Andromalius: Mantendo o Black Metal do Tocantins na ativa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Patricia Vera, Fonte: Inforock, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Andromalius é uma banda de Black Metal que surgiu em 2008 na cidade de Gurupi no Tocantins. Atualmente é formada por Lucas Lima "Nile"(Vocalista), Thiago Ferreira " Tormentor" (Guitarrista), Carlito César "Ghoul" (Baixista) e Matheus Oliveira "Tormentor" (Baterista).

Slayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoMuito antes do Led Zeppelin: A origem da guitarra gêmea

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda tem quase 10 anos em atividade e tem em sua discografia uma demo lançada em 2009 chamada "Fria Natureza" e o single "Amanhecer em cinzas" (2014) e está em fase de finalização do álbum de estreia intitulado "Caindo em Trevas". Para conhecer um pouco mais sobre a história da banda, seus principais desafios e os projetos futuros, nós do Inforock conversamos com o baterista Matheus Oliveira e a conversa você confere a seguir.

Inforock: Como iniciou a Andromalius?

Matheus "Tormentor": Andromalius surgiu em 2008 através de Matheus Oliveira (Tormentor) e Thiago Ferreira (Thanatos). A banda com Tot Inferno no vocal durante os 2 primeiros anos, onde foi lançado a demo Fria Natureza (2009).

Inforock: Aconteceram algumas mudanças de integrantes no grupo do início da banda até hoje, quais os motivos?

Matheus "Tormentor": Tot Inferno saiu para cuidar de seus projetos solos ("Dunklen wald" e "Suicidal disciplines"). Thanatos assumiu o vocal e guitarra base. A banda contou com varias participações nesse período até estabilizar na atual formação. Matheus Oliveira (Tormentor) bateria, Thiago Ferreira (Thanatos)guitarra, Lucas Lima (Nile)vocal e Carlito Cesar (Ghoul)Baixo.

Inforock: Quais são as principais influências da banda e que estilo a banda se define?

Matheus "Tormentor": A banda se considera simplesmente black metal, percorrendo por todas as vertentes do gênero (Raw, depressive, doom, folk, thrash). Influências de bandas como Immortal, Satyricon, Nocturnal Depression.

Inforock: Sobre a primeira apresentação até a mais recente da banda, quais foram as mudanças que o grupo percebeu no processo de ter uma banda?

Matheus "Tormentor": Evolução técnica (Composição e execução das musicas) e evolução financeira (investimentos em equipamentos para ensaio, gravação e realização de eventos).

Inforock: Há alguma apresentação que vocês consideram a melhor ou a mais receptiva do público?

Matheus "Tormentor": Por todos os lugares que passamos fomos muito bem recebidos pelo público, mas o concerto no Paraguai foi inesquecível, pelo fato de ter sido a primeira apresentação fora do país.

Inforock: Como é o cenário rock/Metal na cidade em que vocês residem?

Matheus "Tormentor": A cena está em ascensão, ainda somos a única banda extrema, porém a cidade já é rota de shows de várias bandas de renome do metal underground nacional.

Inforock: Quais são os principais eventos que a banda já tocou?

Matheus "Tormentor": Foram vários eventos nos quais participamos, podemos citar "Festival das artes negras" organizado pelo Drakkar do Luxuria de Lilith, O "Ataque subterrâneo" em Imperatriz - MA," Braindead e Extreme metal Chaos" produzido pela Dark Force produções em Gurupi-Tocantins, "Caveira velha rock bar" - Sp e o tradicional "Festival da lua grande" em Conceição do Araguaia - PA.

Inforock: A banda já se apresentou fora do país como você citou, no Paraguai, como surgiu o convite para a apresentação? E como foi essa apresentação para vocês?

Matheus "Tormentor": O convite surgiu através da parceria entre as produtoras Dark Force e The Iron Riff (Paraguai). A apresentação foi incrível apesar dos imprevistos. Thanatos foi impedido de embarcar devido o extravio de seus documentos, e Ghoul assumiu a guitarra base e contamos com o apoio de Crispin Rodriguez, virtuoso baixista da banda de heavy metal Viernes 13.

Inforock: Como foi a recepção do público do Paraguai em relação ao som de vocês?

Matheus "Tormentor": O público foi incrível, e o Paraguai é berço de incríveis bandas de metal. Os paraguaios respeitam e admiram muito o metal extremo brasileiro.

Inforock: O que a banda está planejando para os próximos meses?

Matheus "Tormentor": Concluir as gravações do nosso primeiro full lenght "Caindo em trevas" e lançar o nosso primeiro vídeo clipe.

Inforock: Vocês divulgaram a demo Fria Natureza lançada em 2009 no Youtube no início de 2017, como tem sido a recepção virtual do material da banda?

Matheus "Tormentor": Tem sido ótima, Fria Natureza foi nosso primeiro trabalho, faz parte da história do Andromalius, muitas pessoas nós solicitam o material físico dessa demo.

Inforok: O Single "Amanhecer em Cinzas" mostra um amadurecimento musical e entrosamento maior que na demo lançada em 2009, quais as diferenças que tem relação a integrantes do grupo e também a respeito de inspirações em ambos trabalhos?

Matheus "Tormentor": Esse amadurecimento musical está diretamente ligado a evolução técnicas conquistada com o tempo, além da influência musical adquirida através de inúmeros trabalhos que escutamos de bandas do gênero, e o comprometimento dos atuais integrantes que ingressaram ao Andromalius.

Inforock: Obrigada pelo tempo de vocês. Se quiser acrescentar mais alguma coisa, este é seu espaço.

Matheus "Tormentor": Agradecemos ao nosso publico, ao blog Inforock e a todos seus leitores. Sigam a nossa página no facebook e acompanhem os trabalhos do Andromalius. Obrigado.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Andromalius"


Slayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoSlayer
Quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

Muito antes do Led Zeppelin: A origem da guitarra gêmeaMuito antes do Led Zeppelin
A origem da guitarra gêmea


Sobre Patricia Vera

Acadêmica de Jornalismo na Universidade Federal do Tocantins e tem 22 anos. Apaixonada por Rock e Metal desde o começo da adolescência. Escrevo poemas e poesias desde os 14 anos de idade. Atuo como fotógrafa de eventos musicais, sou fundadora e redatora-chefe do blog Inforock, Produtora do Hard'n' Metal Cultura Ambiental e locutora do programa 96 Rock.

Mais matérias de Patricia Vera no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336