Eddie Van Halen: fotos de sururu bacanálico épico em sua mansão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos


No dia 30 de Setembro de 2006, um evento grandioso ocorreu na famosa propriedade 5150. EDDIE VAN HALEN foi o anfitrião de uma festa extravagante de decadente para celebrar o lançamento do filme de um amigo. O amigo era Michael Ninn, e o filme era 'Sacred Sin'. Tratava-se na verdade de um filme erótico, e pra surpresa da maioria de seus fãs, Eddie Van Halen contribuíra com duas faixas para o filme.

Van Halen: a banda acabou, de acordo com David Lee RothKeith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugar

O site VHND - que também comanda a loja oficial da banda, a Van Halen Store, foi credenciado para a festa.

O site já havia visitado o estúdio '5150' de Eddie algumas vezes antes para conduzir entrevistas para a revista The Inside, mas ficou surpreso ao ser convidado para a casa dele. Aquela era uma oportunidade inesperada. Boatos davam conta que Eddie até tocaria num palco montado em seu próprio quintal! Haveriam vários astros do rock, estrelas pornô, todo tipo de gente fascinante. Claro que o VHND não perderia essa. O texto abaixo é um relato do evento ilustrado com fotos, de modo que os leitores possam ser postos naquela experiência tanto quanto possível sem terem estado lá de fato.

Os convidados se encontravam em um estacionamento enorme e eram levados de van até a mansão de Eddie nas colinas de Hollywood.

As primeiras impressões da casa... grandes portões eletrônicos levavam até uma viela bem íngreme. No topo dela ficava uma casa incrível toda montada pra festa. Havia centenas de painéis feitos de flores frescas, pétalas de rosa por todo canto, milhares de velas por toda a propriedade.

Nós entramos na festa e passamos pela porta da frente. Logo após a porta havia um enorme open bar. Bebidas à mão segundos depois de entrar. A direita estava a biblioteca/sala de piano de Eddie. Nela estavam o piano de cauda dele e prateleiras de livros do chão até o teto. Pendurados nos tetos - altos como os de uma igreja - estavam acrobatas tipo 'Cirque du Soleil' balançando e dando piruetas suspensos por um aparato preto.

O próximo cômodo que entramos era a sala de visitas principal. A medida que começamos a nos aclimatar, fomos surpreendidos ao ver Eddie sentado em um sofá e cercado de gente, tocando sua guitarra 5150 vermelha! Com várias centenas de convidados, não esperávamos ver Eddie sentado e tocando de bobeira logo de cara.

Você mal conseguia andar por três metros sem trombar com uma garota vestindo apenas tinta e penas, gostosas servindo aperitivos ou mulheres encharcadas saídas da piscina do lado de fora, fosse pra procurar o banheiro, fosse pra pegar mais uma bebida.

Também parecia que você não conseguia andar três metros sem dar de cara com o próprio Eddie Van Halen, já que ele fazia um excelente trabalho indo de convidado em convidado, encontrado as pessoas e posando para fotos. Ele passou pelo menos um rápido momento com cada uma das centenas de pessoas que se aproximavam dele.

Eddie parecia bem. Tal como Frank Meyer do The Feed colocou: "Ele estava muito feliz, posando pra fotos com qualquer um que pedisse. Eddie estava com uma aparência ótima... exatamente o Deus Imortal da Guitarra que você quer que ele seja."

Eddie passou a maior parte da noite socializando, e fazendo palhaçada com todos os convidados. Não teria como ele ser mais gentil ou mais acolhedor com todo mundo. Passamos vários minutos apenas assistindo a ele ser bombardeado pelas pessoas.Foi estranho. A noite toda, fosse lá em qual sala ele estivesse, as pessoas o cercavam, e o grupo só crescia. Nós nos perguntamos se ele se sentia meio como um animal em um zoológico, com todo mundo querendo uma foto. Ainda assim, ele posou pacientemente, foto após foto após foto. Ele abriu as portas de sua casa para todos nós e parecia um velho amigo para todo mundo. Ele foi muito agradável e receptivo.

Alguns de nós viram o guitarrista do GUNS N' ROSES, Dizzy Reed tocando o piano de cauda de Eddie. Ficamos sabendo que Owen Wilson, Shannon Elizabeth e James Woods também estavam lá, e podem ter estado, mas não os vimos.

Enquanto caminhávamos pela mansão, notamos que Eddie aparentemente não se importava em deixar vários de seus prêmios à mostra, à total vista de todo mundo na festa. Havia um Grammy que o Van Halen ganhou, alguns prêmios da MTV, e minirréplicas das famosas guitarras listradas. Fotos de família adornavam as paredes, a maioria de seu filho, Wolfgang. Outras curiosidades de sua casa incluíam uma quadra fechada de squash que fora transformada em atelier pra festa, uma academia, uma enorme cozinha gourmet. Apesar de ser uma propriedade grande, ela proporcionava uma sensação de conforto e aconchego também.

Do lado de fora, o paisagismo e a iluminação era inacreditáveis. Haviam centenas de luzes decorativas do tipo natalino e velas também, dando ao quintal todo um visual quase etéreo. Lanternas asiáticas também estavam por todo canto, mais flores, mais pétalas de rosa, mais acrobatas Cirque du Soleil homens e mulheres suspensos bem alto em estruturas de trapézio. Grandes áreas para os bares abarrotadas com bebidas exóticas e garçonetes servindo calcinhas fio-dental e doses de tequila.

