Legião Urbana: Bonfá e Dado falam sobre liminar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Nascimento, Fonte: Ilustrada -Folha de São Paulo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 21/07/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos comentaram numa matéria da Folha de São Paulo sobre a ordem liminar do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que permitiu os músicos a retomarem o direito de uso da marca LEGIÃO URBANA numa ação movida pelos músicos contra a Legião Urbana Produções Artísticas, firma criada por Renato Russo juntamente com os músicos no ano de 1987 e que atualmente é adminstrada pela família de Renato Russo.

372 acessosRenato Russo: começam a ser vendidos ingressos para a exposição5000 acessosIron Maiden: "se as bandas de metal mandassem no mundo..."

O baterista comemorou sobre a ordem judicial e criticou a família de Renato Russo: "Eu fico muito feliz com esse resultado. Essa decisão foi aceita com base em fatos. O que é chato é a gente [Bonfá e Dado Villa-Lobos] ter que se mobilizar. Do lá de lá [dos herdeiros do cantor] sempre teve um empenho em nos excluir. O Renato sempre foi uma pessoa muito democrática, sempre abriu espaço para a gente se expressar, sempre dividiu tudo. A história foi construída pelos três. Eu entreguei minha vida àquilo durante anos, para chegar alguém numa hora e dizer 'perdeu', não pode mais usar?".

Dado por sua vez considera que a decisão corrige " um erro histórico" e assim como Bonfá fez críticas a família do vocalista: "É uma questão ética, é a justiça sendo feita. Como assim, eu não posso homenagear a todos nós da Legião? Foi o caso da MTV, do Rock in Rio, uma série de dificuldades. Fomos convidados para tocar no Lupaluna [festival de Curitiba], mas eles não autorizaram. Existia essa urgência de se livrar dessa condição incômoda e bizarra. É a chance de reverter um erro histórico. A gente nunca foi uma banda com pensamento corporativo, de pensar em marca. Todo mundo era sócio da empresa, depois cada um montou a sua, mas gerou toda essa confusão depois da morte do Renato".

Giuliano Manfredini, herdeiro e único filho de Renato Russo, não atendeu aos pedidos da Folha de São Paulo para uma entrevista mas a Legião Urbana Produções Artísticas através do assessor de imprensa Ruy Nogueira deu a seguinte declaração: "Em todas as oportunidades em que eles [Dado e Bonfá] pediram autorização para usar a marca, em projetos como Rock in Rio e aquele da MTV, ela foi dada na hora. Nunca foram cobrados, pelo contrário, receberam. Sempre foram tratados como membros da banda. Recentemente, eles fizeram uma turnê pelo Uruguai usando o nome da banda. Nos termos da lei, isso não foi legal, mas jamais foram impedidos. O Giuliano ficou muito decepcionado com esse comportamento dos dois. Ele é o único herdeiro da memória do pai dele, não é um parasita, sempre incentivou a difusão do nome e da obra do pai.Todo mundo faz parte da história da banda. A história é uma coisa, mas direito da marca é outra. Existe a legislação, o Giuliano é o dono e não abre mão desse direito. Não queremos provocar um bate-boca. Se eles optaram por discutir na Justiça, é lá que vamos discutir".

A matéria na íntegra pode ser lida no link abaixo:
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2013/07/1313682-famil...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

372 acessosRenato Russo: começam a ser vendidos ingressos para a exposição841 acessosTitãs, Lobão, Ultraje, Legião: o Brasil era do rock há 30 anos1628 acessosLobão: confira a capa de Guia politicamente incorreto dos anos 800 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Legião Urbana"

Ô NébiaÔ Nébia
Pastor Arnaldo cita Legião, Cazuza e Metallica

Legião UrbanaLegião Urbana
A verdadeira história de "Faroeste Caboclo"?

NX ZeroNX Zero
Junto com Wesley Safadão em rockão da Legião

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Legião Urbana"

Iron MaidenIron Maiden
"Se as bandas de Metal mandassem no mundo..."

Iron MaidenIron Maiden
A concepção original e os primórdios do mascote Eddie

Iron MaidenIron Maiden
Conheça a equipe e família que viaja com a banda

5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19925000 acessosHeavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire5000 acessosKiss: Peter Criss toca guitarra no Carnaval de São Paulo?5000 acessosBlack Sabbath: 12 bandas influenciadas pelos mestres nos detalhes1551 acessosCosméticos: o segredo da pele viçosa de Mick Jagger

Sobre André Nascimento

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de André Nascimento no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online