Slayer: está difícil criar um set-list a cada novo álbum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fabio Kuriyama, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/12/16. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Gitarre & Bass conduziu uma entrevista com Kerry King do SLAYER quando a banda tocou no festival Rock Im Revier no inicio deste ano em Dortmund na Alemanha. Segue um trecho desta conversa:

1502 acessosSlayer: veja Kerry King demonstrando sua nova guitarra signature5000 acessosSeparados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.

Questionado se é “complicado” para uma banda como SLAYER tocar em um festival composto por públicos distintos, com fãs que não curtem metal Kerry disse: “Eu não penso assim, especialmente quando é na Europa. Nos tocamos com outras bandas que não conheço e quando digo para minha esposa ela diz “Meu Deus! Você vai tocar com aquela banda!” – E eu não tenho mínima ideia de quem são. Isto é muito tradicional na Europa, ter festivais como o Full Force, Wacken Open Air, Bloodstock, Hellfest que tocam exclusivamente metal porem temos todos os demais, tornando-se uma grande mistura”.

Perguntado se o SLAYER muda o set-list baseado no tipo de festival, King diz: “Possivelmente diria que não mas é o nosso primeiro show, eu não estou ligado no que iremos fazer neste verão. Neste festival por exemplo o meu staff sequer fez uma verificação da infra estrutura técnica, chegaram, ligaram os equipamentos, tudo funcionou e pronto. Como consequência, não terei no set-list nenhuma música com guitarra limpa, tirei todas, justamente porque não testamos tudo. Eu odeio estar lá em cima e no meio da música preciso tocar com a guitarra limpa simplesmente não funciona. Sim, eu penso em todos estes detalhes e por isto não tocaremos as músicas que poderiam ser prejudicadas. Hoje teremos uma hora de show e tocaremos umas treze músicas.”

Ele continua: “Estamos com novo disco e tentando colocar algo no set-list porém com trinta e cinco anos de carreira temos que priorizar outras músicas também. A cada novo disco torna-se difícil montar o set-list porque tem músicas que você está a fim de tocar e outras que você simplesmente não tem tempo.

Comente: É certo uma banda lançar um disco e não tocar quase nada das músicas novas?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de dezembro de 2016

SlayerSlayer
Veja Kerry King demonstrando sua nova guitarra signature

293 acessosEm 11/09/2001: Slayer lança o álbum God Hates Us All216 acessosEm 11/09/2015: Slayer lança o álbum Repentless2508 acessosNuclear Blast: Slayer, Exodus e outros em box set comemorativo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Max Kolesne e Dave LombardoMax Kolesne e Dave Lombardo
Bateria não pode sobrepor guitarra

Kerry KingKerry King
Essa é a última versão do Slayer que as pessoas verão

LombardoLombardo
"Chocado" por atitude do Slayer no memorial de Jeff

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

MotorheadMotorhead
Perguntas dos fãs respondidas por Lemmy

Ricardo ConfessoriRicardo Confessori
"Iron Maiden, aposenta logo!"

5000 acessosDeep Purple: a contestada entrevista na Globo em 20065000 acessosMetal: Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gênero5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história4295 acessosSlipknot: quando Ivete Sangalo revelou ser fã da banda5000 acessosRock: os cem álbuns mais subestimados da história4597 acessosGene Simmons: "os próprios fãs mataram as novas bandas de rock"

Sobre Fabio Kuriyama

Analista de sistemas, 28 anos, carioca nato, rockeiro e headbanger de coração, curte de Carcass a Metallica passando por The Cure a Deftones. Tenta ser um bom Baixista nas horas vagas mas há mais esforço do que talento. :)

Mais matérias de Fabio Kuriyama no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online