A atração principal era o palco, ramificado com outros palcos menores com garotas dançando. Eddie não perdeu tempo - no começo da noite, ele subiu no palco e deu as boas-vindas a todo mundo, convidado a todos para 'chapar e se divertir'. Ele então começou a mandar ver na guitarra por cerca de 40 minutos, tocando com a banda de Los Angeles STARFUCKERS, que tem Eric Dover do JELLYFISH e SLASH'S SNAKEPIT e o ex-vocalista do MÖTLEY CRÜE, JOHN CORABI. Essa tinha sido uma das poucas apresentações de Eddie desde a última turnê do Van Halen em 2004, e assim sendo, um grande presente pros fãs que estavam lá.
Set List:

"Eruption"
"Cathedral"
"Rebel Yell"
"Jump"
"Ain't Talkin' 'Bout Love"
"You Really Got Me"
"Panama"

Ed tocou muito bem e estava claramente se divertindo. Ele acabou o show com seu famoso chute 'tesoura voadora'. Ele então sorriu pra plateia e disse: "Isso sim foi DIVERTIDO!"

Depois de Eddie sair do palco, a farra com certeza não havia acabado... uma mulher atraente subiu ao palco literalmente cuspindo fogo! Ela foi seguida por garotas dançando seminuas, que por sua vez foram seguidas por pirofagistas mulheres em trajes escandalosos.

A enorme piscina estava incrível, já que muitas mulheres, algumas de topless, estavam nadando, e algumas delas escorregando pelo tobogã do tamanho do de um parque aquático. Algumas das garotas da piscina estavam sendo bem amigáveis umas com as outras. Vamos deixar os detalhes para a sua imaginação.

Não muito longe da piscina ficava um belo gazebo com uma cadeira de balanço, dando sobrevista para a casa e a piscina. Perto do gazebo, uma grande vaca[!] de mentira com a qual posamos para uma foto.

Mais tarde, alguns convidados que estavam reunidos perto do piano de cauda se deram muito bem, quando de repente, Eddie entrou na sala, sentou-se ao piano e começou a tocá-lo sem muito esforço. Ele tocou uma música fabulosa por alguns minutos e então parou do nada e disse: "Preciso de mais cigarros", e sumiu. Ficamos realmente chocados pela beleza daquela composição ao piano. Ed parecia um tipo de cientista louco: ele fica vagando pela sala, e até de repente, uma explosão de emoção e melodia transbordar de dentro dele. E daí ele desapareceu. As pessoas ficaram boquiabertas.

Eddie tem um prato de bateria autografado por seu irmão Alex pendurado na parede. Alex escreveu:

"3 Passos fáceis para se tornar um músico rico:

1] Pratique

2] Pratique

3] Encontre petróleo!"

A festa acabou no típico 'Estilo Hollywood', quando uma mulher que tinha 'curtido' um pouco demais vomitou por todo canto e daí desmaiou. Ela então foi carregada pro lado de fora com seu vestido levantado, revelando o fato de que ela escolhera sair sem calcinhas naquela noite. Saímos da festa ao mesmo tempo em que um caminhão de bombeiros e paramédicos estavam chegando.

A festa foi o que qualquer um poderia ter imaginado - ir à casa de um astro do rock para uma festa louca nas colinas de Hollywood. O evento foi definitivamente ultrajante e surreal - uma noite divertida e ultrajante que nenhum dos presentes jamais esquecerá.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Tablóide"Todas as matérias sobre "Van Halen"Todas as matérias sobre "Eddie Van Halen"


Van Halen: a banda acabou, de acordo com David Lee RothVan Halen
A banda acabou, de acordo com David Lee Roth

Van Halen: David Lee Roth diz que criou tudo na banda, até solos de EddieVan Halen
David Lee Roth diz que criou tudo na banda, até solos de Eddie

Sammy Hagar & The Circle: os sucessos do Van Halen pela primeira vez no Brasil em marçoSammy Hagar & The Circle
Os sucessos do Van Halen pela primeira vez no Brasil em março

Van Halen: David Lee Roth reclama de hiato e diz não saber o que acontecerá com a bandaVan Halen
David Lee Roth reclama de hiato e diz não saber o que acontecerá com a banda

Van Halen: Canções da banda regravadas em formato de música pop

Heavy Metal: dez discos essenciais dos anos setentaHeavy Metal
Dez discos essenciais dos anos setenta

Jason Becker: Eu tenho amor à vidaJason Becker
"Eu tenho amor à vida"

Guitar World: melhores solos de guitarra de todos os temposGuitar World
Melhores solos de guitarra de todos os tempos


Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

Guitarra: o riff mais popular de todos os temposGuitarra
O riff mais popular de todos os tempos

O tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hojeO tempo, ah o tempo!
Rockstars nos anos oitenta e hoje

Kurt Cobain: a teoria de assassinato do músicoKurt Cobain
A teoria de assassinato do músico

Metal: 101 motivos para perceber que você ouve há muito tempoMetal
101 motivos para perceber que você ouve há muito tempo

Pantera: conheça o lar de Dimebag DarrellPantera
Conheça o lar de Dimebag Darrell

Baixos: os 15 maiores solos da história do MetalBaixos
Os 15 maiores solos da história do Metal


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.