Judas Priest: K.K. Downing comenta um dos reais motivos de sua saída

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: VintageRock
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista K.K. Downing comentou, em entrevista ao VintageRock, sobre a sua saída do Judas Priest em 2011. Downing se aposentou da carreira musical em geral e foi substituído por Richie Faulkner.

Judas Priest: K. K. Downing, Ripper e David Ellefson tocam clássicos da bandaMegadeth: Mustaine fala sobre bandas satânicas

Durante o bate-papo, Downing disse que escrever sua autobiografia, "Heavy Duty: Days And Nights In Judas Priest", deu um senso de encerramento em relação ao seu ciclo com o Judas Priest, iniciado em meados de 1969. "É o mesmo com qualquer relacionamento de longo-prazo, seja casamento, filho ou algo do tipo. Vocês passam muito tempo juntos e idiossincrasias aparecem. Não havia certo ou errado - algumas pessoas têm mais tolerância do que outras e é um milagre permanecer junto por 40 anos", afirmou.

O músico destacou que, em relações de longo prazo, "alguém precisa ceder - e precisa ser recíproco, mas, inevitavelmente, isso fica desequilibrado". "Penso que democracia é sempre a melhor política. E não havia muito ali. Não acho. Mas meio que aconteceu", disse.

Em seguida, o guitarrista revelou um dos principais motivos para a sua saída. "Rob (Halford, vocalista) e Glenn (Tipton, guitarrista) fizeram seus trabalhos solo duradouros e isso se tornou um pouco perturbador. Sequer cito isso no livro. Rob lançou dois discos e fez sua turnê própria no exato ano em que saí da banda. Então, eles disseram: 'K.K., queremos que você comece a compor um EP de cinco faixas'. Eu falei: 'nem f*dendo, Rob lançou dois discos no último ano e nós vamos lançar apenas um EP?'. Era o suficiente para mim, então, eu saí. Como eu disse no livro, tentei lidar com isso de forma mais diplomática possível. Mas, em poucas palavras, já era o bastante", afirmou.

Questionado sobre seu atual relacionamento com os antigos colegas de Judas Priest, K.K. Downing foi sincero em sua resposta. "Não posso dizer que é algo excessivamente dócil no momento. Nada dura para sempre. Comecei no fim da década de 1960, então, certamente, caras daquela época não vão ficar por aí para sempre. Estamos perdendo muitos bons amigos. De minha parte, sempre há um caminho melhor e sempre acreditei que a democracia é o modelo ideal. É o necessário. Mas é o caso de alguém que quer uma fatia maior da torta ou o que seja", disse.

Por fim, Downing foi perguntado se consideraria tocar com o Judas Priest novamente em algum ponto da vida. "Houve uma oportunidade não faz tanto tempo e ela foi descartada. Então, outro ano se vai. Farei 67 anos em outubro. No momento, estou em boa forma. Não sei. Não fui convidado antes, mas, se fosse, dependeria de como eu seria convidado e como seria na sequência", afirmou.

"Heavy Duty: Days And Nights In Judas Priest", livro autobiográfico de K.K. Downing, chega às livrarias do exterior no dia 18 de setembro, por meio da editora Da Capo Press. Ainda não há confirmação se uma edição nacional será lançada.

Judas Priest: livro de K.K. Downing detalhará tensão com o Iron MaidenJudas Priest
Livro de K.K. Downing detalhará tensão com o Iron Maiden




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Judas Priest"


Judas Priest: K. K. Downing, Ripper e David Ellefson tocam clássicos da banda

Judas Priest: em mensagem, Glenn Tipton agradece a fãs após ano difícilJudas Priest
Em mensagem, Glenn Tipton agradece a fãs após ano difícil

Judas Priest: Turbo teria música em Top Gun, mas não teve e não vendeu bemJudas Priest
Turbo teria música em Top Gun, mas não teve e não vendeu bem

Judas Priest: show de 50 anos da banda será no festival Bloodstock Open AirJudas Priest
Show de 50 anos da banda será no festival Bloodstock Open Air

Em 28/10/1997: Judas Priest lançava o álbum JugulatorEm 27/10/1951: nascia K. K Downing, do Judas PriestEm 25/10/1947: nascia o icônico Glenn Tipton

Kerrang: revista lista os 10 melhores álbuns do Judas Priest, do pior para o melhorKerrang
Revista lista os 10 melhores álbuns do Judas Priest, do pior para o melhor

Grandes covers: cinco versões para "Electric Eye", do Judas PriestJudas Priest: banda anuncia o seu próprio rum

Músicas imortais: Painkiller, uma das maiores pedradas da historiaMúsicas imortais
"Painkiller", uma das maiores pedradas da historia

Judas Priest: Halford promete grandes surpresas para a tour do 50º aniversário da bandaJudas Priest
Halford promete grandes surpresas para a tour do 50º aniversário da banda

Rob Halford: ele quer ser jurado do RuPaul's Drag Race, reality show de drag queensRob Halford
Ele quer ser jurado do RuPaul's Drag Race, reality show de drag queens

Músicas imortais: Electric Eye, um dos maiores símbolos do heavy metalMúsicas imortais
"Electric Eye", um dos maiores símbolos do heavy metal

Rob Halford: vocalista fala sobre como é ser gay em um país conservadorRob Halford
Vocalista fala sobre como é ser gay em um país conservador

Heavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?Heavy Metal
Quais as 10 melhores vozes da história?

Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

Dave Lombardo: dez álbuns que marcaram a vida do bateristaDave Lombardo
Dez álbuns que marcaram a vida do baterista


Megadeth: Mustaine fala sobre bandas satânicasMegadeth
Mustaine fala sobre bandas satânicas

Doors: Perguntas e respostas e curiosidades diversasDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1980

Krisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do BrasilKrisiun
Banda lista os 5 picos mais demoníacos do Brasil

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Lemmy: Posso ver três gerações lá fora quando tocamos!Lemmy
"Posso ver três gerações lá fora quando tocamos!"

Antes do tempo: 60 rockstars que morreram antes dos 60 anosAntes do tempo
60 rockstars que morreram antes dos 60 anos


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336