O preço da fama: desmaios, falta de sono, vômitos no palco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/11/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Por Paul Resnikoff

O que aconteceu com ficar chapado ao lado de groupies e destruir quartos de hotel? Talvez tudo isso esteja no retrovisor dos astros do rock de hoje em dia. Porque atualmente, a fama na indústria musical parece ser inseparável de turnês mundiais constantes, atividade incessante em redes sociais, além de infindáveis gravações e colaborações com outros artistas… Isso tudo apenas para manter-se relevante. O resultado parece ser óbvio: os artistas estão trabalhando à exaustão, mesmo nos níveis mais altos de sucesso.

1721 acessosAnos 90: Antes da Internet as Fitas K7 eram a Salvação no Rock5000 acessosGuitarra: em vídeo, o solo mais destrutivo que você já viu

Com certeza é difícil apontar para as razões exatas para incidentes como esse. Mas todos esses músicos são relativamente jovens, e ainda assim, tem programações incrivelmente exigentes.

ABRIL DE 2012:

RICK ROSS sofre sua terceira convulsão, forçando o cancelamento de um show na Guiana.

No fim do ano passado, após uma sucessão de desmaios, Ross culpou sua incansável disposição para trabalhar. “Foi devido a eu não descansar o suficiente, não dormir o suficiente”, disse ROSS ao canal BET. “Ser a gravadora que mais rápido cresce nesse jogo, querer ser o número um da indústria, isso vem com muito sacrifício e no meu caso, foi o sono. Eu dormia por duas horas e continuava.”

OUTUBRO:

LADY GAGA vomita várias vezes durante um show em Barcelona, antes de continuar a apresentação. Comentou-se que Gaga teria uma infecção estomacal. Um incidente parecido ocorreria logo depois na Romênia, no qual ela teve que sair do palco para vomitar, e do mesmo modo, continuar o show.

SEMANA PASSADA:

O rapper Lil’ Wayne tem dois desmaios, um levando a uma aterrissagem de emergência [como no caso de Ross]. Desidratação e enxaquecas foram citadas como fatores contribuintes, com Lil’ Wayne também culpando uma programação intensa de trabalho pelo problema [apesar de outras causas terem sido especuladas...]

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Anos 90Anos 90
Antes da Intenet as Fitas K7 eram a Salvação no Rock

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Indústria Musical"

FaraônicoFaraônico
Homem constrói mansão para abrigar seus LPs de vinil

Lojas de DiscosLojas de Discos
A desgraça e o calvário de se trabalhar em uma

Heavy MetalHeavy Metal
Documentário aborda preconceito contra negras

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Indústria Musical"

GuitarraGuitarra
Em vídeo, o solo mais destrutivo que você já viu

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Bruce Dickinson, do Iron Maiden, antes da fama

CuriosidadesCuriosidades
10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

5000 acessosIron Maiden: a fotografia de "The Final Frontier"5000 acessosPara tocar: O que são tablaturas e como usá-las?5000 acessosGuitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz5000 acessosJason Newsted: o que ele achou do "Hardwired" e do trabalho de Trujillo?5000 acessosBilly Joel: a verdade sobre a canção We Are The World3932 acessosMegadeth: pirataria causou baixos números de Super Collider?

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online