Demonoid: IFPI assume autoria, detenções no México

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Espinosa Fernandes, Fonte: Torrentfreak.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/08/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

No inicio da semana se tornou público que o popular site de torrents Demonoid sofrera um ataque hacker e DDoS (distributed denial-of-service), mas, ao que consta, eles tem mais coisas com o que se preocupar.

5000 acessosMamonas Assassinas: músicos já sabiam que iam morrer?5000 acessosBlack Metal: cinco bandas do lado depressivo do satanismo

Sergei Burlakov, do Ministério de Administração Interna da Ucrânia, disse que atendendo as requisições da Interpol, os investigadores do governo chegaram ao provedor do Demonoid, ColoCall, e fizeram com que o site fosse derrubado. A ColoCall se pronunciou, dizendo que a decisão de remover o site foi própria.

Até então, a informação sobre o ocorrido só tinha como fonte a informação que veio da Ucrânia, o que fez com que alguns se questionassem por qual motivo as indústrias de músicas e filmes tenham se mantido silenciosas. Mas agora, o IFPI (Federação Internacional da Industria Fonográfica, nos EUA) soltou uma nota dizendo que finalmente suas reclamações surtiram resultado.

"Demonoid era um líder global em pirataria digital, com uma concorrência deleal em relação aos mais de 500 serviços licenciados que oferecem música de grande valor aos consumidores enquanto protege os direitos dos artistas, escritores e gravadoras", disse o diretor da IFPI anti-pirataria, Jeremy Banks, em um comunicado

"A operação para fechar o Demonoid foi um grande exemplo da cooperação internacional para combater o serviço da facilidade em distribuição de música ilegal em grande escala. Eu gostaria de agradecer a todos os policiais envolvidos neste operação para fechar a empresa que foi construída sobre o abuso de direitos autorais de terceiros."

Nós já sabiamos que as autoridades mexicanas lançaram uma investigação criminal sobre os proprietários do Demonoid e que a Procuradoria Geral do México tinha se envolvido no caso no ano passado, mas hoje foi confirmado que houve uma série de detenções no país.

Uma vez que muitos membros do Demonoid estão preocupados se eles podem estar em risco a TorrentFreak perguntou ao IFPI se os usuários serão o alvo. Porém o grupo disse que não pode mais comentar nada pois há uma investigação ainda em andamento.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de agosto de 2012


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pirataria"

PiratariaPirataria
Os álbuns mais baixados ilegalmente no Reino Unido

GoogleGoogle
"Não nos culpem pela pirataria"

Iron MaidenIron Maiden
Pirataria ajuda banda a definir roteiro das tours?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Pirataria"


Mamonas AssassinasMamonas Assassinas
Músicos já sabiam que iam morrer?

Black MetalBlack Metal
Cinco bandas do lado depressivo do satanismo

Bon JoviBon Jovi
O mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"

5000 acessosCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"5000 acessosSteve Perry: 5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do Journey5000 acessosMalmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista5000 acessosBillboard: discos de rock/metal que atingiram o topo nos anos 20005000 acessosNergal Darski: A música extrema de hoje é masturbação entediante4935 acessosMetal e Literatura: 10 livros e sua trilha sonora

Sobre Felipe Espinosa Fernandes

Felipe Espinosa Fernandes, um publicitário nascido em 1990 na cidade do interior de São Paulo, Americana. Viciado em músicas, fanático por Guns N' Roses. Idolatra bandas das mais variadas décadas, indo de Elvis, Led Zeppelin e Beatles, passando por Guns N' Roses, Motley Crue e Poison, até o Hinder, Maroon 5 e tantos outros mestres. Acredita no poder do rock no mundo atual, e acha que ainda temos salvação!

Mais matérias de Felipe Espinosa Fernandes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online