GWAR: Vulvatron finaliza vocalista emocore folgado com mata-leão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

De acordo com um punhado de sites estrangeiros e postagens no Facebook de um dos envolvidos no caso, o vocalista do UPON A BURNING BODY, DANNY LEAL, aprendeu na marra a não mexer com mulheres que não o tenham solicitado.

Agressividade: 21 caras que fizeram a história do rock pesado

Planet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarra

Tal doutrinação teria ocorrido durante o festival Heavy Montreal, realizado no fim de semana passado em Quebec, no Canadá, quando ele, de todas as mulheres do local, foi justamente bulir com KIM DYLLA [a ex-‘Vulvatron’ do GWAR].

Dylla postou em seu Facebook pessoal:

"E eis que parece que o sujeito cuja bunda eu chutei noite passada era o vocalista de uma banda emocore chamada Upon A Burning Body. Eu acho que não foram suficientes as garotas emo de 16 anos de idade que se jogaram nele depois de ele abrir o show na merda do palquinho dos mirins, então ele teve que vir e incomodar e molestar as moças que estavam conosco. Grande erro. Enfim, alerta para todo mundo em um show que aquele merda tocar, que a piroca dele é tão pequena que ele escolhe aleatoriamente a mulheres e fica desrespeitoso e sexualmente agressivo se elas o rejeitam ou ‘não sabem quem ele é’. Eu acho que ele pelo menos não vai mais aparecer em nenhuma foto do Instagram com aqueles óculos pelo menos. Briga mais fácil da minha vida. "

Dylla ainda mandou uma mensagem ao site Lambgoat:

"Minha mensagem é que não venham e apalpem bundas de mulheres estranhas aleatoriamente e daí, quando elas te empurrarem e te mandarem ir se foder, você tampouco diga ‘vão se fuder, suas putas, eu como mulheres melhores todo dia’… e daí podem esperar que elas ajam defensivamente. Não havia nem sinal de segurança por perto, então eu achei que seria melhor imobilizá-lo até que eles aparecessem. Eu bati nele bem nos óculos, com a minha cerveja, e daí finalizei ele com um mata-leão em 10 segundos. Joguei ele para fora da nossa área e disse, ‘não trate mulheres assim, seu cuzão convencido’. Ele voltou com 5 amigos [fico me perguntando o que ele disse para a turma dele para precisar de ajuda…] e daí a segurança já tinha chegado. Ele ainda estava berrando que queria bater em ‘putas’, então eles o conduziram para fora e ele disse, ‘Vocês não sabem quem eu sou? Eu sou um artista. "

O tal cu de burro, Danny Leal é o mesmo ‘artista’ que simulou seu próprio desaparecimento ano passado logo quando sua banda estava lançando um novo disco. O grupo está atualmente em turnê como atração da All Stars Tour.



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Agressividade: 21 caras que fizeram a história do rock pesadoAgressividade
21 caras que fizeram a história do rock pesado

Planet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarraPlanet Rock
As músicas com os melhores solos de guitarra


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin