Lobão: "o rock foi excluído do Brasil num processo político-cultural do PT"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Pânico
Enviar correções  |  Ver Acessos

O músico Lobão participou do programa "Pânico" na rádio Jovem Pan, na última segunda-feira (5). Durante a entrevista, o artista falou sobre diversos assuntos ligados, essencialmente, a música e política.

Leda Nagle: Com a palavra Lobão! Fortes Palavras!Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleiros

Em dado momento da entrevista, Lobão disse que o rock foi excluído do Brasil por meio de um processo político-cultural comandado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), que esteve na presidência do Brasil de 2002 a 2016.

Inicialmente, Lobão destacou algumas bandas de rock atuais que lhe chamam a atenção. "Quando falo em cena de rock, é rock de verdade. No Rio Grande do Norte, tem uma banda de Natal sensacional, que é o Far From Alaska, que está aí, arrebentando. Ego Kill Talent, também, é uma banda que está arrebentando no mundo todo", afirmou.

Em seguida, Lobão destacou que "o rock vai voltar com força" no país. "Ele foi excluído em um processo político-cultural do PT, que odeia rock, porque são molenga", disse.

Após ter sido interrompido por uma das entrevistadoras, Lobão disse por que houve a exclusão, em sua visão. "Estou falando do totalitarismo cultural, do coronelato cultural, falamos isso no início do programa. O c* tem a ver com as calças. Você vai pra Cuba, tocaram Rolling Stones só agora, porque eles odeiam rock. Assim como dadaísmo, surrealismo e cubismo era tido no início do século passado como manifestação capitalista, artística-decadente, o rock sempre foi o 'alho' de comunista", afirmou.

Por fim, o músico questionou a indicação de Gilberto Gil para o Ministério da Cultura, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, e relembrou seu vínculo passado com o PT. "Você acha que o PT, que o projeto de poder, bota o (Gilberto) Gil no Ministério da Cultura porque ele é apto? P*rra, o projeto é milimetricamente pensado e repensado. Eu estava no núcleo duro do PT, conheço como a palma da minha mão. Entrei em contato com toda a 'cartilha Paulo Freire', o 'teatro do oprimido'. Sou um cara estudioso, pode confiar no meu taco", disse.

O momento pode ser conferido a partir dos 44min do vídeo a seguir.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Lobão"


Leda Nagle: Com a palavra Lobão! Fortes Palavras!

Batanga: seis roqueiros que fizeram do rock nacional uma decepçãoBatanga
Seis roqueiros que fizeram do rock nacional uma decepção

Lobão: Tom Cardoso conta como ele tentou achar Osama Bin LadenLobão
Tom Cardoso conta como ele tentou achar Osama Bin Laden

Leoni, ex-Kid Abelha: Roger sempre foi liberal, mas o Lobão gosta é de polêmicaLeoni, ex-Kid Abelha
"Roger sempre foi liberal, mas o Lobão gosta é de polêmica"


Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleirosRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

Robert Plant: quase saí do Led quando meu filho morreuRobert Plant
"quase saí do Led quando meu filho morreu"

Depressão: 10 músicas que devem ser evitadasDepressão
10 músicas que devem ser evitadas

Slayer: Tom Araya revela seus ídolos do baixoSlayer
Tom Araya revela seus ídolos do baixo

Slayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Melissa Reese: sua função no Guns N' Roses e reações dos fãs a elaMelissa Reese
Sua função no Guns N' Roses e reações dos fãs a ela

Metallica: Lars queria ser Dave Lombardo, mas se contentou em ser Phil RuddMetallica
Lars queria ser Dave Lombardo, mas se contentou em ser Phil Rudd


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336