Satriani: esconder a técnica e fazer o ouvinte pensar que é fácil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 14/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O Lendário Guitarrista JOE SATRIANI é o novo convidado em uma entrevista com a Metal Express Radio. Um trecho desta conversa está disponível abaixo.

1930 acessosJoe Satriani: guitarrista volta ao Brasil em agosto, diz jornal5000 acessosMomentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outros


MER: Já faz três anos desde seu último álbum, Black Swans Wormhole Wizards. Como estes anos influenciaram sua composição?

Joe: “Há muita atividade em minha própria banda, assim como o CHICKENFOOT, por quem fui influenciado. Eu toquei com Sammy Hagar fazendo este tributo a Ronnie Montrose. Eu também fiz três turnês do G3 na América do Sul, Austrália e Europa. Foi extremamente divertido, um tempo artisticamente recompensador e acabou que fiquei indo e voltando de casa por dois meses, que é quando eu sento para escrever um novo disco. Foi um tempo bem excitante para mim desde meu último álbum.”

MER: Como você constrói suas música? O AC/DC ou STATUS QUO constroem as coisas a partir de um simples riff, mas sua música é muito complexa. Qual seria o ponto de partida quando você compõe?

Joe: “Toda música parece ter uma criação bem incomum e uma história própria. Algumas delas começam com uma simples melodia e eu posso ficar preso nisso por meses. A música ‘Three Sheets To The Wind' tem uma melodia muito forte, mas não tinha intenção de adicionar o piano até o final. Isto passou por um processo de arranjo muito interessante por algumas semanas. Outras peças foram escritas e gravadas de uma vez, como 'I`ll Put A Stone On Your Cairn'. Essa foi gravada rapidamente em alguns minutos e logo finalizada. Então o que estava no álbum foi o que eu gravei logo de primeira.”

MER: Por mais que sua música seja complexa, a técnica nunca atrapalha as fortes melodias. Você acerta aonde muitos guitarristas se perdem em feitiçaria técnica. A melodia é o aspecto mais importante de sua música?

Joe: “Você está correto. Eu não sou um desses caras que fica impressionado com arranjos complexos. Eu vejo vários músicos se esforçando para encher as páginas com a maior quantidade de pontos possível. A coisa mais fácil é escrever algo complexo e contratar alguém para tocar, mas eu não gosto disso. Não há excitação ou animação artística. Para mim, eu quero ouvir a coisa mais simples e mais devastadora. Isso que eu aspiro. Eu gosto de esconder a técnica e fazer o ouvinte pensar que é fácil de se tocar.”

Para ler a entrevista completa, em inglês, acesse:
http://metalexpressradio.com/menu.php?main=interviews&id=104...

Joe Satriani foi uma força incontrolável na cena musical por mais de 27 anos. Agora o guitarrista anuncia sua turnê completa nos Estados Unidos e a primeira a cruzar o Canadá, divulgando seu último álbum, “Unstoppable Momentum”. A viagem deve começar em 29 de agosto em San Diego, na Califórnia.

Para mais informações e ingressos, visite: http://www.satriani.com/splash/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Joe SatrianiJoe Satriani
Guitarrista volta ao Brasil em agosto, diz jornal

207 acessosMarcos de Ros: Joe Satriani, o timbre está nos dedos?726 acessosChikenfoot: best of mais material ao vivo568 acessosJoe Satriani: "Eu nunca gostei de aulas de demonstração"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Joe Satriani"

ChickenfootChickenfoot
Hagar: "Joe é o melhor guitarrista com quem já toquei!"

Joe SatrianiJoe Satriani
"Kirk Hammett foi um ótimo aluno"

Joe SatrianiJoe Satriani
Cinco álbuns favoritos fora do lugar comum

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Joe Satriani"

BizarricesBizarrices
Ozzy Osbourne, Rolling Stones, The Who e outros

Metal/HardMetal/Hard
Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

About.comAbout.com
Site elege os cinco melhores álbuns do Slayer

5000 acessosHeaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbum5000 acessosMetal: Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gênero5000 acessosRock Stars: como se pareceriam alguns se não tivessem morrido4834 acessosAlice Cooper: possuído pelo espírito de uma bruxa morta em 16925000 acessosOrange.co.uk: site lista os rockstars mais controversos5000 acessosIgreja Universal: "curando" fã do Dimmu Borgir?

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online