Pink Floyd: David Gilmour gravou metade dos baixos nos álbuns da banda, diz Guy Pratt

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

O baixista Guy Pratt exerceu a dura função de ocupar a vaga deixada por Roger Waters após sua saída do Pink Floyd, em 1985. Pratt não se tornou um membro oficial da banda, mas entrou logo após o lançamento de "A Momentary Lapse of Reason", em 1987, e se envolveu em todos os projetos até 1994, quando as atividades foram encerradas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista à Rolling Stone, ele contou que, apesar do papel importante que exercia no processo criativo, Roger Waters não gravou o baixo de diversas músicas do Pink Floyd. Ele afirma que o guitarrista David Gilmour também toca o instrumento em "metade das faixas" dos álbuns que trazem Waters na formação.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"David tocou metade dos baixos desses álbuns e eu nunca vi Roger como um baixista. Ele era mais como um grande conceitualista. Eu achava engraçado quando os fãs diziam, tentando me elogiar: 'você é um baixista tão bom quanto Roger Waters'. Era tipo: 'bem, obrigado, mas eu prefiro compor o The Wall'", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro momento da entrevista, ele revelou que sua audição para se juntar ao Pink Floyd envolveu apenas uma performance vocal da música "Run Like Hell". "Esse foi o teste. Eu apareci depois de uma grande noite, de ressaca, e pensei: 'ferrou'. Mas talvez foi por isso que eu cantei tão bem. Se eu estivesse bem, ficaria constrangido demais", comentou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mesmo na segunda audição, que David Gilmour marcou algum tempo depois, Guy Pratt nem sequer encostou em seu baixo. "David pediu para cantar de novo e eu perguntei o motivo, pois já havia feito antes. Eu estava apavorado, mas banquei o arrogante. David ficou tipo: 'f*da-se esse cara, vou arriscar'. Nunca toquei baixo nos testes, só cantei 'Run Like Hell'. Não sei o quanto isso diz sobre o que David pensa da complexidade do baixo do Pink Floyd. Ele estava tipo: 'eu sei que você consegue tocar baixo'", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao todo, Guy Pratt toca nos álbuns "The Division Bell" (1994), "The Endless River" (2014) - que traz sobras do anterior -, além das turnês do Pink Floyd a partir de 1987 e os discos ao vivo gerados dessas apresentações. Quando David Gilmour embarcou em carreira solo, já nos anos 2000, o baixista também esteve envolvido. Ele faz parte, ainda, do atual projeto do baterista Nick Mason, o Saucerful of Secrets.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fora do "universo Pink Floyd", ele também tocou com diversos artistas: Michael Jackson, Madonna, Coverdale/Page, Whitesnake, Tears for Fears, Iggy Pop, Tom Jones, Debbie Harry, Gary Moore, entre outros.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ozzy Osbourne: No Rock In Rio, má impressão sobre o BrasilOzzy Osbourne
No Rock In Rio, má impressão sobre o Brasil

Zakk Wylde: foto do arsenal de guitarras do músicoZakk Wylde
Foto do arsenal de guitarras do músico


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

GooInArt Goo336 Cli336 Goo336 Goo336 CliIL Goo336