Matérias Mais Lidas

Metallica: James Hetfield está cético sobre vacina e é contra passaporte vacinadoMetallica
James Hetfield está cético sobre vacina e é contra "passaporte vacinado"

Mayhem: banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklistMayhem
Banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklist

Inglaterra: 25 grandes bandas de rock e metal que não são de LondresInglaterra
25 grandes bandas de rock e metal que não são de Londres

Loudwire: o pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe DivitaLoudwire
O pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe Divita

Yngwie Malmsteen: guitarrista anuncia novo álbum Parabellum e libera single; ouçaYngwie Malmsteen
Guitarrista anuncia novo álbum "Parabellum" e libera single; ouça

Sepultura: Iggor explica como criou bateria de Refuse/Resist, unindo metal e sambaSepultura
Iggor explica como criou bateria de "Refuse/Resist", unindo metal e samba

Pantera: há 25 anos, era lançado The Great Southern Trendkill, álbum mais extremo da bandaPantera
Há 25 anos, era lançado "The Great Southern Trendkill", álbum mais extremo da banda

Pensilvânia: do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estadoPensilvânia
Do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estado

Dragonforce: cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman LiDragonforce
Cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman Li

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Ozzy Osbourne: Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o MadmanOzzy Osbourne
Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o Madman

Slipknot: o que Clown pensa sobre os Beatles?Slipknot
O que Clown pensa sobre os Beatles?

Raimundos: Canisso reforça que Digão surtou pois chama até João Gordo de pela sacoRaimundos
Canisso reforça que Digão surtou pois "chama até João Gordo de pela saco"

The Pit: As 20 maiores músicas pesadas especificamente sobre fumar maconhaThe Pit
As 20 maiores músicas pesadas especificamente sobre fumar maconha

Kiss: as cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnêsKiss
As cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnês


Arte Musical
Stamp
Korzus

Bandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 10/06/14

A compilação abaixo foi tecida pelo jornalista PAUL RESNIKOFF baseado no livro ‘The Music Industry Self Help Guide’ [ainda sem título em português], lançado por MIKE REPEL. Se você estiver fazendo algumas das coisas listadas abaixo, PARE IMEDIATAMENTE.

1. TER UMA POSTURA CUZONA, ARROGANTE.

Se você está aparecendo atrasado para os shows, não ensaia, não apoia sua cena, é um otário com seus colegas de banda, e não trabalha arduamente para cativar seu público online e ao vivo, você está fazendo um excelente trabalho de assassinato da sua potencial carreira. Agora, mais do que nunca, O FUTURO NÃO PERTENCE A BANDAS QUE TEM ÉTICAS MEDÍOCRES DE TRABALHO.

2. SER VICIADO EM QUALQUER TIPO DE SUBSTÂNCIA

Todo mundo faz suas próprias escolhas sobre drogas, incluindo aí o álcool. Mas quando essas escolhas mergulham rapidamente para o completo vício, isso pode ameaçar de imediato a sobrevivência de uma banda. Irritabilidade, compromissos perdidos, desapego e ausências inexplicáveis são os resultados mais suaves; problemas com a lei, perder shows, roubar dos colegas de banda, violência e morte são pra onde as coisas inevitavelmente se destinam caso não sejam abordadas.

3. CONTAR COM UMA GRAVADORA, EMPRESÁRIO OU QUALQUER OUTRA PESSOA ALÉM DE VOCÊ MESMO PARA CONSTRUIR SUA CARREIRA

Mesmo com um contrato assinado, as bandas podem se ver desprestigiadas, ou simplesmente ignoradas. Mas hoje em dia, as gravadoras raramente contratam bandas que não estejam trabalhando de modo bem-sucedido e desenvolvendo seu público, pra começo de conversa. O que significa que o ‘faça-você-mesmo’ não é nenhum tipo de abordagem alternativa, ela é ESSENCIAL para a sobrevivência, para estourar, e para que qualquer artista cresça.

4. ESCOLHER UM NOME QUE OUTRA BANDA ESTEJA USANDO

Os custos de pegar um nome que já esteja sendo usado incluem confusão entre os fãs, extrema dificuldade de expandir sua marca, e processos legais. Então, antes de você escolher um nome, procure no Google, olhe no ReverbNation, procure até no MySpace. Depois disso, faça uma pesquisa com o departamento de marcas e patentes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

5. NÃO TER UMA PRESENÇA SÓLIDA NA INTERNET

É impossível estar em todo lugar ao mesmo tempo, MAS VOCÊ PRECISA TENTAR. Isso não apenas significa cair em cima de todos os meios manjados como Facebook, Twitter e YouTube, mas infiltrar-se em sites que atraem o seu público-alvo. Também quer dizer interagir com o fluxo interminável de fãs, tanto quanto você conseguir.

Até porque, se você não estiver lá, eles também não estarão.

6. NÃO VENDER MERCHANDISE

Se você não estiver montando uma barraca em todos os shows possíveis com uma linha completa de merchandise, você está perdendo uma chance de renda que poderia encher o tanque do seu carro e pagar por suas refeições [ou seja, coisas das quais você precisa para sobreviver]. E se você não estiver trabalhando com a plateia [em cima de fora do palco] e colocando a barraca em um lugar bem visível e iluminado que aceite cartão, você está perdendo ainda mais dinheiro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

7. NÃO SAIR EM TURNÊ

Alguns artistas, como Zoe Keating, ganham boa parte de seus vencimentos com gravações. Mas isso está ficando cada vez mais e mais difícil, especialmente à medida que o valor de gravações continua a cair. O que quer dizer que se você não pode sair em turnê, você provavelmente está limando uma grande fonte de receita.

