Jake E. Lee: "Eu pensaria em voltar a gravar com Ozzy Osbourne"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Niclas Müller-Hansen do site sueco METALSHRINE conduziu recentemente uma entrevista com o guitarrista JAKE E. LEE [OZZY OSBOURNE, BADLANDS, RED DRAGON CARTEL]. Alguns trechos da entrevista podem ser lidos em português abaixo.

Músicas imortais: "Diary Of A Madman", um momento épico do heavy metalBurzum: A polêmica história e filosofia de Varg Vikernes

[...]

Metalshrine: Agora que o álbum do Red Dragon Cartel saiu e as pessoas estão escrevendo sobre ele e você está conversando com muita gente, você não meio que se arrepender por não ter feito isso antes?

Jane: Não, sem arrependimentos. Eu estava muito contente por não ter nada a ver com isso pelos 15 ou 20 anos que não tive. Agora parece certo. No fim dos anos 90 e começo dos anos 2000, eu não estava na moda. Ser Jake E. Lee significava ser taxado de hair metal, ou, na melhor das hipóteses, em blues rock, e musicalmente, eu já tinha feito essas coisas e queria expandir de algum modo e não ser confinado àquilo. A indústria só ia me relegar isso naquela épica. Agora já faz tempo, e eu sou um valete, faça eu algo ou não, e agora me sinto mais livre no que tange a fazer o que eu quiser ou não, sem ter que me conformar com as pré-concepções de alguém sobre o que é que eu devesse estar tocando.

[...]

Metalshrine: Eu sei que Sharon [Osbourne, esposa de Ozzy] contatou você algumas vezes ao longo dos anos sobre tocar com Ozzy novamente, mas nada acabou acontecendo. Se ela te ligasse daqui a seis meses, dizendo que GUS G. saiu da banda, e que eles estão pensando em te levar para fazer ume turnê, você toparia?

Jake: Não, eu acho que não. Eu fiz isso por quatro anos e foi um grande período de minha vida. Eu toquei no primeiro Rock In Rio em frente do que eu acho eram 500 mil pessoas e toquei no US Festival, que tinha tipo, 300 mil pessoas e eu toquei por todo o mundo. Foi uma época maravilhosa pra mim, mas eu fiz isso. Para meu voltar pra banda de Ozzy... hm... seria como tentar reviver meus dias de glória e eu não acho que precise fazer isso. Musicalmente, eu só quero ir até onde eu sinta que precise ir. Seria como dar um passo para trás pra mim, a menos que eles estivessem dispostos a gravar um novo disco e... hmmmm... eu pensaria nisso! [risos] Respondendo à sua pergunta, eu pensaria a respeito, porque, obviamente, o dinheiro seria bom e apesar de eu nunca ter baseado uma decisão que eu faça no campo musical no dinheiro, porque seria como prostituir a única coisa que eu tenho para oferecer para o mundo. Eu não faria isso por dinheiro, mas não seria contrário à ideia desde que eu o pudesse fazer com certa integridade. O dinheiro não seria mal-vindo, eu gosto de dinheiro, porque o dinheiro compra as coisas... eu consideraria, mas não acho que jamais fosse acontecer, porque, artisticamente, eu não acho que pudéssemos chegar a um acordo, na verdade. [...]




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Jake E. Lee"Todas as matérias sobre "Red Dragon Cartel"Todas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"Todas as matérias sobre "Badlands"


Músicas imortais: "Diary Of A Madman", um momento épico do heavy metal

Ozzy Osbourne: ex-amante fala sobre depressão superada após traição descobertaOzzy Osbourne
Ex-amante fala sobre depressão superada após traição descoberta

Ozzy Osbourne: com saudade da estrada, ele chorou vendo outra banda na TVOzzy Osbourne
Com saudade da estrada, ele chorou vendo outra banda na TV

Ozzy Osbourne: turnê pela Europa é adiada de novo e ele se explica em vídeoOzzy Osbourne
Turnê pela Europa é adiada de novo e ele se explica em vídeo

Ozzy Osbourne: adiando novamente a turnê, e desta vez ele mesmo explica o motivoOzzy Osbourne
Adiando novamente a turnê, e desta vez ele mesmo explica o motivo

Grandes covers: cinco versões para "Mr. Crowley", grande clássico de Ozzy Osbourne

Ozzy Osbourne: Sharon desmente tabloides que disseram que ele morrerá em 2019Ozzy Osbourne
Sharon desmente tabloides que disseram que ele morrerá em 2019

Rock In Rio 1985: História & Bastidores - Parte 1 (vídeo)Ozzy Osbourne: Blizzard of Ozz no Arrepiômetro, por Gastão Moreira (vídeo)

Ozzy Osbourne: sorte que Sharon me aceitou de volta, diz sobre recentes traiçõesOzzy Osbourne
"sorte que Sharon me aceitou de volta", diz sobre recentes traições

Bill McClintock: Sabbath 3x, Creedence, Ozzy solo e Ohio Players juntos

Black Sabbath: Ozzy elege Paranoid como seu hino de todos os temposBlack Sabbath
Ozzy elege "Paranoid" como seu hino de todos os tempos

Ozzy Osbourne: qual a música que mais marcou o madmanOzzy Osbourne
Qual a música que mais marcou o madman

Ozzy Osbourne: Madman está voltando aos palcos, afirma sua filhaOzzy Osbourne
Madman está voltando aos palcos, afirma sua filha

Alta Fidelidade: The Who e Ozzy Osbourne confirmam discos

Guitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista BurnnGuitarristas
Os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Tony Iommi: Glenn Hughes era muito mais drogado que Ozzy OsbourneTony Iommi
Glenn Hughes era muito mais drogado que Ozzy Osbourne

Ozzy Osbourne: Brad Gillis conta como foi substituir Randy RhoadsOzzy Osbourne
Brad Gillis conta como foi substituir Randy Rhoads


Burzum: A polêmica história e filosofia de Varg VikernesBurzum
A polêmica história e filosofia de Varg Vikernes

Wonder Years: O soundtrack do grande sucesso de público e críticaWonder Years
O soundtrack do grande sucesso de público e crítica

Bruce Dickinson: vocalistas que ele respeita e admiraBruce Dickinson
Vocalistas que ele respeita e admira

Entrevistas: Coices e tretas entre artista e entrevistadorEntrevistas
Coices e tretas entre artista e entrevistador

Spin: as 30 melhores faixas instrumentais de todos os temposSpin
As 30 melhores faixas instrumentais de todos os tempos

Robert Trujillo: Jaco Pastorius foi o Jimi Hendrix do baixoRobert Trujillo
"Jaco Pastorius foi o Jimi Hendrix do baixo"

Sanctuary: vocalista comenta a melhor e a pior banda do MetalSanctuary
Vocalista comenta a melhor e a pior banda do Metal


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336