Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemEsposa de Rafael Bittencourt revela o que mais a atraiu no começo do namoro

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...

imagemNovo clipe do Megadeth ultrapassa meio milhão de visualizações no Youtube

imagemSepultura faz primeiro show com o guitarrista Jean Patton

imagemOzzy Osbourne libera clipe da nova música "Patient Number 9", faixa do novo álbum


Stamp

Edu Falaschi: uma longa e honesta entrevista para o LoKaos

Por Nacho Belgrande
Fonte: LoKaos Rock Show
Em 15/10/13

O vocalista EDU FALASCHI, líder do ALMAH e frontman emérito do ANGRA, nunca se privou de declarar exatamente o que pensa, o que o tornou uma figura bastante controversa no cenário musical nacional. Com uma carreira forjada a ferro e fogo ao longo de mais de vinte anos num dos nichos mais dicotômicos e autocanibalizantes de que sem tem notícia – o Heavy Metal brasilis – Falaschi não tem mais nada a provar.

Foi nessa confortável posição que o músico gentilmente recebeu seu homônimo, o repórter EDU ROX, do LoKaos Rock Show, para uma entrevista no fim de Setembro. O bate-papo, inicialmente uma conversa que só visava dissecar no novo – e excelente - trabalho do Almah, serviu também de plenário para a mente inquieta e franca de Falaschi, e no que provavelmente foi a entrevista em vídeo mais longa de sua trajetória, não ficou pedra sobre pedra.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Imagens e edição: Marcus V. Sobral

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.