RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Mi Vieira (Gloria) explica por que banda sempre "sofreu muito hate" na cena do metal

Por Gustavo Maiato
Postado em 14 de janeiro de 2022

Com cinco álbuns de estúdio lançados, show no Rock in Rio no currículo e milhões de reproduções de suas músicas acumuladas no Spotify, o Gloria conquistou seu lugar ao sol entre as bandas brasileiras de metal que obtiveram sucesso. Mesmo com todo esse reconhecimento, parte da cena não gosta da banda e costuma destilar ódio seja por meio de comentários maldosos ou simplesmente com preconceito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista recente para o podcast Amplifica, apresentado por Rafael Bittencourt, o vocalista da banda, Mi Vieira, explicou o motivo pelo qual, em sua opinião, essa postura acaba ocorrendo entre os consumidores de rock e metal brasileiros.

"No nosso país, o metal é algo muito forte. Você viaja para vários estados, como Piauí, e vê que tem muito metaleiro. E é um meio bem duro, tem que ter muito estômago. Vou ser sincero. Nós sofremos muito, porque viemos do punk emo, de um rolê underground, mas éramos muito emo para o metal e muito metal para o emo. Então ficamos nesse limbo, sofremos muito hate por uma boa parte do público do metal. Nós temos o metalcore, nunca fomos heavy metal nem thrash core. Sempre buscamos o metalcore, que é algo mais novo", explicou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro ponto, Mi Vieira comentou um pouco sobre as principais influências do Gloria e relembrou um divertido episódio envolvendo o Chorão, saudoso vocalista do Charlie Brown Jr.

"Nossas maiores referências sempre foram Killswitch Engage, All That Remains e até Slipknot, mas também Rob Zombie, Tool, A Perfect Circle e todas essas bandas. Mas sempre trouxemos o metalcore. Era algo mais para o lado do mainstream lá fora, mais comercial. Seguimos esse caminho. Viemos do underground ligado ao punk, então tinha um pessoal vegano, vegetariano. O movimento emo ali estava muito forte. Por ser algo diferente, quando assinamos contrato com uma grande gravadora, tivemos uma grande exposição. Pegamos um público bem do Gloria. São 20 anos de banda já. Lá atrás, lembro de bater um papo com o Chorão, do Charlie Brown Jr., e ele falou para a gente: ‘esse som que vocês fazem... vocês estão fodidos!’, porque só nós fazíamos esse som para o mainstream. Acabamos criando um público no Brasil bem grande a até hoje eu vivo disso", completou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assista o episódio completo do podcast abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze

Rock no Brasil: 10 bandas que merecem a sua atenção

Rafael Bittencourt e Mi falam dos fãs do heavy metal; "leais, mas sensíveis e fanáticos"

Gloria: "O tempo passa e o público do Whiplash continua hater", diz Mi Vieira

Rock In Rio: Mi, do Gloria, lembra encontro com Metallica e Slipknot, e quem foi "mala"

Rock In Rio: "Metallica tinha máquinas com tatuadonas lavando roupa dos caras", conta Mi


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.
Mais matérias de Gustavo Maiato.