Stone Temple Pilots: Tocando o álbum Core na íntegra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

O frontman do STONE TEMPLE PILOTS, Scott Weiland, revelou a Greg Prato do RollingStone.com que ele e seus colegas de banda farão uma turnê em setembro para comemorar o 20º aniversário de seu álbum de estréia, "Core". "Estou ansioso por isso", disse Scott. "Vamos tocar o álbum na íntegra. Acho que vai ser bem divertido, porque uma coisa que me cansou foi tocar o mesmo set list básico todas noites. Era tipo, 'os maiores sucessos'. Desse jeito é algo diferente, e acho que vai ser legal".

publicidade

Weiland acrescentou que ele está ansioso para revisitar material que ele não apresentava há anos na turnê. "O que vem à mente é a primeira música que compusemos com todos na banda, quando tivemos nosso primeiro ensaio com o Dean [DeLeo]. Ele tinha esse riff de guitarra que se transformou na 'Where the River Goes'. Não tocamos essa música há bastante tempo, então estou ansioso por isso".

publicidade

O "Core" continua sendo um álbum clássimo aproximadamente duas décadas depois de seu lançamento e DeLeo disse à The Pulse Of Radio há um tempo atrás que ele considera atemporal a música da banda num geral. "Nunca queremos que nosso material tenha uma data", ele disse. "Quando eu digo 'ter uma data', quero dizer que você pode escutar algumas coisas e quase dizer, 'Bem, esse era o som de bateria que todo mundo estava usando em '95'. Acho que nossos discos são tipo – o material é tipo atemporal, sabe, você não pode atribuir uma data a ele. Acho que vocês conseguirão escutá-lo depois de 20 anos e pensar, 'Uau, isso é atemporal', sabe?"

publicidade

"Core" foi lançado em 29 de setembro de 1992.

O STONE TEMPLE PILOTS se reuniram em 2008 para uma bem sucedida turnê mundial após um hiato de seis anos.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Grunge: por que as músicas do estilo trazem tanta angústia, segundo Eddie VedderGrunge
Por que as músicas do estilo trazem tanta angústia, segundo Eddie Vedder


Grunge: as 10 melhores músicas do movimentoGrunge
As 10 melhores músicas do movimento

Top 05: Melhores baixistas do rock alternativoTop 05
Melhores baixistas do rock alternativo


Power Metal: os dez álbuns essenciais do gêneroPower Metal
Os dez álbuns essenciais do gênero

Roadrunner: os melhores frontmen de todos os temposRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin