Grunge: Paw e Screaming Trees, filhos esquecidos de uma geração

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Flávio Siqueira
Enviar Correções  

Quando a chuvosa Seattle começava a abrigar bandas como Pearl Jam, Soundgarden, Nirvana e Alice in Chains, o grunge já possuía, em sua fase seminal, outros grupos que, infelizmente, sumiram do mapa. O mainstream cooptou vorazmente as sandices de Kurt Cobain, as guitarras sujas do Soundgarden, o peso do Alice in Chains e o vocal portentoso de Eddie Vedder. Seattle possuía seu "quarteto fantástico" nos anos 90, época em que havia pouca ou quase nenhuma exaltação ao Screaming Trees e Paw. Coisas da vida, nem sempre o que é bom necessariamente será lembrado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Primeiramente, Screaming Trees e Paw tinham em sua formação dois vocalistas barítonos com vozes marcantes e profundas. Mark Lanegan, de certo modo, tinha um jeito meio "falado" de cantar em linhas vocais quase proféticas. Era o frontman do Screaming Trees. Mark Hennessy e sua característica rouquidão evocada nos refrães equilibrava a sonoridade "heavy" e ao mesmo tempo melódica do Paw.

A trupe de Mark respirava outros ares, fora formada no Kansas, e não em Seattle. A banda lançou três álbuns calcados em riffs agressivos de guitarra e certa dose de melancolia na sonoridade. Já o Screaming Trees tinha uma veia mais "pop", não no sentido restrito da palavra, mas comparada à fúria sonora do já citado quarteto. Vale a pena conferir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à bandaMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area


Sobre Flávio Siqueira

Nascido e criado em Brasília, aos 14 anos pegou emprestado um "The Best of" do Pink Floyd. O choque foi tão grande que resolveu aprender guitarra somente para executar o solo de "Time". De lá pra cá vem estudando guitarra e apreciando bandas de stoner, grunge e rock progressivo, além de muito blues e algumas coisas de jazz e música erudita. Atualmente toca guitarra numa banda que mescla influências de stoner, grunge e uma pitada de rock psicodélico.

Mais matérias de Flávio Siqueira no Whiplash.Net.

Goo336 GooInArt Cli336 Goo336 Goo336 Cli336