Raimundos: banda está "suspensa" após clima piorar com posts de Digão, diz Canisso

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

O baixista Canisso revelou que as atividades do Raimundos estão suspensas, no que diz respeito a ele, após as publicações sobre política feitas pelo vocalista e guitarrista Digão. A informação foi publicada no próprio perfil de Twitter do músico.

Malmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarristaDiscórdia: alguns dos maiores insultos entre artistas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um fã perguntou a Canisso "como está sendo trabalhar os assuntos referentes à banda tendo opiniões tão diferentes". O baixista, então, respondeu: "Está TUDO suspenso. Pelo menos no que diz respeito a mim. O clima que já estava ruim piorou de vez".

Em outra mensagem, um fã divulgou um longo texto para dizer que apoiou o Raimundos em uma série de ocasiões, incluindo o financiamento coletivo do álbum "Cantigas de Roda", mas que não fazia sentido o Digão se manifestar como conservador sendo um representante do punk rock e hardcore. "É uma grande cara de pau do Digão assumir que os fãs do Raimundos não conheçam a história do punk. Canalhice intelectual querer passar nas entrelinhas que o fato do Johnny Ramone ter sido republicano/conservador se traduza como a opinião majoritária (ou bem vista) no punk rock", disse o admirador.

Canisso compartilhou o texto e complementou: "Muito bom. Mas você sabe que não é pra mim que você tem que dizer isso, né?".

Para outros fãs, Canisso reforçou que as atividades estão suspensas, mas não encerradas, e que todos temos pessoas próximas com as quais discordamos politicamente. "Só não podemos levar pro lado pessoal e rompermos nossos laços com eles por causa disso. A melhor coisa a fazer é se afastar. Se formos importantes para eles, vão nos procurar pra resolver", afirmou.

Há algumas semanas, no período em que Digão divulgou suas declarações, Canisso já havia se posicionado de forma contrária, destacando que a posição do frontman não representa a dos demais integrantes. O baixista chegou a compartilhar algumas provocações.

"Brother, nenhuma opinião política, religiosa, esportiva, ou sobre QUALQUER assunto de qualquer integrante da banda nunca vai representar a opinião da BANDA, fique tranquilo, ele não representa nossa opinião, PONTO", disse Canisso, em uma postagem.

Ao divulgar uma publicação já apagada de um internauta, ele declarou: "Não fiz banda com ninguém que tivesse essa opinião. Sou dono também, não vou sair da banda da qual tenho tanto orgulho e deixar de graça pra ele. É o que querem?".

Um fã disse: "Imagina tu ter mais de 30 anos de história com uma banda e ter que ficar explicando que as merdas que o teu colega fala não têm nada a ver contigo/ela". O baixista chegou a opinar que Digão está "surtando", ao responder: "Exato. Pensei que o isolamento lhe faria bem, mas o maluco tá surtando".

Outro internauta comentou: "Esses teus parceiros e ex's parceiros de banda só fodem com tudo". Canisso apenas reagiu com: "Né?".

A polêmica com Digão

Digão causou controvérsia ao manifestar algumas opiniões políticas no último mês. O vocalista e guitarrista do Raimundos comparou a situação atual dos governos, em meio à pandemia do novo coronavírus, com uma "amostra grátis de comunismo". Após dividir a opinião do público, o frontman do Raimundos disse que prefere ouvir a opinião dos músicos do Ramones, que criticavam correntes de esquerda, e chegou a desafiar internautas a encontrarem posts em que ele estivesse defendendo o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Raimundos: Digão diz que situação atual da pandemia é amostra grátis de comunismoRaimundos
Digão diz que situação atual da pandemia é "amostra grátis de comunismo"

O texto inicialmente publicado na rede social Instagram, com fundo de foice e martelo, diz: "Está gostando do comunismo? Governantes mandando você fechar. Toque de recolher. Proibido ir em certos lugares. Liberdade limitada. Comida limitada. Medo provocado por mídias. Sua empresa não é exatamente sua, abre e fecha quando eles querem. Não pode visitar familiares. Se tem opinião contrária pode ser preso. Se for ao mar vai ser preso. Soltam criminosos e prendem inocentes. Aproveite a amostra grátis de comunismo e lute para que não se torne permanente".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A publicação feita por Digão repercutiu em outras redes sociais, dividindo a opinião dos internautas. As postagens que mais repercutiram sobre o assunto são de pessoas que criticaram o posicionamento do músico. Houve, claro, quem concordasse com ele ou quem simplesmente declarasse que, independentemente da posição, o músico está em seu direito de expressão.

