Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemA banda de rock que impressionou Paulo Ricardo e o fez ver grandeza do estilo em São Paulo

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemLars Ulrich poderia tocar músicas do Rush com Geddy Lee e Alex Lifeson?

imagemNoel Gallagher revela o rockstar que ficou mais impressionado de conhecer pessoalmente

imagemA estratégia do Barão Vermelho para evitar críticas de copiar Titãs nos anos 1990

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemNoel Gallagher relembra o dia em que foi ao show de uma banda cover de Oasis

imagemMetallica: o que Regis Tadeu achou de "Lux Aeterna", nova música da banda?

imagemGene Simmons admite que "Ace estava certo" sobre o Kiss no começo dos anos 80

imagemApós incidente, Axl Rose anuncia mudança nos shows do Guns N' Roses

imagemBeatles: Ringo Starr conta como foi o seu último encontro com John Lennon

imagemVeja Sandy cantando Metallica na TV Globo em programa de Marcos Mion

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa


Summer Breeze
Samael Hypocrisy

Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Por Pedro Zombie
Fonte: Facebook
Postado em 09 de julho de 2014

Olavo Luiz Pimentel de Carvalho é um polêmico conferencista, ensaísta, autor e astrólogo, atuando nas áreas do jornalismo e filosofia. É considerado um dos articulistas mais abertamente de direita do país em atividade. Leia abaixo alguns posts de 2014 do autor no Facebook onde ele se aventura sobre o tema "Heavy Metal".

NOTA DO EDITOR: É uma leitura definitivamente divertida. Os links para os posts originais completos (e comentários) estão no final desta nota. :-)

Foto: Reprodução Youtube
Foto: Reprodução Youtube

Alguns devotos do heavy metal AINDA não entenderam que um estilo musical que cria uma variante satânica já desde a sua origem contém essa semente em si e só pode camuflá-la depois mediante toda sorte de enxertos de outros estilos, que o enriquecem mas não o modificam retroativamente. Qualquer que seja o caso, tente concentrar-se numa prece enquanto ouve heavy metal.

A maior prova de que o heavy metal tem algum potencial emburrecedor são as analogias deslocadas e absurdas que, à menor provocação, seus cultores disparam em defesa dele, como se tocar nesse ponto ativasse algum núcleo psicótico escondido em seus cérebros. Posso repetir mil vezes a distinção entre matéria e forma, e de repente indivíduos inteligentes, que a compreenderiam de imediato se aplicada a qualquer outra coisa, se tornam incapazes de apreendê-la.

Em TODOS os exemplos de obras do gênero que eles citam para provar que o gênero é bom, a FORMA do conjunto NÃO É heavy metal, é alguma outra coisa preenchida aqui e ali com elementos heavy metal.

O estilo heavy metal definiu-se desde o início pela estridência, pela repetitividade de estímulos sensoriais irritantes e pela deformação da voz humana. Qualquer compositor pode integrar esses elementos em obras que, na forma do conjunto, superem essa fórmula, integrando-os em algo de totalmente diverso. Chamar TUDO isso de heavy metal é como chamar de "música folclórica" as Rapsódias Húngaras de Liszt.

A pergunta decisiva é: Por que defender tão bravamente o heavy metal se ninguém o atacou? Só pode ser porque a coisa mexeu em algum ponto dolorido.

É como se eu dissesse que masturbação vicia, e os punheteiros todos se sentissem ofendidos.

No esquema clássico das Artes Liberais, a música é associada a Marte, por ser uma arte do comando, uma técnica de infundir reações, impulsos e desejos sem passar pelo filtro da inteligência. Por isso é que há músicas para diferentes circunstâncias. Você não vai tocar canto gregoriano para soldados em batalha nem marchas militares para monges concentrados em oração. Rock e Heavy metal foram feitos para excitar multidões, se possível até à histeria, infundindo-lhes uma espécie de temor apocalíptico e um impulso de mergulhar no caos. Não posso dizer que, com isso, não tenham nenhuma utilidade social.

Em todos nós existe algo de metaleiro pelo simples fato de que vivemos numa época em que ninguém escapa de participar, de algum modo, do sentimento apocalíptico que está no ar.

Os posts de Olavo sobre o tema podem ser lidos e comentados nos links abaixo.

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152502640232192

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152509238502192

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152512142937192

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152512234002192

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Stamp

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Beatles: Olavo de Carvalho diz que eles eram satanistas e semi-analfabetos em música

Beatles: Maurício Ricardo comenta a estranha teoria de Olavo de Carvalho

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregos

Bruce Dickinson: ele revela os três vocalistas que nunca vai conseguir superar