RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Maiato

Jimmy Page: porque o Led não continuou depois da morte de Bonham

Por André Dehoul
Fonte: blabbermouth.net
Postado em 31 de outubro de 2014

Em recente entrevista à revista Rolling Stone, o lendário guitarrista do LED ZEPPELIN, Jimmy Page, foi perguntado sobre o motivo da banda não ter se reestruturado após a morte do baterista John Bonham, em 1980.

"LED ZEPPELIN não era uma entidade corporativa", ele respondeu. "LED ZEPPELIN era uma questão de coração. Cada um dos membros era tão importante quanto o todo que nós éramos. Eu gosto de pensar que teríam feito o mesmo caso eu não estivesse lá. E o que teríamos que ter feito? Criar um cargo para alguém dizer 'Vocês têm que fazer isso, desse jeito?' Isso não teria sido honesto".

Led Zeppelin - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele continua: "Houve tentativas (de reunião) que não deram certo - em tentativas de unir-nos na marra. É por isso que o show (2007) tinha que ser realizado com um certo propósito - ensaiando o mais que podíamos e Jason (filho de Boham) se sentiu como parte da banda ao invés de uma novidade. Ele estava cheio de si e nós precisávamos disso".

Em uma entrevista de 2012, Jason Bonham revelou que as dificuldades emocionais de Robert Plant em continuar com a banda sem o pai de Janson acabaram, definitivamente, com qualquer esperança de reunião dos membros remanecentes.

"Não foi só (Robert) mandando, 'Eu não quero fazer isso', haviam outras coisas acontecendo", Jason explica. "Ele me disse, 'Eu não me importo o quão grande você é na bateria, Jason. Eu te amo de mais e você é absolutamente incrível na bateria. Mas John era o baterista do LED ZEPPELIN, e John era parte de mim, de Jimmy e de John Paul. Nós compartilhamos algo especial, muito especial. Às vezes eu me esforço só de pensar em tentar criar algo mágico novamente quando ele não está mais lá. Ele era um amigo muito, muito querido, que eu sinto a falta todo dia".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

John Bonham morreu no dia 25 de setembro de 1980, de edema pulmonar devido a acúmulo de fluidos em seus pulmões. Ele tinha 32 anos de idade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Andre Facchini Medeiros | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Jesus Leitão Souza | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Roberto Andrey C. dos Santos | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Dehoul

Sou um psicólogo nascido no ano dos álbuns de estreia do Kiss e Rush; no mesmo ano de "Stone Cold Crazy" do álbum "Sheer Heart Attack" do Queen; "I Shot The Sheriff", "Band on the Run" e "You Ain't Seen Nothin'Yet" estão nas rádios. Rock é excência, de Elvis Presley a Little Richard , de Beatles a Sabbath, de T. Rex a Led Zeppelin, de Rush a Pink Floyd. Não sou purista ou "true" segundo os mais novos, apesar de minha preferência pelo hard rock e metal tradicional. Tenho bronca de algumas subdivisões pós modernas do metal (nesse ponto sou purista, prefiro sem gelo). Conheci depois de velho o stoner rock e gostei (o retorno aos setenta sempre é bem vindo). Este sou eu.
Mais matérias de André Dehoul.