Nikki Sixx: baixista não vê a hora de Trump deixar a presidência

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bira Abreu, Fonte: blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baixista Nikki Sixx, do MÖTLEY CRÜE e SIXX:A.M., disse em entrevista que "não pode esperar" até a hora que Donald Trump esteja fora da Casa Branca e explica que não acredita que o magnata seja "a escolha certa" para liderar os Estados Unidos.

Mötley Crüe: veja clipe de "Same Ol' Situation (S.O.S.)" com cenas de "The Dirt"Musical Box: Os 20 discos seminais do Hard Rock

Os recentes comentários de Sixx surgiram quando ele falava sobre a inspiração para a música "Rise" do SIXX:A.M. durante um Facebook Live chat no dia primeiro de fevereiro em sua casa.

"Essa música foi inspirada pelo ambiente da campanha presidencial e o que estava acontecendo no mundo, e nós estávamos apenas dizendo: 'Precisamos nos levantar, podemos ser melhores do que isso'."

E continuou: "Você sabe, estamos em um momento volátil agora. Eu tenho que dizer, eu não votei no Donald Trump, e eu não acredito que ele seja a escolha certa para o nosso país. Mas eu sou um americano e espero que ele faça um ótimo trabalho. E o que tenho amado é que em 2017 as pessoas estão demonstrando o que pensam, falando e tendo conversas e grandes discussões. E foi isso o que aconteceu nos anos 60 e 70, e que contribui para a criação boa música e arte. Grandes debates sempre levam a algo."

Sixx acrescenta ainda: "Eu não posso esperar até que o cara saia, mas se ele fizer ótimo trabalho, se a nossa economia melhorar, isso significa que os shows podem melhorar também, significa que as pessoas poderão pagar pelos ingressos, e que então que todos nós poderemos ter um bom momento. Espero também que possamos pôr fim ao terrorismo, que possamos pôr fim a muitas coisas que estão acontecendo no nosso país que não faz a gente feliz. Tudo isso se ele fizer um bom trabalho na presidência. Então vamos torcer para que ele faça. E se você é um adepto do Trump, bom para você. Eu não tenho problemas com você. Eu só espero não ter que te dizer daqui a quatro anos: 'Viu, eu te avisei.'Eu realmente espero que isso não aconteça ".

Ainda em outro trecho Sixx afirma: "Estamos sob cerco. A política tornou-se realidade televisiva, é ridículo."

E conclui: "Nós temos candidatos presidenciais não sendo presidenciais, dizendo coisas ridículas que a mídia regurgita o tempo todo. Não há nada que se orgulhar disso. Então, como é que as pessoas podem não se levantar e dizer que tudo aquilo é baboseira?"

Veja a entrevista na íntegra:

Comente: Concorda com Sixx?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Motley Crue"Todas as matérias sobre "Sixx A.M."Todas as matérias sobre "Nikki Sixx"


Mötley Crüe: veja clipe de "Same Ol' Situation (S.O.S.)" com cenas de "The Dirt"Mötley Crüe: Vince Neil toca clássicos da banda em show nos EUA; assista

Mötley Crüe: The Dirt salvou amizade entre membros da banda, afirma Nikki SixxMötley Crüe
The Dirt salvou amizade entre membros da banda, afirma Nikki Sixx

Mötley Crüe: Tommy Lee posta vídeo com pênis como filtro em seu InstagramMötley Crüe
Tommy Lee posta vídeo com pênis como filtro em seu Instagram

Mötley Crüe: Vince Neil toca clássicos da banda em show nos EUA; vejaRodz Online: Os dois dias de Rock N' Roll do Moscow Music Peace Festival (vídeo)Mötley Crüe: edição de 30 anos de Dr. Feelgood será lançada

Mötley Crüe: Tommy Lee tira uma com a cara de Donald TrumpMötley Crüe
Tommy Lee tira uma com a cara de Donald Trump

Motley Crue: A impressionante coleção de Flávio ColognesiMotley Crue
A impressionante coleção de Flávio Colognesi

David Ellefson: o único artista tatuado autêntico foi Bon ScottDavid Ellefson
O único artista tatuado autêntico foi Bon Scott

Mötley Crüe: Live Wire é sobre violência doméstica, revela SixxMötley Crüe
"Live Wire" é sobre violência doméstica, revela Sixx


Musical Box: Os 20 discos seminais do Hard RockMusical Box
Os 20 discos seminais do Hard Rock

Metal Moderno: 5 bandas aptas a se tornarem clássicasMetal Moderno
5 bandas aptas a se tornarem clássicas

Axl Rose: Afinal de contas, o que houve com sua voz?Axl Rose
Afinal de contas, o que houve com sua voz?

Kid Vinil: Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!Kid Vinil
"Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"

Preconceito: dificuldades de ser roqueiro em cidade do interiorPreconceito
Dificuldades de ser roqueiro em cidade do interior

Garotos Podres: Bolsonaro está fazendo ressurgir o punk no BrasilGarotos Podres
"Bolsonaro está fazendo ressurgir o punk no Brasil"

Star Wars: Galactic Empire faz a melhor versão metal do temaStar Wars
Galactic Empire faz a melhor versão metal do tema


Sobre Bira Abreu

Sociólogo nascido em Ubatuba, litoral de SP, tive meu primeiro contato com o metal aos 12 anos, através do "Piece of Mind", do Iron Maiden. Fiquei fascinado! Sou bem eclético, ouvindo bandas que vão de Thin Lizzy à Meshuggah, mas sempre tive uma queda por bandas com uma pegada mais progressiva e tals, a começar por Rush. Atualmente, o que nunca sai da minha playlist: Mastodon, Gojira, Sepultura e Black Sabbath. Na verdade, me considero aficcionado por Mastodon, a melhor banda de metal do séc. XXI ever.

Mais matérias de Bira Abreu no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336