Anthrax: "Jovens pensam que a música é gratuita"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renato Rossini, Fonte: Denver Westword, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/07/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Brandon Marshall do Denver Westword recentemente conduziu uma entrevista com o baterista do ANTHRAX, Charlie Benante. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

1809 acessosManowar, Joan Jett e outros: gravando Rap antes do New Metal?5000 acessosButcher Babies: Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

Denver Westword: Como você vê o atual cenário da indústria da música, e o que você acha que deve ser feito para que novos artistas sobrevivam a isso?

Charlie Benante: Esse é um assunto muito delicado, pois não há uma indústria da música. Basicamente, você está aí por si só, cara. A coisa que irrita sobre as crianças e jovens é que eles pensam que a música é gratuita, e eles não deveriam ter que pagar por isso.

Denver Westword: Em 2000, quando Lars Ulrich (Baterista do Metallica) foi ao Senado contra o Napster, você suspeitava que fazer download de música seria tão prejudicial aos artistas? Você apoiou a decisão de Lars?

Charlie Benante: O sim, eu suspeitava e apoiei Lars.

Denver Westword: Muitos desses jovens não terão uma capa de álbum ou encarte, porque as bandas não vão mais lançar CDs físicos. Isso se torna uma perda financeira e artística.

Charlie Benante: Certo, mas o que eles não conhecem não afeta eles. Bem, pense em coisas como estas, pessoas cresceram sem entender o que era um disco, e então surgiu a fita. Então, veio o CD, e muitas pessoas nunca conheceram uma fita VHS. Isso foi abandonado há muito tempo. Em poucos anos, você não saberá nem o que é um CD, porque tudo será em download digital. Você não terá cópias físicas em sua mão para curtir. Será apenas ar (risos).

Denver Westword: Por que você acha que o thrash metal tem um apelo tão global, e você ficou surpreso por lugares como Brasil e Alemanha serem um lugar tão vivo para isso?

Charlie Benante: Bem, deixe-me dizer algo sobre o público da América do Sul: Eles são provavelmente uma das melhores audiências que o hard rock e o heavy metal tocarão. Eles são tão devotos e apaixonados pela música. É maravilhoso ver aquilo. Eu adoro. Não estou falando mal de outros lugares, como os EUA, ou partes da Europa, ou qualquer que seja, mas às vezes eles ficam um pouco cansados, pois eles sempre têm shows. Quando você vai para a América do Sul, onde eles não têm shows com tanta frequência, você percebe o quanto eles apreciam isto. É uma vibração diferente. Eles deixam as coisas fluir.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de julho de 2012

Manowar, Joan Jett e outrosManowar, Joan Jett e outros
Gravando Rap antes do New Metal?

2038 acessosLoudwire: as 10 melhores bandas americanas de Metal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Anthrax"

Humor involuntárioHumor involuntário
As resenhas de discos da Rock Brigade na década de 80

Thrash MetalThrash Metal
Os melhores álbuns de 1983 a 2016

AnthraxAnthrax
Joey Belladona nunca achou seu lugar na banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"

Butcher BabiesButcher Babies
Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

LobãoLobão
Show mais curto da história do Rock não pertence a ele

OrtografiaOrtografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City5000 acessosJohnny Z: Uma invejável coleção de heavy metal5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e Miguel Falabella5000 acessosBill Ward: a receita para sobreviver no ramo da música5000 acessosKiss: o Brasil acreditava que a banda matava pintinhos nos shows

Sobre Renato Rossini

Renato Rossini, nascido em 27/09/1984 em São Caetano do Sul. Formado em Relações Internacionais, mas trabalha com informática (?!?!). Ouve heavy metal desde os 8 ou 9 anos. Começou com os clássicos, Metallica, Iron Maiden, Black Sabbath, mas hoje em dia ouve de tudo quando o assunto é metal. Pra variar tem uma banda, onde toca bateria.

Mais matérias de Renato Rossini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online