Kiko Loureiro: Ele sabe da fama de Dave Mustaine e da sua própria fama

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: UOL Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/04/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista ao UOL, o guitarrista Kiko Loureiro, recém-incorporado ao Megadeth, fala sobre o Angra, como foi o convite para entrar na banda, diz que está se adaptando à nova vida, e para se entrosar com os novos companheiros, está dividindo uma casa de quatro quartos em Nashville, onde está sendo composto o novo álbum. Veja abaixo alguns trechos:

1677 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosPink Floyd: a história por trás de "Animals"

Como foi a conversa com o Dave Mustaine?

Eu falei primeiro por telefone, com ele e o David Ellefson. Foi tudo muito rápido. Mas foi tranquilo, cara. Normal. Do tipo "Bem-vindo à família", "estamos felizes de que esteja aqui". Quando cheguei, o novo baterista, o Chris Adler, também já estava aqui. Já saímos para jantar juntos. Por enquanto estamos no momento de nos conhecermos mesmo. Hoje fomos tomar café da manhã em lugar legal, trocando ideia sobre música, o disco, a vida, sobre tudo. No fim de semana, almoçamos com a filha e a mulher do Dave. A gente tem ficado em uma casa em Nashville, que ele alugou. Uma casa de quatro quartos, no meio do campo. Tudo mobiliado. Um negócio "show". E agora ele me convidou para ficar um tempo na casa dele, onde estamos agora. Um "puta" casão. Estamos nesse clima.

Dave Mustaine é o dono do Megadeth. E ele tem fama de ser uma pessoa centralizadora, além de vir mudando constantemente a formação da banda. Isso te assusta?

Não me assusta nada. Encaro isso mais como desafio. Se eu não for bom o suficiente, não sou bom o suficiente. Ou não combinou. Sei da minha fama também (risos). As pessoas ficam brincando, que eu também sou centralizador. Os caras perguntam quem vai despedir quem primeiro. Como se eu sozinho tivesse despedido alguém do Angra. Mas tudo bem. Estou conhecendo a personalidade deles ainda. Pelo que vi até agora, tenho concordado sobre tudo. Mas vi pouco também, não posso falar muito. Mas me sinto feliz com este desafio. É uma banda que eu tenho que entrar e conquistar o meu espaço. Se eu pensar diferente, já começo entrando por baixo, com medo. Não é assim. Eu entro sabendo que eu posso acrescentar.

Veja a entrevista completa no link abaixo:

http://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2015/04/07/no-mega...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de abril de 2015

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

1677 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa484 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3448 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Dave MustaineDave Mustaine
Reality show, filha em versão country do Megadeth

UCRUCR
As músicas mais subestimadas do Megadeth

MegadethMegadeth
Dave Mustaine precisava ser chutado do Metallica

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "Kiko Loureiro"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

Pink FloydPink Floyd
A história por trás do clássico "Animals"

A Vida Pós-bilauA Vida Pós-bilau
Vocalista do Life of Agony abre o jogo

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?5000 acessosSlipknot: Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir5000 acessosRaul Seixas: Em carta psicografada, o alerta sobre a Sociedade Alternativa e as drogas?5000 acessosAC/DC: as lembranças de Angus e Malcolm sobre Bon Scott4838 acessosGuns N' Roses: Beta defende Axl e AC/DC dos haters virtuais5000 acessosRegis Tadeu: agradecendo elogios pela matéria sobre o Iron Maiden

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online