Myles Kennedy: a diferença entre trabalhos com Slash e Tremonti

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Igor Miranda, Fonte: 97.5 KMOD / Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista Myles Kennedy revelou qual a diferença entre trabalhar com Slash, com a banda The Conspirators, e com Mark Tremonti, no Alter Bridge. O comentário foi feito em entrevista à rádio 97.5 KMOD (transcrita pelo Blabbermouth).

451 acessosGuns N' Roses: atores de "Jumanji" cantam "Welcome To The Jungle"5000 acessosAxl Rose: "Sobe na porra do palco ou você vai morrer!"

Kennedy pontuou que os trabalhos com Slash e Tremonti são, sim, muito diferentes. "É ótimo para mim, porque faz com que eu me estique em direções diferentes, em vez de fazer a mesma coisa sempre e ficar redundante", disse.

Myles, então, falou sobre as diferenças entre os trabalhos. "O Alter Bridge é mais agressivo - não diria metal, mas os riffs de Mark são bem pesados. E com Slash & The Conspirators, é um som mais baseado no blues e no rock and roll, que eu amo cantar também", afirmou.

O cantor também foi questionado se ele se sente intimidado em trabalhar com grandes guitar heroes. "Você deve tentar e não pensar demais. Para mim, é apenas focar no momento e estar muito presente. E quando ouvir algo - como Slash tocando um riff ou uma progressão de acordes -, a ideia é confiar em meus instintos e apostar na primeira coisa que ouço", disse.

Myles disse, ainda, que quando começou a tocar com Slash, ele ficava pensando demais no que iria fazer. "Agora, depois de anos, aprendi a confiar em minha reação inicial e, geralmente, é melhor assim", afirmou.

Em outra entrevista, concedida meses atrás para o The Aquarian, Myles Kennedy também falou sobre a diferença entre os trabalhos com Slash e Mark Tremonti. Na ocasião, ele foi um pouco mais específico sobre os bastidores.

"É um processo diferença com Slash. Geralmente, ele terá uma 'cama musical' pronta para me mostrar, então, eu coloco uma melodia e uma letra por cima. Ocasionalmente, pergunto se ele poderia mudar algum acorde, para ajudar na melodia. Ele está sempre aberto. Com o Alter Bridge, Mark e eu compomos de forma separada e armazenamos riffs, ideias e melodias para, depois, juntar tudo. Uma música como 'Show Me A Leader' é um exemplo disso", disse, na ocasião.

Comente: Você gosta mais do trabalho de Myles Kennedy com Slash ou com o Alter Bridge?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Guns N RosesGuns N' Roses
Dizzy Reed anuncia 1° disco solo e lança música

451 acessosGuns N' Roses: atores de "Jumanji" cantam "Welcome To The Jungle"301 acessosKarl Golden: "Appetite For Destruction" do GNR em ukulele1666 acessosAvery Molek: músico de 11 anos toca "November Rain" do Guns N' Roses0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

SlashSlash
Explicando declaração sobre sua mãe e David Bowie

Duff McKaganDuff McKagan
Elogios rasgados ao Motörhead

FonoaudiologiaFonoaudiologia
Por que Axl não manteve a voz como Steven Tyler?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slash"0 acessosTodas as matérias sobre "Alter Bridge"0 acessosTodas as matérias sobre "Myles Kennedy"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"


Axl RoseAxl Rose
"Sobe na porra do palco ou você vai morrer!"

InstagramInstagram
As fotos mais legais do perfil de James Hetfield

Mick JaggerMick Jagger
Em cerimônia na escola do filho em São Paulo

5000 acessosPlanet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarra5000 acessosMetallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidas5000 acessosDeep Purple: a contestada entrevista na Globo em 20065000 acessosGuns N' Roses: Slash achava que banda seria "cult"4024 acessosMetal Hammer: As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de novembro de 2017


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online