Ratt: no auge da carreira, groupies no café, almoço e jantar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

Em uma entrevista em abril de 2005, com a FOX NEWS, o vocalista do RATT, STEPHEN PEARCY, discutiu sua autobiografia, "Sex, Drugs, Ratt & Roll: My Life In Rock", da editora Simon & Schuster.

Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock

Iron Maiden: "se as bandas de metal mandassem no mundo..."

Um trecho traduzido da entrevista pode ser lido abaixo.

Q: Você escreve que pensou que o hair metal não duraria pra sempre.

"Quando ouvimos nossa música na rádio pela primeira vez, Robbin [Crosby, guitarrista] e eu dissemos, ‘Vamos meter a cara nisso’, e achamos que não ia durar nem um ano ou dois. Mas quer saber? Ainda estamos fazendo shows, ainda estamos fazendo discos. As coisas não mudaram muito além de termos ficado mais velhos, mais espertos, temos filhos."

Q: Você não deixava por menos, muitas groupies.

"Eu só meio que apliquei uma ordem a mim, ‘Você tem que ter café da manhã, almoço e jantar’".

Q: Então você tinha três mulheres diferentes todo dia?

"Sim, é bem com isso que eu tentei me acostumar a ter. O lance é que naquela época não era bem um conceito. Poderia ter sido quatro vezes por dia. Poderia ter sido uma. Eu só deixei rolar. Eu disse, ‘Eu vou me divertir’."



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock

Iron Maiden: se as bandas de metal mandassem no mundo...Iron Maiden
"se as bandas de metal mandassem no mundo..."


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin