Kiss: Doug Aldrich relembra teste para substituir Ace Frehley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: White Line Fever/Blabbermouth
Enviar Correções  

O guitarrista Doug Aldrich (The Dead Daisies, ex-Whitesnake, ex-Dio e ex-House of Lords) relembrou, em entrevista ao podcast White Line Fever (transcrição via BraveWords), o teste que fez para entrar no Kiss em 1982. O músico, que ainda era um adolescente na época, queria se juntar à banda na vaga deixada por Ace Frehley, mas Vinnie Vincent acabou por assumir o posto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Durante o bate-papo, Doug Aldrich comentou que sua contribuição ao Kiss não teria sido, em termos de estilo, muito diferente do que Vinnie Vincent ofereceu. "Na época, todos estavam procurando guitarristas que tivessem mais habilidade. O Whitesnake fez isso, conseguiram John Sykes. Ozzy... Tony Iommi é incrível, é o mestre dos riffs, mas Randy Rhoads é mais um solista. Todos queriam um Eddie Van Halen, assim como o Kiss", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aldrich, então, comentou que soube dos problemas do Kiss com Ace Frehley e participou das audições para novo guitarrista da banda. "Acho que queriam alguém que também tivesse um estilo mais técnico, talvez. Vinnie é miuto técnico e acho que todos seguíamos o mesmo caminho na época. Provavelmente, (eu) teria sido semelhante. Mas eu realmente gosto das coisas que Vinnie fez com eles. Fora os clássicos com Ace, fizeram algumas das minhas coisas favoritas", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar de não ter conquistou a vaga para o Kiss, Doug Aldrich conseguiu algo interessante a partir do teste: o número de telefone de Gene Simmons, com quem conversou posteriormente para obter credenciais de bastidores, para ele e os amigos dele, em um show do Kiss.

"Foi engraçado. Foi há muito tempo, mas amigos companheiros estavam comigo e nós íamos tentar entrar nos bastidores pela primeira vez. Havia uma festa na casa dele, você podia ouvir. Eles estavam fazendo uma festa. Liguei para ele e ele estava tipo: 'perca esse número'. Fiquei arrasado. Virei aos meus amigos e disse: 'desculpem pessoal, acho que não vamos conseguir'. Na verdade, não tenho mais o número dele, mas sei como entrar em contato, pois tenho o e-mail", afirmou.

Ouça a entrevista, na íntegra (em inglês).




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

VH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os temposVH1
100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336 Cli336 Goo336 Goo728