a Dior – você acha que a moda permaneceria a mesma se eles perguntassem ao consumidor o que ele gostaria de vestir no verão seguinte? Por que a moda sempre anda pra frente e todos nós ficamos com cortes de cabelo diferentes e ficamos todos diferentes?”

“É porque a moda não se concentra em grupos de marketing de nicho para suas porras de consumidores.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Liam GallagherLiam Gallagher
Ele prefere comer fezes a ouvir U2

801 acessosU2: banda toca "Don't Look Back In Anger" com Noel Gallagher1816 acessosGallagher: "bandas atuais só guitarra porque combina com os sapatos"837 acessosAlta Fidelidade: A volta de Liam Gallagher e outras notícias0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Oasis"

Axl RoseAxl Rose
Vocalista é o 1º da lista dos mais idiotas do rock

Pra ouvir e discutirPra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 1995

NMENME
Os 50 álbuns com mais vendas na primeira semana

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Oasis"

AC/DCAC/DC
Setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose

King DiamondKing Diamond
Ele é satanista, e não meramente marqueteiro

RacismoRacismo
Metalheads saem na porrada contra white-powers na Califórnia

5000 acessosKurt Cobain e Layne Staley: a coincidência de suas mortes5000 acessosMetal: nomes do gênero que assumiram ser cristãos5000 acessosFolk Metal e Música Celta5000 acessosPirataria: o nascer de uma indústria alternativa5000 acessosAxl Rose: ajudando a confortar garçonete que sofreu ofensa racista5000 acessosIron Maiden: esperança e glória

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online