Jeff Scott Soto: memórias ruins de quando cantou para Malmsteen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renato Rossini, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista JEFF SCOTT SOTO (TALISMAN, TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA) foi entrevistado no programa grego Rock Overdose em março de 2013. Um trecho da conversa segue abaixo:

1184 acessosYngwie Malmsteen: vídeo raro o mostra tocando bateria e cítara5000 acessosMetallica: Bob Rock revela segredos do "Black Album"

RockOverdose.gr: Você primeiro ganhou proeminência durante seu trabalho com YNGWIE MALMSTEEN. Passou bastante tempo desde então, mas quais são suas lembranças daquela época?

Jeff Scott Soto: “Foi um grande momento, mas também foi um tempo de memórias ruins. Aprendi mais do que esperava logo após me juntar a ele, e digo isso de uma maneira negativa! Os negócios são feios, e as pessoas das quais você se cerca você não pode confiar... não culpo o Yngwie, mas ele estava nesse negócio por ele mesmo, e nós, como sua banda de suporte não tínhamos apoio, sem chance nenhuma de crescer ou fazer alguma coisa por nós mesmos enquanto estávamos com ele. Claramente você pode ver porque eu saí logo após começar com ele, mesmo com 19 anos de idade, eu sabia que tinha muito mais a oferecer como artista.”

Para a entrevista completa acesse o link abaixo.

http://www.rockoverdose.gr/news_details.php?id=20683

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 22 de março de 2013
Post de 28 de outubro de 2014
Post de 03 de fevereiro de 2017

Rock e MetalRock e Metal
7 bandas/artistas que você pronuncia o nome errado

1184 acessosYngwie Malmsteen: vídeo raro o mostra tocando bateria e cítara204 acessosBlend Guitar: momentos inesquecíveis de Yngwie Malmsteen0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Yngwie Malmsteen"

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
Temperamento destruiu sua carreira, diz Vescera

MalmsteenMalmsteen
"A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
O lado bom desse cara pra lá de mala

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Jeff Scott Soto"0 acessosTodas as matérias sobre "Yngwie Malmsteen"

MetallicaMetallica
Bob Rock revela segredos do "Black Album"

Paul DiAnnoPaul Di'Anno
"Harris é como Hitler e estar no Maiden é entediante!"

A7XA7X
Curiosidades sobre a banda que talvez você não saiba

5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas5000 acessosAngra: A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída5000 acessosDetonator: Mais compartilhado que o funk ostentação de MC Gui5000 acessosManowar: "Nunca fui fã e não gosto do Kiss" - diz Eric Adams5000 acessosReligiões: as guerras santas abordadas em letras de Heavy Metal

Sobre Renato Rossini

Renato Rossini, nascido em 27/09/1984 em São Caetano do Sul. Formado em Relações Internacionais, mas trabalha com informática (?!?!). Ouve heavy metal desde os 8 ou 9 anos. Começou com os clássicos, Metallica, Iron Maiden, Black Sabbath, mas hoje em dia ouve de tudo quando o assunto é metal. Pra variar tem uma banda, onde toca bateria.

Mais matérias de Renato Rossini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online