Quase Famosos: filme estragou planos de famosa groupie lançar longa da própria vida

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

A escritora Pamela Des Barres, que foi groupie nos anos 60 e 70 e teve relações com músicos como Jimmy Page (Led Zeppelin), Mick Jagger (Rolling Stones) e Keith Moon (The Who), revelou em entrevista à Vulture que planejava, há um bom tempo, lançar um filme sobre sua vida. O longa "Quase Famosos", dirigido por Cameron Crowe e divulgado no ano 2000, estragou esses planos.

Bruce Dickinson: deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldia

Metallica: se encontrar James Hetfield, não peça para bater uma foto

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção de Cameron Crowe conta a história de um jovem jornalista da "Rolling Stone" que cobre uma turnê da banda fictícia Stillwater. A tour apresenta todos os excessos do rock and roll, incluindo as groupies, e é inspirado na própria vida do diretor, que colaborou com a revista e viajou com grupos como Led Zeppelin, Lynyrd Skynyrd e Eagles.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na década de 90, Pamela Des Barres já pensava em trabalhar em uma cinebiografia, pois lançou uma série de livros sobre sua trajetória como groupie. O mais conhecido, "I'm With The Band", saiu em 1987.

"Quase Famosos" acabou "roubando" essa oportunidade, especialmente por retratar a personagem Penny Lane (Kate Hudson), visivelmente inspirada em Pamela - algo que Cameron Crowe negou na época, mas admitiu futuramente e ainda pediu desculpas à ex-groupie.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Não digo que 'Quase Famosos' não foi um bom filme. Trouxe um olhar positivo à musa-groupie. E tento redimir a palavra 'groupie' por boa parte da minha vida", disse ela, inicialmente, à Vulture, conforme destacado pelo Ultimate Classic Rock.

Todavia, a inspiração excessiva de Penny Lane na própria vida de Pamela Des Barres fez com que a ex-groupie ficasse chateada. "Fiquei pasma, pois a personagem era mais eu do que Bebe Buell ou Pennie Trumbull. Parecia muito mais comigo", disse.

Dessa forma, o projeto cinematográfico de Pamela se tornou inviável. "FIcou impossível vender meu filme. Eu confrontei Crowe após o filme sair e ele meio que me dispensou. Mas eu o vi há alguns anos e ele pediu desculpas. Perguntou o que poderia fazer para compensar a situação e eu falei: 'eu deveria ter sido uma consultora do filme'", afirmou.

Ainda durante o bate-papo, Pamela Des Barres apontou que "Quase Famosos" segue a concepção distorcida que os Estados Unidos criaram sobre as groupies. Ela destaca, em especial, uma cena onde Penny Lane quase se mata após ser rejeitada pelo guitarrista Russell Hammond (Billy Crudup).

Para ela, essa visão é "horrivelmente misógina". "Isso me deixou com tanta raiva. Aquela personagem, a groupie como ela interpretou, é patética. Conheci todas as principais groupies no auge. Nenhuma delas faria isso. Sempre havia alguém vindo para a cidade. Isso me deixou com raiva. Nenhuma musa-groupie que ama música faria algo assim", disse ela.

Por fim, ela concluiu: "Eu era maior de idade. Sempre cuidaram de mim. Sempre me trataram bem. Todos foram incríveis comigo. Eu era uma mulher fazendo o que queria. Ponto. Isso era feminismo para mim".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bruce Dickinson: deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldiaBruce Dickinson
Deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldia

Metallica: se encontrar James Hetfield, não peça para bater uma fotoMetallica
Se encontrar James Hetfield, não peça para bater uma foto


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280 GooInArt