8. FAZER MÚSICA MEDÍOCRE

Esqueça a palavra ‘bosta’: se a sua música não soa ultrajantemente ótima aos ouvidos de um considerável número de fãs, grandes mudanças precisam ser feitas. Isso inclui terminar a banda e começar outra.

9. ESCOLHER COLEGAS DE BANDA QUE NÃO POSSUAM A MESMA ÉTICA DE TRABALHO OU VISÃO A LONGO PRAZO

Uma banda é como uma família, exceto que VOCÊ PODE ESCOLHER OS MEMBROS. Se os seus colegas de banda não estão trabalhando tão duro quanto você, não são tão dedicados ou simplesmente não têm espírito de equipe, eles vão te distrair e afundar suas chances de sucesso em um ambiente extremamente exigente e competitivo.

10. NÃO ESTAR COMPLETAMENTE DISPONÍVEL

Um bom empresário lhe fornecerá oportunidades, online e no plano concreto, porque é isso que você pagou a ele pra fazer. Você precisar se entregar a eles, e alimentar o momento.

A era do astro do rock distante, intocável, ACABOU.

11. ESTAR NESSA POR DINHEIRO

Você está louco e provavelmente fará mais dinheiro trabalhando no McDonald’s. A realidade do negócio é que uma porcentagem extremamente alta de artistas é pobre, e a maioria dos que são bem-sucedidos foram pobre em algum momento. O que implica que, se você não for motivado pela música, pela paixão por criar e tocar, pela camaradagem, você deveria, honestamente, estar trabalhando COM OUTRA COISA.

12. PAGAR PARA TER SEGUIDORES NO TWITTER, FACEBOOK, DOWNLOADS NO DATPIFF E VISUALIZAÇÕES NO YOUTUBE

As gravadoras, casas de show, e empresários em potencial são todos muito familiarizados com esses cambalachos, pagar para ter seguidores falsos custa recursos preciosos do desenvolvimento orgânico de fãs, o sangue que sustenta todo artista bem-sucedido.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem fãs de verdade, VOCÊ NÃO TEM UMA BANDA DE VERDADE, ponto final.

13. INSISTIR EM GRAVAR BÊBADO OU ALTAMENTE CHAPADO

Demora duas vezes mais e custa o dobro gravar desse modo, e os resultados são inferiores. Lembre-se: uma gravação [seja um single, um EP, LP ou vídeo] é um registro permanente de sua realização artística que pode arrebatar milhões de fãs por décadas a fio. Uma gravação vagabunda raramente tem o mesmo poder.

14. DAR MÚSICA DEMAIS DE GRAÇA

Esse é um erro que os rappers cometem com frequência, especialmente quando se trata de mixtapes. Porque nem TODA a sua música tem que ser gratuita, pelo menos a parte que você controla. No fim das contas, rappers que fracassam usam mixtapes estrategicamente para promover lançamentos pagos e mais estuturados falham ao:

[a] gerar qualquer receita significativa de suas gravações;

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

[b] encorajar seus fãs a pagar [ou pelo menos dar a eles a oportunidade de pagar]; e

[c] criar qualquer prospecto de vendas significantes de discos para potenciais investidores [como as gravadoras, por exemplo].

15. DISTRIBUIR KITS VAGABUNDOS PARA A IMPRENSA

Casas de shows e festivais possuem dezenas de milhares de artistas interessados para vasculharem, e apenas alguns postos para distribuir. Um kit de divulgação poderoso, bem confeccionado aumenta dramaticamente as chances de arrebatar a vaga e catapultar uma carreira. Um kit medíocre quase sempre garante um esquecimento rápido.

16. PAGAR PARA TOCAR EM SHOWS

Isso parece ser mais predominante no hip-hop, onde promotores suspeitos cobram para que um rapper abra para um artista de maior nome ou participe de uma exibição para executivos da indústria. Mas essa é absolutamente a direção errada a seguir, especialmente porque ela sacrifica rendimentos reais em troca de ‘exposição’ que eles tipicamente não têm como obter, enquanto o promotor só fica com a parte fácil.

Evite esses acordos a todo custo, seja lá qual for o preço.

16-A. PAGAR PARA SER CITADO EM UM PANFLETO DE UM SHOW

Parem com essa palhaçada. Chega.

17. TER UM PÚBLICO VIOLENTO

Já é duro o suficiente atrair fãs dedicados: é quase impossível escolher seus fãs. Mas os fãs que geralmente começam brigas, incitam violência ou levam armas aos shows podem ameaçar gravemente a sobrevivência de um artista, simplesmente porque os donos de casas e produtores de shows irão evitar esse artista à todo custo. O que quer dizer, no frigir dos ovos, que você não tem como aparecer no seu trabalho.

Você deve desenvolver uma estratégia para lidar com esse problema, ou arrisca a estrangular uma fonte crítica de renda.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Queensryche: La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácilQueensryche
La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácil

Lou Ottens: morre aos 94 anos o criador da fita cassete e um dos inventores do CDLou Ottens
Morre aos 94 anos o criador da fita cassete e um dos inventores do CD

Epica: o que Mark Jansen achou da desilusão de Marko Hietala com a indústria musicalEpica
O que Mark Jansen achou da desilusão de Marko Hietala com a indústria musical

Rainbow: irritadíssimo, Ronnie Romero detona indústria musicalRainbow
Irritadíssimo, Ronnie Romero detona indústria musical


Povo compra, mas não ouve: fim da moda do vinil pode estar pertoPovo compra, mas não ouve
Fim da moda do vinil pode estar perto

Música: 13 fatos estarrecedores sobre a atual indústriaMúsica
13 fatos estarrecedores sobre a atual indústria

Áudio: Você realmente sabe como escutar sua música? - Parte IÁudio
Você realmente sabe como escutar sua música? - Parte I


Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.