Slayer: processando quem vende produtos da banda sem licença

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Northern California Record
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Slayer entrou com uma ação na justiça americana para obter uma ordem judicial com intuito de coibir falsificadores de produtos da banda durante sua turnê de despedida, sob a acusação de infração dos direitos sobre a marca do grupo. A ação foi movida por meio da empresa Global Merchandising.

Paul Está Morto?: Um Beatle morreu em 1964? O maior boato da históriaPunk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Segundo o site Northern California Record, a denúncia foi feita contra diversos réus não identificados, descritos como "numerosos vendedores independentes não-licenciados e empresas de fabricação e distribuição".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De acordo com a ação, os acusados vendem produtos não-autorizados do Slayer nos locais onde o grupo se apresenta, seja antes, durante ou após o show. O texto aponta, ainda, que mais de US$ 25 milhões já foram perdidos pela banda com merchandising falsificado.

A banda não se manifestou oficialmente sobre a ação até o momento.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Slayer"


Motorhead: cover de Stand By Me com Lemmy e LombardoMotorhead
Cover de "Stand By Me" com Lemmy e Lombardo

Slayer: este papo de fim é pra aumentar as vendas, diz Dani FilthSlayer
Este papo de fim é pra aumentar as vendas, diz Dani Filth


Paul Está Morto?: Um Beatle morreu em 1964? O maior boato da históriaPaul Está Morto?
Um Beatle morreu em 1964? O maior boato da história

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336