Guns N' Roses: o roadie que foi demitido por Axl Rose - ou não

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William
Enviar Correções  

Joe Miller, autor do livro "Memoir of a Roadie: Axl said I made a great cup of tea... Scott Weiland liked The Carpenters... & Ozzy drinks rosé", esteve no podcast The Appetite for Distortion, onde contou como era trabalhar para Axl Rose lá nos anos noventa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Ouvi histórias de horror sobre como ele (Axl) era difícil de lidar e aquilo tudo, mas não sei, ele me parecia um cara legal", conta Joe, em seguida relatando como se empolgava de ver o vocalista no palco e ainda receber para estar ali, apesar de trabalhar horas a fio.

Depois ele conta um episódio onde chegou a ser mandado embora (ou não): "Axl ficou com raiva e me demitiu, mas naqueles tempos, vocês sabem, todos eram demitidos. Ele ligou para o estúdio e eu era uma das poucas pessoas que estavam lá, e acabei atendendo. Não conseguia ouvi-lo pois a banda estava tocando e ele tentava dizer algo e eu não sabia quem era - nunca soube. E então um dos sujeitos no estúdio veio e me disse 'Cara, desligue a porra do telefone'. Desliguei e fiquei sabendo que era o Axl, e pensei 'Mas porque diabos peguei o telefone?' Me disseram 'Sim, ele está realmente muito puto. Vai demitir você. Não venha trabalhar amanhã e ele vai esquecer. E talvez eu até tenha sido mandado embora, talvez não, acho que nunca vou saber ao certo pois ele com certeza não se lembra. Axl me demitiu, e eu ainda coloquei o nome dele no título do meu livro".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

FONTE: Ultimate Guitar
https://www.ultimate-guitar.com/news/general_music_news/gnr_...


GooInArt Goo336