Dr. Sin: Ivan Busic se pronuncia sobre o fim da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 10/08/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O post abaixo foi publicado na Fanpage Oficial do Dr. Sin.

715 acessosDr. Sin: O som deles fala por si5000 acessosGuitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocar

DEPOIMENTO DE IVAN BUSIC

"Falando um pouco mais sobre o assunto DR.SIN ! Falarei por mim e pelo meu irmão Andria Busic, pois não queremos deixar impressões erradas sobre esse fim de ciclo, muito menos falar por outra pessoa.

Ainda tenho o flashback de quando eu e o Andria tivemos a idéia de montar o DR SIN e convidamos o Edu para participar, porque esse era um sonho nosso, tocarmos juntos. Que o mercado do Rock está na contra mão não é novidade, mas todo brasileiro sabe que isso sempre aconteceu. Se quisessemos dinheiro fácil, não teríamos entrado no Rock, sendo brasileiros.

O coração e a verdade sempre estiveram acima de tudo. Inclusive do dinheiro, que sim tem que existir para que a dignidade seja mantida e as contas sejam pagas, mas posso afirmar que graças ao DR.SIN, pudemos abrir um leque de oportunidades e trabalhos paralelos muito maiores do que tinhamos antes da banda, como aulas, Workshops, parcerias, sociedades, etc, além de obter o respeito até mesmo de pessoas que não gostavam do nosso estilo musical.

Nos tornamos uma banda de ponta e uma marca. Através dos tempos fomos conquistando territórios com trabalhos que muito nos orgulham como Platina , Cherokee, Slogan, Chave do Sol, Taffo, Supla, Ultraje e obviamente o DR.SIN entre centenas de outros projetos . Que houve uma queda no público para bandas nacionais autorais é também um fato, mas isso nunca seria motivo para pararmos algo que vivemos e respiramos por vinte e tres anos . Metade de nossas vidas. Quando falamos (eu e Andria) que dedicamos vinte e quatro horas do dia para o DR.SIN não é apenas por dizer. É a mais pura verdade e quem nos conhece sabe disso.

Em tudo que nos cerca, fizemos questão de CARIMBAR O NOME DR.SIN . Todos nossos produtos levam o logo DR.SIN.

Sempre tivemos uma ótima relação com o Edu. Inclusive continuará, se depender de nós. Apenas as prioridades eram diferentes e não podemos julgar ninguém por isso. Edu é um dos melhores guitarristas com quem já tocamos e foi uma honra tocar com ele.

Volto a dizer que, na nossa opinião, o DR.SIN nunca esteve dependente de casas lotadas ou dinheiro no banco para existir. Era nosso sonho e nossa vida. Colocando na balança, vejo o DR como uma banda gigantesca que está imortalizada por dez cd´s oficias e vinte e tres anos de puro Rock que ecoaram no Brasil e outros países.

Rock é assim mesmo, creio eu. Um dia voce esta no Rock in Rio ou Monsters of Rock e num outro pode estar no que chamamos de cilada. Mas tudo faz parte e nada disso enfraquece ou desenobrece quem faz com todo amor do mundo seu trabalho. Ainda acredito no público roqueiro brasileiro, mesmo que ainda necessite estar mais alerta e de coração mais aberto para os frutos da terra.

Sentimos que era o momento de parar, pois se a engrenagem está 100 % ativa vale a pena, senão, nao faz sentido.

DR.SIN viverá para sempre através das obras que o Andria , eu e Edu deixamos juntamente com todos que fizeram parte dessa família e está acima da individualidade de cada um de nós.

Temos algumas datas ate o fim de 2015 e como em tudo que fizemos em nossa vidas, honraremos nossa palavra. Nos encontraremos nos shows e que seja uma despedida digna de toda essa história. Para mim uma história de muito sangue e suor, mas que valeu cada segundo. Vamos ver o que o futuro reserva para cada um de nós.

Obrigado a todos, Ivan Busic"

5000 acessosDr. Sin: Anunciado o fim da banda e tour de despedida5000 acessosDr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu5000 acessosDr. Sin: Ardanuy dá depoimento sobre o fim da banda e explica os reais motivos5000 acessosDr. Sin: Ivan Busic se pronuncia novamente sobre motivos do fim da banda

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 10 de agosto de 2015

715 acessosDr. Sin: O som deles fala por si1871 acessosDr. Sin: Eles provaram que quando se quer, se consegue0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dr Sin"

Rock nacionalRock nacional
10 solos de guitarra essenciais

Café com ÓcioCafé com Ócio
Os melhores discos do Metal Nacional de 2000 a 2010

FamíliaFamília
Irmãos que tocam ou já tocaram juntos na mesma banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dr Sin"

GuitarrasGuitarras
As 15 músicas mais complicadas para tocar

SlipknotSlipknot
Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir

MetallicaMetallica
Lars Ulrich: "Eu não sou um baterista talentoso!"

5000 acessosExemplos: 10 músicos com deficiências ou problemas de saúde5000 acessosRoger Moreira: resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde5000 acessosEm 16/01/1993: o Nirvana fazia um show catastrófico no Brasil5000 acessosMúsica Fácil: três músicas em que o bumbo duplo é perfeito5000 acessosAC/DC: Phil Rudd topa voltar se Axl Rose cair fora5000 acessosO Metaleiro: a versão metal do tema dos Power Ranger

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online