Rob Halford: O Judas Priest é mais que do que uma pessoa só

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Roberto Ferreira Jr., Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Numa recente entrevista para a Rock Confidential, o vocalista do JUDAS PRIEST, ROB HALFORD falou sobre a saída do guitarrista e co-fundador da banda K.K. DOWNING e a chegada de RICHIE FAULKNER ao grupo em 2011.

Judas Priest: Tim "Ripper" se junta a ex-membros do Megadeth e toca clássicos da bandaCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu sempre tenho dito que a banda é mais do que uma pessoa só", disse HALFORD. "Eu ainda acredito nisso. Tudo tem a ver com a química que rola com os integrantes e tem tudo a ver com as habilidades que você traz com a sua experiência musical. Quando você combina todas essas coisas, isso vira parte do processo. No final, você termina com um monte de músicas em uma gravação".

"Eu não posso dizer muito sobre a contribuição do RICHIE, musicalmente. Ele é um cara muito bacana e um músico incrível. Ele é um verdadeiro instrumentista que tem tanto uma presença de palco marcante quanto uma habilidade incrível como compositor. Existe um conflito de gerações, que não é uma coisa ruim".

"Na última turnê, eu vi esse cara na borda do palco só tocando, de boa, e isso foi tão emocionante... faz você se mexer".

"Se você ainda consegue manter unido os elementos de grandeza, então com certeza coisas bacanas surgirão disso, e esse certamente é o caso do RICHIE".

HALFORD também falou sobre a responsabilidade que o JUDAS PRIEST sente em manter o metal vivo pelos 40 anos de carreira da banda.

"Eu leio as mensagens na internet", ele disse. "Todo dia eu leio as notícias do JUDAS em pelo menos uma dúzia de sites pelo mundo. Eu vejo o que as pessoas estão dizendo sobre o JUDAS. Existe uma tremenda demonstração de paixão e também um tom muito sério ligado à algumas delas também."

"Você deveria ter a responsabilidade de fazer a melhor música que você puder fazer - Não dê ouvidos à palpites ou desista. Isso é difícil no JUDAS PRIEST. É como a maré. De vez em quando você está numa maré boa... às vezes numa maré ruim. Isso é natural em qualquer banda que tem uma longa carreira".

"O sentimento de estar consciente do que está sendo esperado de você se torna muito forte conforme o tempo vai passando. Você se volta para os seus melhores momentos. Não quer decepcionar seus fãs ou você mesmo nem depreciar isso de qualquer maneira. No JUDAS é extremamente importante estarmos cientes disso".

"Nós realmente trabalhamos duro. E eu não estou falando sobre trabalhar em minas de carvão. Esses caras trabalham duro mesmo. Eu estou falando sobre a sua postura mental, os esforços e as horas que você gasta fazendo boa música. Isso é muito sólido no JUDAS PRIEST".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rob Halford"Todas as matérias sobre "Judas Priest"


Judas Priest: Tim "Ripper" se junta a ex-membros do Megadeth e toca clássicos da banda

Judas Priest: Richie Faulkner diz que presença de K.K Downing não é decisão deleJudas Priest
Richie Faulkner diz que presença de K.K Downing não é decisão dele

Judas Priest: K. K. Downing não deve participar de tour de aniversário de 50 anosJudas Priest
K. K. Downing não deve participar de tour de aniversário de 50 anos

Judas Priest: em 1990, a banda atingia seu ápice com PainkillerJudas Priest
Em 1990, a banda atingia seu ápice com Painkiller

Judas Priest: "Breaking The Law" em comercial de companhia de seguros

Iron Maiden: Steve Harris não descarta possível turnê com Judas PriestIron Maiden
Steve Harris não descarta possível turnê com Judas Priest

Ozzy Osbourne: anunciadas, de novo, datas remarcadas de turnê com Judas PriestOzzy Osbourne
Anunciadas, de novo, datas remarcadas de turnê com Judas Priest

Megadeth: Dave Ellefson rasga elogios a Ian Hill, do Judas PriestMegadeth
Dave Ellefson rasga elogios a Ian Hill, do Judas Priest

Rob Halford: autobiografia sai em outubro de 2020

Curiosidade: 5 músicos mais novos que as bandas em que tocamCuriosidade
5 músicos mais novos que as bandas em que tocam

Guitar World: 10 Álbuns clássicos essenciais do MetalGuitar World
10 Álbuns clássicos essenciais do Metal

Judas Priest: vocalista original relata primórdiosJudas Priest
Vocalista original relata primórdios


Corey Talor: Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otárioCorey Talor
"Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

De AC/DC a ZZ Top: Origens dos nomes de bandas e artistas de rockDe AC/DC a ZZ Top
Origens dos nomes de bandas e artistas de rock


Sobre Roberto Ferreira Jr.

Nascido na cidade de São Paulo, mudou-se para o interior ainda pequeno. Baterista há 20 anos, teve seu primeiro contato com a bateria aos 11 e aos 15 já tocava no no circuito underground. Atuando profissionalmente como fotógrafo e câmera man, participou da cobertura de vários shows e festivais. Algumas de suas influências musicais: Jethro Tull, Kansas, Pink Floyd, Motörhead, Black Sabbath, Rolling Stones, Iron Maiden, Rainbow, Deep Purple entre outras. Atualmente está mais focado no som setentista, mais progressivo, mas sem perder o peso do metal.

Mais matérias de Roberto Ferreira Jr. no Whiplash.Net.

adGoo336