Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Zombie, Fonte: Facebook
Enviar correções  |  Comentários  | 

Olavo Luiz Pimentel de Carvalho é um polêmico conferencista, ensaísta, autor e astrólogo, atuando nas áreas do jornalismo e filosofia. É considerado um dos articulistas mais abertamente de direita do país em atividade. Leia abaixo alguns posts de 2014 do autor no Facebook onde ele se aventura sobre o tema "Heavy Metal".

5000 acessosMetalcore: os dez trabalhos essenciais do estilo5000 acessosAC/DC - Perguntas e Respostas

NOTA DO EDITOR: É uma leitura definitivamente divertida. Os links para os posts originais completos (e comentários) estão no final desta nota. :-)

Alguns devotos do heavy metal AINDA não entenderam que um estilo musical que cria uma variante satânica já desde a sua origem contém essa semente em si e só pode camuflá-la depois mediante toda sorte de enxertos de outros estilos, que o enriquecem mas não o modificam retroativamente. Qualquer que seja o caso, tente concentrar-se numa prece enquanto ouve heavy metal.

A maior prova de que o heavy metal tem algum potencial emburrecedor são as analogias deslocadas e absurdas que, à menor provocação, seus cultores disparam em defesa dele, como se tocar nesse ponto ativasse algum núcleo psicótico escondido em seus cérebros. Posso repetir mil vezes a distinção entre matéria e forma, e de repente indivíduos inteligentes, que a compreenderiam de imediato se aplicada a qualquer outra coisa, se tornam incapazes de apreendê-la.

Em TODOS os exemplos de obras do gênero que eles citam para provar que o gênero é bom, a FORMA do conjunto NÃO É heavy metal, é alguma outra coisa preenchida aqui e ali com elementos heavy metal.

O estilo heavy metal definiu-se desde o início pela estridência, pela repetitividade de estímulos sensoriais irritantes e pela deformação da voz humana. Qualquer compositor pode integrar esses elementos em obras que, na forma do conjunto, superem essa fórmula, integrando-os em algo de totalmente diverso. Chamar TUDO isso de heavy metal é como chamar de "música folclórica" as Rapsódias Húngaras de Liszt.

A pergunta decisiva é: Por que defender tão bravamente o heavy metal se ninguém o atacou? Só pode ser porque a coisa mexeu em algum ponto dolorido.

É como se eu dissesse que masturbação vicia, e os punheteiros todos se sentissem ofendidos.

No esquema clássico das Artes Liberais, a música é associada a Marte, por ser uma arte do comando, uma técnica de infundir reações, impulsos e desejos sem passar pelo filtro da inteligência. Por isso é que há músicas para diferentes circunstâncias. Você não vai tocar canto gregoriano para soldados em batalha nem marchas militares para monges concentrados em oração. Rock e Heavy metal foram feitos para excitar multidões, se possível até à histeria, infundindo-lhes uma espécie de temor apocalíptico e um impulso de mergulhar no caos. Não posso dizer que, com isso, não tenham nenhuma utilidade social.

Em todos nós existe algo de metaleiro pelo simples fato de que vivemos numa época em que ninguém escapa de participar, de algum modo, do sentimento apocalíptico que está no ar.

Os posts de Olavo sobre o tema podem ser lidos e comentados nos links abaixo.

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/101525026402...
https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/101525092385...
https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/101525121429...
https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/101525122340...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias

MetalcoreMetalcore
Os trabalhos essenciais do estilo segundo About.com

AC/DCAC/DC
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Suzi QuatroSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock

5000 acessosKerrang: os melhores singles já lançados5000 acessosMetallica: a evolução de James Hetfield ao longo dos anos5000 acessosGuns N' Roses: ex-guitarrista admite que era difícil tocar as músicas5000 acessosSoundgarden: Matt Cameron faz breve comentário sobre Chris Cornell4505 acessosFoo Fighters: baterista diz que Natal é uma tempestade de merda4727 acessosOzzy Osbourne: o presidente do Heavy Metal

Sobre Pedro Zombie

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online