Crowbar: vocalista fica furiosíssimo com fã que subiu no palco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O frontman do CROWBAR, Kirk Windstein, detonou um fã por quase quebrar "todos os malditos dentes" da boca do guitarrista/vocalista durante o show da banda no último dia 22 de maio, no Maryland Deathfest at Rams Head Live! Em Baltimore, nos Estados Unidos. O incidente aconteceu enquanto o CROWBAR estava tocando a música "Planets Collide" e um fã subiu ao palco, se batendo brevemente e batendo palmas, e com a aparente intenção de pular de volta na audiência. Neste ponto um grande oficial de segurança veio correndo do lado esquerdo do palco e derrubou o fã, quase derrubando também o próprio Windstein do palco. A banda continuou por outros 15 segundos antes de Kirk pedir à banda para parar e falar diretamente com a plateia."

Em 26/09/1992: Crowbar lança o álbum debut Obedience Thru SufferingSeparados no nascimento: Alice Cooper e Gretchen

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Pare esta merda de música", disse Windstein, disponível abaixo, começando na marca de 2:25 minutos. "Estou cheio dessa merda. Você tem filhas da puta como Randy Blythe - o filha da puta mais legal do mundo. Algum idiota subiu em seu local de trabalho, fodeu com seu mundo e o cara quase vai preso em um país estrangeiro. Eu entro em seu escritório e destruo o seu computador? Não, você sabe por que? Eu respeito você e amo você. Várias pessoas acham que eu sou um cara otário, vá chupar um, seu filha da puta. Isso tem a ver com respeito. Meus olhos estão fechados, estou tocando com todo meu maldito coração. Você poderia ter quebrado todos os meus malditos dentes. Obrigado, segurança."

Kirk Windstein lançou o seguinte pronunciamento seguindo o incidente:

"Sobre os fãs pulando no palco durante o Maryland Deathfest. Os organizadores do Deathfest e do local não permitem que fãs não convidados corram no palco. Esta é sua política. Eles tem barreiras e seguranças plenamente à vista para prevenir isso. Se algum escolhe ir contra sua política, eu não tenho controle sobre isso e em um show desta forma, eu não estou esperando que ninguém suba no palco, especialmente durante 'Planets Collide'. Eu estou tocando, meus olhos estão fechados e eu acho que um segurança derrubou o fã em mim. Eu já estava no limite, tendo dirigido umas 15 horas direto durante a noite sem dormir só para tocar esse show. Nós não tínhamos guitarras reservas ou técnicos conosco, então se quebrássemos uma guitarra, ou ao menos um corda, teríamos um sério atraso ou até mesmo teríamos que finalizar os show. Nos shows SEM barricadas de segurança, se você decide correr no palco e pular dele, ao menos seja respeitoso, tente não bater ou quebrar o equipamento da banda ou quebrar nossos pescoços ou algo assim. Obrigado pela compreensão."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Crowbar"


Em 26/09/1992: Crowbar lança o álbum debut Obedience Thru Suffering

Kirk Windstein: se o Gene Simmons peidar, eu compro!Kirk Windstein
"se o Gene Simmons peidar, eu compro!"

Metallica: capa de Hardwired foi inspirada em álbum do Crowbar?Metallica
Capa de Hardwired foi inspirada em álbum do Crowbar?


Separados no nascimento: Alice Cooper e GretchenSeparados no nascimento
Alice Cooper e Gretchen

Metallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000Metallica
Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336