Em uma segunda postagem, já no Facebook, Digão reagiu à polêmica ao reafirmar o comentário anterior e destacar que prefere dar ouvidos aos Ramones, divulgando uma imagem em que os integrantes da banda reagem negativamente aos escritos "vote em partidos comunistas ou socialistas de trabalhadores".

"A quem vou dar ouvidos!? Aos Mestres RAMONES que fizeram a minha vida ou a filhinhos bancados por papai e mamãe, doutrinados por mercenários disfarçados de revolucionários!? O único reacionário e fascista é você que não respeita uma opinião! Reza pra não acabar o dinheiro paterno pra pagar o iPhone e internet pra fazer a única coisa que conseguem... ser um hater", afirmou Digão, na legenda da postagem.

Raimundos: Digão responde a críticas e diz que prefere dar ouvidos aos RamonesRaimundos
Digão responde a críticas e diz que prefere dar ouvidos aos Ramones

Muitos internautas passaram a dizer que Digão era apoiador do presidente Jair Bolsonaro. Nos comentários, ele negou algumas vezes. Em seguida, uma nova postagem foi feita com um desafio. "O primeiro que mostrar algum post meu no Instagram ou Facebook fazendo campanha direta pro Bolsonaro vai ganhar uma guitarra minha! Ps: Só vale com o link da postagem!", afirmou.

Digão: ele promete guitarra pra quem provar que ele fez campanha pro BolsonaroDigão
Ele promete guitarra pra quem provar que ele fez campanha pro Bolsonaro

Diante de tanta polêmica, o músico acabou voltando atrás e pediu desculpas pelas declarações. Não percebi como estava sendo infeliz e imparcial nesse momento tão difícil da humanidade! Não posso só ir contra uma ideologia sendo que há outra horrorosa do outro lado. [...] Peço do fundo do coração as mais sinceras desculpas e perdão a todos que se sentiram ofendidos, aos que me apoiaram, a todos meus amigos e colegas músicos e principalmente aos fãs do Raimundos", disse.

Raimundos: Digão faz postagem em suas redes sociais e pede desculpasRaimundos
Digão faz postagem em suas redes sociais e pede desculpas


Raimundos: Digão diz que situação da pandemia é "amostra grátis de comunismo"

Raimundos: Digão diz que situação atual da pandemia é amostra grátis de comunismoRaimundos
Digão diz que situação atual da pandemia é "amostra grátis de comunismo"

Raimundos: Digão responde a críticas e diz que prefere dar ouvidos aos RamonesRaimundos
Digão responde a críticas e diz que prefere dar ouvidos aos Ramones

Raimundos: Canisso se manifesta sobre opiniões políticas de DigãoRaimundos
Canisso se manifesta sobre opiniões políticas de Digão

Raimundos: Sou péssimo comentarista político por pegar pesado nas convicçõesRaimundos
"Sou péssimo comentarista político por pegar pesado nas convicções"

Digão: ele promete guitarra pra quem provar que ele fez campanha pro BolsonaroDigão
Ele promete guitarra pra quem provar que ele fez campanha pro Bolsonaro

Raimundos: Digão faz postagem em suas redes sociais e pede desculpasRaimundos
Digão faz postagem em suas redes sociais e pede desculpas

Todas as matérias sobre "Raimundos: Digão diz que situação da pandemia é "amostra grátis de comunismo""




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Malmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarristaMalmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

Discórdia: alguns dos maiores insultos entre artistasDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline