Lothlöryen: assista entrevista exclusiva para o Facebook

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Débora Brandão, Fonte: Metal Media, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/09/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


5000 acessosKiss: vídeo com Gene Simmons em cena de sexo?5000 acessosA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars

O LOTHLÖRYEN acaba de postar no seu canal oficial do You Tube a entrevista gravada para a promoção realizada através do Facebook.

A promoção funcionou da seguinte maneira: a pessoa curtia a página oficial do grupo no site de relacionamento e deixava uma pergunta para a banda. As melhores perguntas foram selecionadas e se transformaram em uma entrevista mais que especial com o LOTHLÖRYEN.

Os vencedores da promoção foram: Karen Cristine Cosentino, Régis Santos de Moura e Fabyana Rodrigues. Cada um deles levou para casa um kit especial contendo: 1 CD Raving Souls Society autografado, 1 camiseta Raving Souls Society, 1 cerveja customizada Lothlöryen Red Ale e 1 Hidromel Valkiria.

Além das vencedoras, outras 15 perguntas foram selecionadas para a entrevista em vídeo. Vale ressaltar que nenhuma pergunta foi modificada a propósito de mantê-las fiéis ao idealizador.

O vídeo, com pouco mais de 35 minutos de duração e editado por AudioCore Studio e BVID Produções, pode ser assistido abaixo.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Confira trechos:

- Queria saber de vocês, devido a tantas declarações sobre a atual cena do Metal brasileiro, qual o pensamento da banda a respeito disto, o porquê dos fãs darem tanto valor ao que vem de fora e não valorizarem as bandas nacionais?

Eu acho justo todo esse valor que se da às bandas de fora. Eu lembro, por exemplo, da década de 90 eram raros os shows de Metal no Brasil, quando tinha um todo mundo queria ir, então agora a gente não pode ficar tacando pedra nas bandas que vem tocar aqui simplesmente porque tem show pra caramba. Ir em show internacional é uma coisa, não ir em show underground é outra, a galera tem que entender que as bandas nacionais custeiam tudo aquilo que está sendo feito: CD, arte, divulgação… e se não tem o retorno, por exemplo, em um show, a tendência é acabar mesmo, não tem como você ficar pagando e não ter nenhum retorno, mesmo que este retorno não seja financeiro, e eu acho que a maioria das bandas nem se preocupa com isso senão não estariam no underground, o que a banda geralmente procura é o retorno de público, e você ir tocar em um show pra 20 pessoas é algo frustrante, algo que não da pra entender. Mas vai culpar o público? Não, muitas vezes a culpa é dos próprios produtores que ainda são amadoras, que acham que um cartaz no Facebook vai ser o suficiente pra divulgar o evento, e a gente sabe que não é assim. Então a primeira coisa que tem que entender é que um evento internacional tem a divulgação necessária, e isso nem sempre acontece com os eventos underground. Pega o Iron Maiden, põe num show underground sem divulgação e vê se vai dar mais de 100 pessoas.

- Gostaria de saber se a temática Tolkien ainda estará presente em algumas novas músicas?

Bom, a gente nunca pode afirmar que não vai mais fazer isso, mas a banda amadureceu, e tem várias outras que exploram essa temática e a ideia é buscar sempre algo que os outros não estejam fazendo. Se formos falar de Fantasia, tentaremos procurar alguma coisa que não necessariamente seja Tolkien.

- Vale a pena fazer shows de abertura para bandas internacionais?

Sim, vale a pena, você acaba tendo um público mais amplo que o seu, toca para pessoas que não vão em shows underground. Então tocar para outros públicos é sempre importante. Não vale a pena quando você tem que pagar, e a realidade do Brasil é essa, geralmente se cobra de bandas para a abertura de shows internacionais, e a nossa postura sempre foi a de que não vale a pena pagar. No Brasil isso é um comércio, infelizmente os produtores não incentivam o Metal Nacional selecionando as melhores bandas, geralmente mais cobrando. A gente tem sorte de ter contato com pessoas mais honestas, mais íntegras, que convidam a gente pra tocar sem precisar pagar.

‘Raving Souls Society’ foi gravado no Casanegra Studios e no Bar dos Bardos Studios durante os meses de janeiro e dezembro de 2011 e já está disponível pela Shinigami Records.

Para adquirir uma cópia deste CD, visite a loja virtual da Shinigami Records (www.shinigamirecords.com.br), entre em contato por email (lothloryen.oficial@gmail.com) e procure nas melhores lojas especializadas do ramo.

Contato para shows e merchandise: lothloryen.oficial@gmail.com

Sites Relacionados:
http://www.lothloryen.com
http://www.facebook.com/leogodde
http://www.metalmedia.com.br/lothloryen

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Lothloryen"

Orgulho NacionalOrgulho Nacional
As capas mais bonitas por artistas brasileiros

Metal NacionalMetal Nacional
As 10 melhores músicas de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Lothloryen"

KissKiss
Vídeo com Gene Simmons em cenas de sexo?

Cinco contra um?Cinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

DiscórdiaDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas

5000 acessosAs regras do Thrash Metal5000 acessosFotos de Infância: Arch Enemy5000 acessosVH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos5000 acessosKiss: o Brasil acreditava que a banda matava pintinhos nos shows5000 acessosStryper: Tom Araya fala sobre demônio, sai do palco e vai rezar5000 acessosSepultura: as dez canções mais subestimadas da banda

Sobre Débora Brandão

Responsável pela Metal Media Management, cresceu ouvindo clássicos do Rock n' Roll e Heavy Metal por influência de seus pais. Em 2007 iniciou sua carreira na área da música trabalhando em uma gravadora nacional e fundando uma assessoria de comunicação voltada a bandas de Rock/Metal. Hoje, com grandes nomes no Roster, a Metal Media é uma das empresas que mais apoia e acredita no Metal Nacional.

Mais matérias de Débora Brandão no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online