Rex Brown: o nome Pantera ainda invoca muito respeito

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 08/03/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O ex-baixista do PANTERA e do DOWN, REX BROWN, lança sua autobiografia esse mês, e ele próprio sentou-se para discutir alguns pontos cobertos no livro em uma nova entrevista.

3288 acessosPantera: não vai rolar reunião alguma, esqueça5000 acessosResenha - Sgt. Peppers - Beatles

“Foi mais catártico pra mim do que qualquer outra coisa”, ressalta Rex sobre sua experiência ao escrever “Official Truth, 101 Proof: The Inside Story of Pantera”.

“Foi muito mais difícil do que eu esperava, mas eu acho que ficou ótimo. Escrever um livro não é fácil, cara. [risos] Tentar colocar todas aquelas palavras ali, todas as histórias, e tudo mais em 320 páginas foi realmente difícil. Poderiam ser mais de 900 páginas, mas nos certificamos que não fosse, entende? Quanto a ser estranho, eu nunca diria que foi estranho, porque eu tinha uma historia pra contar, e ela finalmente está saindo pra todo mundo semana que vem.”

“Éramos quatro indivíduos completamente diferentes, mesmo no começo, mas tínhamos aquela obstinação de sermos o melhor que pudéssemos ser”, ele ainda fala sobre ele e seus colegas do Pantera. “Nós só estivemos em uma jornada louca que nos levou ao topo e que foi surreal algumas vezes. Não foi sempre bom e divertido, mas no fim das contas, você menciona o nome Pantera e o montante de respeito que o nome traz é algo que eu tenho certeza que todos temos muito orgulho até hoje.”

“Eu não tenho nenhum arrependimento. O único arrependimento que tenho é com o que aconteceu com Dime, mas eu não tenho controle sobre aquilo. É uma pena que uma porra dum desequilibrado decidiu fazer aquilo pra alguém tão especial nesse mundo. E é uma vergonha maior ainda não sabermos nunca o que poderia ter acontecido. Como eu disse no livro, se Dime estivesse junto, acredito que ainda estaríamos fazendo um som juntos. Pra falar francamente, eu não tenho nenhuma porra de arrependimento. Você pode sempre olhar pra trás e ver que poderíamos ter feito as coisas de modo diferente, mas a vida é assim no geral. Você vive e aprende.”

Entrevista na íntegra [em inglês]:
http://tinyurl.com/bxujao9

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 08 de março de 2013

PanteraPantera
Não vai rolar reunião alguma, esqueça

469 acessosResenha - Great Southern Trendkill - Pantera1361 acessosPantera: Apenas Demonstração Vulgar1178 acessosPantera: série de emojis da banda sai em setembro0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pantera"

PanteraPantera
Vinnie Paul fala sobre o fim da banda à Metal Hammer

TatuagensTatuagens
Homenagens a Pantera e Dimebag na pele dos fãs

LoudwireLoudwire
As várias faces de Phil Anselmo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"

Sgt. PeppersSgt. Peppers
Tudo sobre o mais importante álbum da história do rock

AC/DCAC/DC
Setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose

5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City5000 acessosJohnny Z: Uma invejável coleção de heavy metal5000 acessosGuns N' Roses: Como Slash explica a separação em sua biografia?5000 acessosO Rock Morreu: mas a boa notícia é que ele está embalsamado3818 acessosÁlbuns Homônimos: algumas pérolas que levam o mesmo nome da banda

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online