Def Leppard: "é muito difícil vender novas músicas"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O frontman do DEF LEPPARD, Joe Elliott, recentemente foi entrevistado pela rádio 105.7 WAPL de Appleton, Wisconsin. Alguns trechos estão transcritos abaixo:

Falando sobre a carreira de mais de três décadas do DEF LEPPARD, Eliott disse: "Nós éramos crianças quando formamos esta banda. Rick Allen [baterista] tinha 15 anos e só 15 anos. Ele se juntou um dia após seu aniversário de 15 anos. E ele ainda está por aí, 35 anos depois."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu vi uma entrevista outro dia com Keith Richards [ROLLING STONES] e ele é só 15 anos mais velho que eu, mas quando éramos garotos, ele tinha o dobro da minha idade, o que é bem estranho."

"Mas sim, tivemos uma boa carreira, e ainda estamos com uma boa carreira. Essa turnê que acabamos de fazer com o KISS foi uma das maiores turnês do verão. Quero dizer, os fãs estavam incríveis de ambas as bandas. E ela pode continuar, porque isso nos deu novas energias, como indivíduos e como uma banda, isso acontece quando você tem tanta resposta da audiência, com tivemos nesses 42 shows."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Obviamente nós temos muito respeitos por ambas as bandas e pelo catálogo passado de música que ambos fizemos, e podermos ainda fazer isso e ao mesmo tempo fazer um novo álbum, isso nos mantém frescos... Porque eu acredito que todos percebemos que nessa época é muito difícil vender novas músicas para qualquer artista ou banda – ninguém realmente quer se envolver com novas músicas e é tudo sobre a nostalgia. Isso nos mantém atualizados, se nós não pudermos fazer nada novo e nos tornarmos uma banda que só toca as músicas antigas e nada além das músicas antigas, isso vai começar a ficar um pouco batido. E por mais estejamos conscientes do nosso ecossistema, claro, nós nunca vos fazer um show sem ‘Photograph’ ou sem ‘Pour Some Sugar’, a não ser que tenha uma razão específica, como um clube onde estejamos tocando um álbum na íntegra para somente 400 fãs. Em uma turnê padrão, sempre vamos tocar esses hits, porque é isso que as pessoas querem, mas ao mesmo tempo, eu acho que a plateia sempre vai lhe favorecer se tiverem uma ou duas músicas novas, porque isso ajuda a manter o artista vivo – um sopro de ar fresco no sistema, e isso precisa ser feito de vez em quando."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Def Leppard: Eddie reinventou a guitarra assim como Hendrix fez uma geração antesDef Leppard
Eddie reinventou a guitarra assim como Hendrix fez uma geração antes

Def Leppard: Baterista diz que queria desaparecer após perder o braço em acidenteDef Leppard
Baterista diz que queria desaparecer após perder o braço em acidente

Def Leppard: Rick Allen queria desaparecer após o acidente que o fez perder o braçoDef Leppard
Rick Allen queria desaparecer após o acidente que o fez perder o braço

Rodz Online: Def Leppard e os 33 anos de Hysteria (vídeo)

Def Leppard: Adrian Smith foi considerado para a vaga de Steve Clark, em 1991Def Leppard
Adrian Smith foi considerado para a vaga de Steve Clark, em 1991


Saxon: acho que todos se perderam um pouco nos anos 80, diz Biff ByfordSaxon
"acho que todos se perderam um pouco nos anos 80", diz Biff Byford

Revista Época: as melhores músicas para tirar a roupaRevista Época
As melhores músicas para tirar a roupa


Excessos: como os rockstars gastam os seus milhõesExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenhoThe Simpsons
10 melhores aparições de roqueiros no desenho


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336