Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"


Stamp

Spotify: grupo feminista pede sanções a Red Hot, Steven Tyler e outros

Por Igor Miranda
Fonte: L.A. Times
Em 16/05/18

O grupo feminista UltraViolet, que atua em prol da defesa das mulheres nos Estados Unidos, pediu que a plataforma de streaming Spotify aplique sanções a artistas como Red Hot Chili Peppers, Steven Tyler (vocalista do Aerosmith), Ted Nugent, Don Henley (cantor e baterista dos Eagles) e outros por estarem ligados, em especial, a casos de abuso sexual.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O pedido foi feito pelo UltraViolet, por meio de uma carta aberta, dias após o Spotify ter divulgado que puniria R. Kelly e XXXTentacion, acusados de abuso sexual, com a retirada de suas músicas das playlists oficiais da plataforma. As músicas dos artistas seguem disponíveis no aplicativo, contudo, as tradicionais seleções feitas por sua curadoria não indicam mais o material deles.

"Imploramos que vocês deem uma olhada mais aprofundada nos artistas que promovem. Sempre que um famoso continua a ser glorificado apesar de acusações de abuso, nós, erroneamente, perpetuamos o silêncio ao mostrarmos a sobreviventes de abuso sexual e violência doméstica que não há consequências para o abuso. Isso tem um efeito cultural muito além de um artista individual", diz a carta da organização.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os nomes citados pelo UltraViolet - "embora esteja longe de uma lista abrangente", afirma o grupo - são:

- Chris Brown
- The Red Hot Chili Peppers
- Nelly
- Eminem
- Don Henley (The Eagles)
- Steven Tyler (Aerosmith)
- Tekashi 6ix9ine
- Ted Nugent

Os artistas citados são acusados ou admitiram atos diferentes contra mulheres. Steven Tyler e o vocalista Anthony Kiedis, do Red Hot Chili Peppers, confessaram, em seus livros autobiográficos, que se relacionaram com menores de idade.

No livro "Scar Tissue" (lançado em 2005), Anthony Kiedis conta que teve relações sexuais com uma garota de 14 anos enquanto ele tinha 23. Kiedis repetiu o ato mesmo após saber da idade da adolescente. O relacionamento serviu de inspiração para a letra da música "Catholic School Girls Rule".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Steven Tyler, por sua vez, afirmou ter cometido ato abusivo contra uma namorada, chamada Julia Holcomb, quando ela tinha 16 anos e ele, 27. Ele a forçou a abortar um filho concebido pelo casal em 1975. O caso é relatado, de forma um pouco mais branda, na autobiografia do cantor, "O barulho na minha cabeça te incomoda?", lançada em 2011.

Nos últimos anos, Tyler tem promovido ações em prol de vítimas de abuso sexual, por meio da Janie's Fund. Um abrigo chamado Janie's House foi construído e lançado no fim do ano passado. O cantor conseguiu arrecadar US$ 2,4 milhões para a instituição durante um evento de gala, realizado na mesma noite do 60° Grammy Awards, no início do ano.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ted Nugent tornou-se o responsável legal de uma garota de 17 anos, no Havaí, para que continuasse se relacionando com ela. A manobra foi executada, segundo diversos veículos de comunicação, para que ele não enfrentasse possíveis acusações de sequestro.

O caso envolvendo Don Henley, dos Eagles, aconteceu em 1980. Duas garotas, de 15 e 16 anos, foram encontradas na casa do músico, que foi detido, pagou uma fiança de US$ 2,5 mil e conseguiu liberdade condicional. As jovens de 15 e 16 anos também foram presas sob a acusação de, respectivamente, estar sob influência de drogas e prostituição.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Até o momento, o Spotify não se pronunciou sobre a carta aberta do UltraViolet. Leia o texto na íntegra (em inglês) no link a seguir.

https://d2486uwqr5x79k.cloudfront.net/images/Spotify_Letter.pdf

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Mugshots: Roqueiros famosos atrás das grades



Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.