Jimmy Page: porque o Led não continuou depois da morte de Bonham

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Dehoul, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 31/10/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em recente entrevista à revista Rolling Stone, o lendário guitarrista do LED ZEPPELIN, Jimmy Page, foi perguntado sobre o motivo da banda não ter se reestruturado após a morte do baterista John Bonham, em 1980.

1918 acessosVlog Rock: o significado dos símbolos do Led Zeppelin5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

"LED ZEPPELIN não era uma entidade corporativa", ele respondeu. "LED ZEPPELIN era uma questão de coração. Cada um dos membros era tão importante quanto o todo que nós éramos. Eu gosto de pensar que teríam feito o mesmo caso eu não estivesse lá. E o que teríamos que ter feito? Criar um cargo para alguém dizer 'Vocês têm que fazer isso, desse jeito?' Isso não teria sido honesto".

Ele continua: "Houve tentativas (de reunião) que não deram certo - em tentativas de unir-nos na marra. É por isso que o show (2007) tinha que ser realizado com um certo propósito - ensaiando o mais que podíamos e Jason (filho de Boham) se sentiu como parte da banda ao invés de uma novidade. Ele estava cheio de si e nós precisávamos disso".

Em uma entrevista de 2012, Jason Bonham revelou que as dificuldades emocionais de Robert Plant em continuar com a banda sem o pai de Janson acabaram, definitivamente, com qualquer esperança de reunião dos membros remanecentes.

"Não foi só (Robert) mandando, 'Eu não quero fazer isso', haviam outras coisas acontecendo", Jason explica. "Ele me disse, 'Eu não me importo o quão grande você é na bateria, Jason. Eu te amo de mais e você é absolutamente incrível na bateria. Mas John era o baterista do LED ZEPPELIN, e John era parte de mim, de Jimmy e de John Paul. Nós compartilhamos algo especial, muito especial. Às vezes eu me esforço só de pensar em tentar criar algo mágico novamente quando ele não está mais lá. Ele era um amigo muito, muito querido, que eu sinto a falta todo dia".

John Bonham morreu no dia 25 de setembro de 1980, de edema pulmonar devido a acúmulo de fluidos em seus pulmões. Ele tinha 32 anos de idade.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Led ZeppelinLed Zeppelin
Robert Plant acha horríveis seus vocais no começo da carreira

1918 acessosVlog Rock: o significado dos símbolos do Led Zeppelin236 acessosEm 24/02/1975: Led Zeppelin lança o álbum Physical Graffiti496 acessosRobert Plant: unboxing do novo álbum, "Carry Fire"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Led ZeppelinLed Zeppelin
Tirando o pão da mesa dos covers

Cantam muitoCantam muito
Onze dos maiores vocais isolados que você vai ouvir

EsquisiticesEsquisitices
Algumas exigências bizarras de astros para shows

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"


Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

InstrumentosInstrumentos
Muito antes do Led Zeppelin, a origem da guitarra gêmea

LGBTLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

5000 acessosMötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda5000 acessosFutebol: conheça os times do coração de alguns rockstars5000 acessosMotorhead: Lemmy fala sobre ser solteiro para sempre4989 acessosAbrindo o jogo: entrevista com Edu Falaschi1522 acessosAerosmith: as dez piores músicas da banda5000 acessosCorey Taylor: ele alega que quebrou o pescoço e não percebeu

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 31 de outubro de 2014


Sobre André Dehoul

Sou um psicólogo nascido no ano dos álbuns de estreia do Kiss e Rush; no mesmo ano de "Stone Cold Crazy" do álbum "Sheer Heart Attack" do Queen; "I Shot The Sheriff", "Band on the Run" e "You Ain't Seen Nothin'Yet" estão nas rádios. Rock é excência, de Elvis Presley a Little Richard , de Beatles a Sabbath, de T. Rex a Led Zeppelin, de Rush a Pink Floyd. Não sou purista ou "true" segundo os mais novos, apesar de minha preferência pelo hard rock e metal tradicional. Tenho bronca de algumas subdivisões pós modernas do metal (nesse ponto sou purista, prefiro sem gelo). Conheci depois de velho o stoner rock e gostei (o retorno aos setenta sempre é bem vindo). Este sou eu.

Mais matérias de André Dehoul no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online