Phil Anselmo: vocalista adoraria conhecer David Lee Roth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 23/07/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

John Gehrig do Sic Asylum recentemente conduziu uma entrevista com o ex-vocalista do PANTERA e atualmente DOWN, Philip Anselmo. Alguns trechos desta conversa estão disponíveis abaixo.

5000 acessosTop 20: os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR5000 acessosRatos de Porão x Iron Maiden: resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson

Sic Asylum: Você teve a chance de tocar com lendas da música, como Rob Halford, o SLAYER e o ANTHRAX também, assim como incontáveis outros. Há alguém que você ainda deseje dividir um palco?

Anselmo: "Quando eu toco com outras bandas é sempre um convite primeiro. Eu não subo lá e arruíno o set de alguém ou algo dessa forma. Então saiba isso. Eu sou convidado para subir lá. Mas com certeza, cara, sempre há gente que eu adoraria conhecer. Seja para tocar ou não. Sabe o que é engraçado? Eu nunca me encontrei com David Lee Roth e esse é um cara que eu adoraria conhecer, só pra dizer um oi e apertar suas mãos como uma das minhas primeiras influências e um dos grandes vocalistas de sua era. Tenho muito respeito por David Lee Roth."

Sic Asylum: Qual a seria a melhor música que você já compôs, a música que você tem mais orgulho ou algo assim?

Anselmo: "Bem, eu amo 'New Level' do PANTERA. Eu amo a mensagem, a música, eu amo o poder da música e o que ela faz pelas pessoas na plateia, a participação da audiência - eu amo isso. Essa música particular, mas você sabe, quando você pega uma banda como DOWN é difícil de ignorar 'Burry Me In Smoke', é muito difícil de ignorar. Eu não sei, essa é uma pergunta difícil, Jack."

Sic Asylum: Os fãs e a mídia sempre estão tentando coroar uma banda como "o novo PANTERA". Enquanto nenhuma banda segue esses passos, há bandas como o LAMB OF GOD e o MACHINE HEAD que já ganharam esse selo. Há alguma banda que você confie para receber esta tocha?

ANSELMO: "Esta é uma pergunta bizarra, porque eu ouço as influências que você está falando. Eu entendo, mas mais uma vez, como você disse, isso já foi feito. O PANTERA abocanhou uma parte das massas que eu nunca poderia prever enquanto jovem, e eu não previ isso porque sou um pessimista por natureza e esse tipo de sucesso é como uma surpresa, uma merda que acontece uma vez na sua vida de uma forma estranha. Se você faz isso mais de uma vez na vida, você deve estar realmente fazendo algo bom, mas eu não ligo para as massas. Eu realmente não ligo. Para mim, eu gosto de fãs mais progressistas quanto às coisas modernas. Eu realmente amo o underground no heavy metal extremo. O Underground não é chamado de underground a toa. O underground significa que há limitado número de fãs que gostam de uma certa banda, ou mesmo de um certo movimento ou gênero e sub-gêneros. Agora é o underground que está funcionando para mim, acho que se você olhar no meu histórico de trazer bandas como o SOILENT GREEN, EYEHATEGOOD, CROWBAR, NEUROSIS, SATYRICON, MORBID ANGEL e transformá-los em grandes nomes. Meu coração sempre foi uma merda underground com camisas do DARKTHRONE, PORTAL, GHOST antes delas se tornarem chiques. Esse sou eu, cara. O Heavy Metal foi gentil comigo. Minha primeira reação sempre foi de retribuir. Se retribuir significa levar bandas em turnê ou até levá-las à Billboard, eu não me importo em ser esse cara."

Sic Asylum: Parece que as pessoas ficam revirando as merdas com você.

Anselmo: "Eles fazem, constantemente. Mas é assim que a mídia de massas trabalha. É como você ler algo sobre você, ele deveria ser um review de seu último álbum, por exemplo, meu novo disco, 'Walk Through Exits Only'. Eu leio a review e de alguma forma eles encaixam o fato que eu usava heroína. Cara, eu não uso drogas há 9 malditos anos. Quando vão esquecer isso? A mídia não esquece, então quer saber, o que diabos posso fazer quanto a isso? Deixe eles escreverem essas merdas, não importa. Contanto que continuem falando sobre mim na imprensa, então podem continuar. O que diabos posso fazer? Não posso fazer nada que não seja ser eu mesmo e continuar indo para frente."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Top 20Top 20
Os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR

445 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

RockstarsRockstars
Veja algumas fotos antes da fama - parte 2

Rob HalfordRob Halford
O choque que foi ouvir o Van Halen pela primeira vez

Zakk WyldeZakk Wylde
Comentando os clássicos debuts do Van Halen e Guns

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Phil Anselmo"0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

Ratos x MaidenRatos x Maiden
Resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson

Futebol e rockFutebol e rock
As paixões de Harris, McCartney, Daltrey e outros

Heavy MetalHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos

5000 acessosHair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesado5000 acessosSeparados no nascimento: Ian Hill e Stênio Garcia5000 acessosBlack Metal: o cotidiano fascinante dos fãs adolescentes5000 acessosJoão Gordo: Ed Motta tem razão, brasileiro não tem noção mesmo!5000 acessosMetal: os dez melhores guitarristas da atualidade5000 acessosSteven Adler: ele queria ser um Rockstar desde os treze anos

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online